03 de setembro de 2015
Postado por: Bruna Fernández @ Arquivado em: Resenha Fora de Série

Livro: Quando Saturno voltar
Autor: Laura Conrado (@Laura_Conrado)
Páginas: 248
Editora: Globo Livros
Tradução:
Resenha por: Bru Fernández
Comprar: Saraiva Cultura Amazon

Conta história envolvente e divertida sobre aceitar mudanças inesperadas e seguir em busca da felicidade. Em seu novo romance, Laura Conrado conta a história de Déborah Zolini, uma jornalista sonhadora e fã de Pablo Neruda que trabalha como assessora de imprensa de um clube de futebol da segunda divisão e namora o médico Sérgio há quatro anos. Ela faz planos de construir uma vida a dois, arrumar um emprego melhor e correr atrás de desejos que ainda não realizou. Só que a vida, ou as estrelas, guardam surpresas para Déborah. Em uma viagem ao Chile, ela encontra uma mulher misteriosa que lhe fala sobre o retorno de Saturno. O planeta, que leva, em média, 29 anos para dar uma volta no sistema solar, voltará à posição em que se encontrava quando a jornalista nasceu. Para quem acredita em astrologia, esse é momento em que as pessoas passam por várias mudanças, que vão prepará-las para encarar o resto de sua vida. Déborah não leva a moça muito a sério, mas pede às estrelas que a ajudem a realizar seus desejos. No entanto, no voo de volta ao Brasil, um encontro inesperado começa a abalar a vida aparentemente certinha da protagonista. Aos poucos, Déborah começa a notar que seu namoro anda meio morno, a falta de reconhecimento no trabalho a incomoda. Ela começa a admitir que não está gostando do rumo que as coisas estão tomando. Será a hora de partir para novos desafios? Trocar aquele relacionamento confortável pelo frio na barriga? Sair de vez da zona de conforto e ver o que acontece?

“É como se os trinta me obrigassem a dar resultados na vida. Casou? Já tem filhos? Quantos países conhece? Mora sozinha? Quanto conseguiu poupar? Eu não tenho respostas, dados nem estatísticas para responder a nenhuma dessas perguntas!” – p. 46

Quanto Saturno voltar chegou despretenciosamente na minha casa com um kit lindo da Globo Livros – o livro mais com uma ecobag e uma máscara de olho para dormir – para celebrar a renovação da nossa parceria. Fiquei completamente apaixonada pela capa, principalmente por ela usar uma combinação de cores que eu amo: rosa, laranja e branco. Assim que li o trecho que aparece na quarta capa senti que o universo se alinhou para que ele viesse parar nas minhas mãos para falar exatamente de algo que um colega já tinha me alertado no meu último aniversário: o tal do Retorno de Saturno, que é um fenônemo que marca uma fase de muitas mudanças na vida da pessoa.

O tema do livro me interessou, mas eu não esperava mesmo encontrar uma personagem com a qual eu fosse me identificar de tantas maneiras! A personagem principal da Laura Conrado é a jornalista Déborah Zolini, que está beirando os trinta anos, ainda mora com o irmão mais novo e seus pais, não tem liberdade criativa no seu trabalho e tem um relacionamento estável, porém nada empolgante. Entretanto o que eu mais gostei e me identifiquei com a Déborah é o fato dela ser fanática por futebol – ela inclusive trabalha como assessora de imprensa de um time da segunda divisão, o Taes – do nível de ter várias superstições na hora de ver o jogo do seu time do coração (que não é revelado no livro, mas acaba ficando bem óbvio pra quem acompanha o esporte!). Achei incrível a autora mostrar para o mundo que existem sim mulheres que curtem futebol, que isso não é “coisa de menino” e que isso não nos torna menos femininas do que as outras mulheres. Aliás, nem melhores, nem piores.

Enfim, voltando ao enredo, em uma viagem para o Chile a trabalho e lá encontra com uma cigana que lê a sua mão e avisa que Saturno não está de brincadeira e que várias mudanças vão acontecer na vida de Déborah, que debocha um pouco do que a mulher diz, afinal é um pouco cética sobre o assunto. Porém, assim que ela retorna ao Brasil uma série de eventos se desencadeia em sua vida – e essa série de eventos tem nome: Henrique! – e, aos poucos, tudo começa a virar de cabeça para baixo: desde o seu relacionamento sem sal com o atual namorado, passando pela vida pessoal em casa e chegando até o seu trabalho.

“Por mais cética que eu seja, uma empolgação borbulha dentro de mim. Quem não quer ter a vida regida por algo maior? Será que acima de nossas cabeças nosso destino já não foi traçado?” – p. 43

Você pode não acreditar na influência dos astros na sua vida e nem em signos e horóscopos, mas não se preocupe porque esse não é o verdadeiro foco da história. Quando Saturno voltar, para mim, foi muito mais uma jornada de autodescoberta, um ritual pelo qual toda mulher deveria acaba passando um dia, do que um chick-lit focado em astrologia. Uma leitura incrível que nos faz pensar e repensar as nossas escolhas e nos faz prestar um pouco mais de atenção em nós mesmas. Esteja você passando pelo Retorno de Saturno ou não, goste de futebol ou não, essa é uma leitura mais do que indicada para rir, chorar e, por que não, aprender.

