sexta-feira, 18/10/2019
Últimas do LeS:
Capa » Entrevistas » Entrevista e Promoção Alma e Sangue

Entrevista e Promoção Alma e Sangue

Alguns dias atrás, adicionamos a saga Alma e Sangue, de Nazarethe Fonseca, na nossa lista de sagas abordadas no site. Como fãs da literatura, ficamos muito felizes de mais uma saga de uma autora brasileira figurar entre os livros lidos por jovens.

Como vocês sabem, nosso maior objetivo é divulgar as séries literárias e com isso incentivar não só os leitores a consumir mais livros, como também os autores brasileiros a terem seu merecido espaço.

Pensando nisso, Nazarethe nos concedeu uma ótima entrevista, onde ela fala sobre como foi publicar seu livro, as dificuldades que encontrou, dicas para os novos autores, suas inspirações e muito mais. E como se isso não bastasse, ela também nos concedeu um exemplar do seu livro Alma e Sangue para uma promoção! Clique no banner abaixo para ler um release do livro e saber como participar:

banner-alma

Clique aqui para saber como participar

Clique em continue lendo para ler a entrevista completa com a querida Nazarethe!

01) Quando você decidiu que queria ser escritora? Quando escreveu seu primeiro livro? (não necessariamente seu primeiro livro publicado)
Nazarethe: Não foi uma decisão pensada, planejada. Simplesmente aconteceu e eu me deixei levar prazerosamente, dolorosamente às vezes, confesso. Tive um sonho aos 15 anos e com ele produzi o que foi meu primeiro livro, um policial.

02) Você gosta de escrever sobre um único assunto em seus livros – vampiros, por exemplo – ou acha bacana diversificar os temas em cada nova obra?
Gosto no geral de sobrenatural. Bruxas, vampiros, fadas, fantasmas e até mesmo temas simples como historias de amor. Tenho uma caixa de livros, alguns já terminados, de vários assuntos.

03) Como surgiu a idéia de escrever Alma & Sangue?
De um sonho.

04) Você encontrou dificuldades para lançar seu livro? Como você vê o mercado literário brasileiro atual? E quais dicas você daria para as pessoas que querem publicar seu primeiro livro?
O mercado editorial é complicado, e a maioria dos livros é recusado. Encontrei dificuldades, ouvi muitos “não, a grade de publicação está cheia”. Eu sou teimosa e não desisto facilmente, acho que isso é pré-requisito básico para ser escritor: teimosia e paciência. Não desista, faça uma boa revisão no material e persista.

05) Como foi o processo de pesquisa do seu livro? Quanto tempo demorou para ficar pronto? Onde você buscou informações e você se baseou em alguma história ou lenda da sua cidade?
Eu estava com a história do livro na cabeça e queria botar no papel. E as coisas foram acontecendo, ganhei uma máquina de escrever de segunda mão. Fiz um pequeno rascunho da história e comecei. À medida que a história se desenrolava eu fiz a pesquisa. No fim estava rodeada de livros de história e enciclopédias. Levei seis meses para finalizar o livro. E confesso, foi muito prazeroso. São Luis é um lugar muito misterioso e como cresci ouvindo sobre as lendas e fantasmas locais só os inseri no contexto.

06) Sendo que já existem tantas series sobre vampiros, foi fácil ter suas próprias idéias ou às vezes era difícil manter o foco e as outras sagas já lançadas interferir na criatividade?
O livro ficou pronto em 1998, se não me engano. Nessa época eu conheci os vampiros tradicionais como Drácula, Nosferatus e Lestat. Todavia quando li Entrevista com Vampiro de Anne Rice, eu pensei: ela disse tudo. O certo é que naqueles dias eu queria por meu sonho no papel, não tinha aspiração de publicar, queria somente ver a idéia ali nas folhas, meio bobo, mas real. Nenhum deles interferiu, eu tinha uma historia nas mãos, ou melhor na mente.

07) Qual a característica que difere o seu vampiro dos outros?
Meus vampiros têm toques tradicionais, alguns deles dormem em caixões, outros preferem camas, usam celular, gostam de carros velozes e motos, não usam capas. Na verdade Jan Kmam prefere botas de couro e camisetas. Minhas vampiras adoram alta costura e perfumes sofisticados. Apesar de serem imortais, têm personalidade própria. Mas todos eles seguem as leis do mundo vampiro e obedecem ao rei Ariel Simon. E na hora de lutar preferem espadas.