O livro é bem curtinho, mas me deliciei a cada virada de página dessa história incrível que nos mostra que tudo tem o seu tempo. Pra aguçar ainda mais o senso dos leitores o livro todo conta com um trechinho do poema Ode a uma estrela, de Pablo Neruda, no início de cada capítulo. Confesso que nunca tinha lido nada do autor e ao longo da minha leitura fiquei interessadíssima em saber mais sobre o autor. Enfim, um livro que chegou despretenciosamente na minha vida e agora ocupa um lugar mais do que especial na minha estante, mal posso esperar por novas histórias da autora mineira!

“Ter os sonhos esfacelados pode ser bom: dá pra sonhar outros.” – p. 157


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.



03 de setembro de 2015
Postado por: Kinina @ Arquivado em: Lançamentos

Livro: Perdido (#04)
Série: Os Lobos de Mercy Falls
Autor: Maggie Stiefvater
Tradução:
Comprar: Cultura Amazon

Perdido segue Cole St. Clair, um personagem fundamental da trilogia Os Lobos de Mercy Falls. Todos acreditam conhecer a história de Cole. Estrelato. Vício. Queda. Desaparecimento. Mas poucos conhecem o segredo sombrio de Cole — sua capacidade de transformar-se em um lobo. Uma dessas pessoas é Isabel. Em um dado momento, é possível que inclusive houvesse amor entre eles. Mas isso parece que foi há uma vida. Agora Cole está de volta. De volta ao centro das atenções. De volta a zona de perigo. De volta a vida de Isabel. É possível um perdido ser salvo?

Livro: Rotina e Rabisco
Autor(a): Bruna Vettori
Tradução:
Comprar: Saraiva Cultura Amazon

O Rotina & Rabisco é um livro para inspirar, sonhar, fazer acontecer. Feito para gente sensível, que ri sem motivo e gosta de ver o lado bom das coisas. Estamos felizes de te ver por aqui! Então entra e fica à vontade, que a vida é toda nossa.



03 de setembro de 2015
Postado por: Kinina @ Arquivado em: Notícias

A Globo Alt divulgou a capa nacional de Lembre-se de mim, segundo da volume da trilogia Encontre-me, de Romily Bernard. O livro tem previsão de lançamento ainda para este mês :)

Lembre-se de mim

Wicket Tate acreditava ter conseguido um pouco de tranquilidade em sua vida, quando o detetive Carson reaparece com uma missão para ela. Ir à festa do juiz Bay e hackear o celular de um traficante para uma investigação. Durante o evento, o corpo de uma jovem é encontrado com uma mensagem enigmática marcada em sua pele: “Lembre-se de mim”.

Mais uma vez, Wick se vê mais envolvida em uma trama de crimes, mistério e reviravoltas, na qual nada é o que parece ser. Depois de desvendar o assassinato de sua amiga Tessa em Encontre-me – premiado thriller que conquistou os leitores com uma mistura irresistível de ação, suspense, romance, tecnologia –, a heroína rebelde precisa colaborar com a polícia para proteger sua nova mãe adotiva e sua irmã.

Em Lembre-se de mim a protagonista é pressionada por todos os lados. Além de ser chantageada pelo detetive Carson para que colabore com a polícia, Wick passa a receber recados de seu pai, um traficante preso há anos, que parecia não representar mais uma ameaça. A menina também descobre novas evidências sobre o suicídio de sua mãe, o que a leva a mais pesquisas e investigações. Não bastasse tudo isso, seu namoro com Griff se transforma em um triângulo amoroso, com o surgimento de Milo, um novo amigo hacker.

Se ainda não conhece a série, dá uma olhadinha aqui na resenha do primeiro livro Encontre-me ;)



03 de setembro de 2015
Postado por: Kinina @ Arquivado em: Notícias

A série fantástica Artemis Fowl, de Eoin Colfer, será adaptado pela Disney para os cinemas e será dirigido por Kenneth Branagh, que fez Thor e Cinderela.

O filme deve se basear nos dois primeiros livros de Colfer e será adaptado por um veterano do gênero, Michael Goldenberg, de Harry Potter e a Ordem da Fênix.

Artemis Fowl traz as aventuras de um garoto de 12 anos, o último descendente de uma lendária família do crime prestes a desaparecer. Com a ajuda de seu guarda-costas, ele planeja uma maneira de retomar a antiga glória dos Fowls: Seqüestrar uma fada e exigir resgate. Entretanto, o jovem não desconfia que as fadas também têm seus recursos incluindo uma perigosa polícia do mundo fantástico. A franquia foi uma das primeiras a se beneficiar da onda de popularidade do gênero de fantasia infanto-juvenil iniciada por Harry Potter.



03 de setembro de 2015
Postado por: Kinina @ Arquivado em: Lançamentos

Livro: O estreito do Lobo (#02)
Série: Klemet Nango e Nina Nansen
Autor: Olivier Truc
Tradução: Cristina Cupertino
Comprar: Cultura Americanas Amazon

No premiado Quarenta dias sem sombra, o francês Olivier Truc apresentou a dupla de policiais Klemet Nango e Nina Nansen às voltas com o assassinato de um criador de renas. Em O estreito do Lobo, sua segunda aventura na gelada Lapônia, os detetives precisam investigar um afogamento. Sem se convencerem de que foi um acidente, Klemet e Nina se envolvem em uma trama que vai muito além do conflito entre criadores de renas e gente da cidade, entre lapões e estrangeiros, entre o dinheiro e a tradição cultural milenar dos samis. Numa terra longínqua e peculiar, às vésperas de passarem três meses sem que o sol se ponha, Nina e Klemet estão com os nervos à flor da pele e vão precisar de todas as forças para desvendar o mistério.



02 de setembro de 2015
Postado por: Bruna Fernández @ Arquivado em: Notícias

A guerra da rainha vermelha – Vol. 1: Prince of Fools chega ao Brasil em novembro de 2015, em uma edição luxuosa de capa dura. Essa é uma nova série do autor da Trilogia dos Espinhos, também publicada pela Darkside, Mark Lawrence.



02 de setembro de 2015
Postado por: Bruna Fernández @ Arquivado em: Notícias

Hoje a editora Seguinte relevou a capa de A bailarina fantasma, da autora Socorro Acioli. Socorro nasceu em Fortaleza, é doutora em estudos de literatura pela Universidade Federal Fluminense e ganhou o prêmio Jabuti em 2013.

A bailarina fantasma já tinha sido publicado em 2010, mas agora ganha novo projeto e vai virar uma série de 4 volumes, cada um se passando em uma cidade do Brasil. O primeiro livro chega nas livrarias dia 22 de setembro.

Anabela mal podia conter a empolgação quando seu pai foi o arquiteto escolhido para coordenar uma obra no Theatro José de Alencar, em Fortaleza. A proposta era que aquela casa de espetáculos maravilhosa mantivesse as mesmas características de quando foi inaugurada há mais de um século, em 1910.
Em pouco tempo vira rotina para Anabela passar as tardes naquele teatro antigo fazendo a lição de casa enquanto o pai trabalha. Mas essa reforma acaba desenterrando mistérios escondidos há muitos e muitos anos… Para a surpresa de Anabela, uma bailarina translúcida e vestida de azul aparece dançando no palco e passeando pelos corredores, perseguindo Anabela. O que será que ela está fazendo ali? E por que será que apenas a garota consegue enxergá-la? Quem é essa bailarina e por que ela aparece?

O segundo livro da série deve sair em 2016 e se chamará Ópera do medo, tendo como cenário o Theatro Municipal de São Paulo.



01 de setembro de 2015
Postado por: Kinina @ Arquivado em: Destaque Nacional

Quem não se muda para um livro quando começa a ler? Esse é o conceito que as editoras Santuário e Ideias & Letras levarão para o seu criativo stand em forma de casa-livro na 17ª Bienal Internacional do Livro Rio, que acontece esse mês entre os dias 03 e 13, no Riocentro (RJ). O espaço convida os visitantes a explorar o mundo lúdico da literatura e a aderir ao slogan criado pelo grupo — reconhecido por seus 115 anos de atuação no segmento de livros e subsídios religiosos e humanísticos, com mais de mil títulos lançados — para o evento: Meu lar, meu livro.

Cirio de Nazaré Muito mais que apresentar nossos livros e lançamentos, queremos motivar o conhecimento, a cultura e a experiência com os leitores, transformando nosso pioneirismo no mercado gráfico em uma comunicação mais direta e interativa com o público, ressaltam os padres Fábio Evaristo Rezende Silva e Marlos Aurélio da Silva, diretores do grupo, adiantando que o stand receberá grandes autores, como Mauricio de Sousa, o grande homenageado da Bienal 2015.

O cartunista — que vai comemorar seus 80 anos na Bienal e lá receberá também o Prêmio José Olympio, do Sindicato Nacional de Livros — está lançando pela editora Santuário o terceiro livro da coleção Turma da Mônica visita, que desta vez conta a história da aventura dos personagens na visita ao Círio de Nazaré, em Belém do Pará.

Além da presença de Mauricio, estarão presentes na grande casa do grupo editorial o Pe. Ferdinando Mancílio, que acaba de lançar o livro “Orações pelo bebê que nasceu” e a coleção de catequese “Sementinhas da Fé; o apresentador da TV Aparecida Pe. Evaldo Cesar, autor do livro Minha mãe é Maria e Para curtir e Compartilhar, que lança Porque sim não é resposta; e o Pe. Antonio Maria, que completa 70 anos e escreveu Mater Dei – Mãe de Deus e da humanidade, na qual partilha sua experiência como devoto de Nossa Senhora.