08) De todos os vampiros já lançados na mídia, seja no cinema, série de TV ou nos livros, qual seu preferido?
O primeiro vampiro que vi foi Drácula. Eu era muito pequena. Ele entrou pela janela do quarto, como Edward fez com a Bella, como Jan Kmam fez com Kara e como Lestat fez com Louis. Essa cena que estranhamente se repete incansavelmente me marcou. Todos eles têm algo de perigoso e doce como o sangue que buscam de suas vítimas. Mas se eu fosse escolher um vampiro, seria Jan Kmam. Quando lerem o livro vão entender o porquê da escolha.

09) O que você acha desta fascinação atual por vampiros e seres sobrenaturais? É passageira? Ou o tema veio pra ficar?
Os séculos passam e geração após geração fazem as mesmas perguntas. Eu acho normal o fascínio visto que não dissecamos o mito, não encontramos as respostas. Apenas estamos mais perto. O tema não veio para ficar, simplesmente ele está vivo há séculos. É imortal. A única diferença é que ganhou mais atenção da mídia.

10) Você acha que o lançamento destas sagas e de filmes e series de tv baseados em livros, têm despertado o interesse dos jovens pela leitura? Ou isso já é um fenômeno que vem acontecendo a anos e ninguém tinha notado? ou que desperta a preguiça de ler “se tem em filme porque perder tempo lendo?”
Sim, acredito que os jovens estão lendo mais e mais e não somente sobre vampiros. Simplesmente por estarem constantemente navegando o que os faz ler sem perceber. E também o modo que o livro é apresentado, a forma que é escrito e divulgado, dizem que se compra um livro pela capa.

11) Ultimamente vários livros estão sendo adaptados para seriados e filmes nos Estados Unidos. O que você acha disso? Gostaria que uma de suas obras virasse filme? Se sim, imagina algum ator/atriz que teria a aparência ideal para seus personagens principais?
É uma boa forma de divulgar um livro, ou série. Uma coisa apóia a outra. Atores dão aos personagens dos livros o toque da realidade e dão ao leitor mais uma ferramenta para sonhar, a leitura se torna por assim dizer mais fácil e prazerosa. Adoraria ver minha série se tornar filme. Sim, tenho uma boa lista, mas os diretores tem suas escolhas e terminam frustrando os escritores. (Risos.)

12) Tem algum livro bom que está lendo, ou leu recentemente, que gostaria de nos indicar?
Já lia por prazer, agora leio mais ainda, li Crepúsculo, gostei bastante. Tem muitos, O vampiro antes de Drácula, coletânea de contos. Fora do tema e para relembrar, li alguns contos de Clarice Lispector, em especial indico Felicidade Clandestina. O conto fala dessa nossa mania por livros.

13) Instigue a curiosidade dos leitores: o que podemos esperar do seu livro?
Alma e Sangue é um livro diferente, apesar dos ingredientes já conhecidos, ele consegue levar o leitor um pouco mais além, como se fosse um passeio secreto onde somente você foi convidado. Além do romance, encontrará aventura, ação e até mesmo um leve toque de humor. Vai torcer, reclamar, ficar indignado e por fim, apaixonado.

14) Queremos lhe agradecer a entrevista e lhe desejar muito sucesso na carreira. Conte com a nossa equipe! Para encerrar, você poderia deixar um recado à todos os fissurados em leitura que visitam nosso site, especialmente os fãs de livros em série?
Um livro é bom, dois é ótimo, três é melhor ainda, então imagina uma série inteira! Leiam e leiam, tudo fica melhor quando lemos e descobrimos, que o mundo também é feito também do silêncio das palavras escritas. Quero agradecer ao site pela oportunidade e desejar muito sucesso e séries. Beijos mordidos.

Sobre Patoka

Fotógrafa especializada em shows, já captou com suas lentes momentos dos shows várias bandas. Essa paixão por música e fotografia a levou a abrir o CFOS. Quase infartou quando suas fotos apareceram na página oficial do Black Label Society e foram descritas como “killer shots”! Já fez produção de palco em festivais musicais e eventos, mas atualmente prefere deixar isso para os profissonais.

4 comentários

  1. Eu adoro a Naza,
    E adorei a entrevista Parabénsss!!!
    Gente o livro é muitoo bom!!!!

    Sucesso , ese site é muito interessante.
    bjokasss

  2. parabéns Naza!!!!

    ansiosos por “o imperio dos vampiros”

    beijos

    everton

  3. amei *__*

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.