quinta-feira, 05/12/2019
Últimas do LeS:
Capa » Lançamentos » Autor alemão lança "Almanaque Crepúsculo"

Autor alemão lança "Almanaque Crepúsculo"

Fãs de todo o mundo sabem que o romance entre o vampiro Edward Cullen e a humana Bella Swan surgiu de um sonho que Stephenie Meyer, autora da saga Twilight, teve com a cena em que ele revela o seu sombrio segredo à sua jovem amada. Mas os fãs também sabem quais personagens tem seus nomes emprestados dos irmãos de Meyer, como a cidade de Forks foi eleita para ser o cenário da história, entre outras curiosidades.
 
Acompanhando o lançamento do filme, Lua Nova, foi lançado pela Editora Leya o Almanaque Crepúsculo. Seguindo a onda dos livros, Nicola Bardola revela detalhes sobre a trama, curiosidades sobre a produção dos filmes e como descobriu amor proibido entre a humana e o vampiro.
 
alm
 
Além de informações que agradam a todos os interessados na obra de Meyer, o livro traz uma entrevista com a autora, em que Bardola desvenda alguns segredos da reclusa dona de casa que se tornou estrela mundial.
 
Para ler o primeiro capítulo, em que o autor fala da sua conversa com a autora, clique aqui.
 
Almanaque Crepúsculo
Autor: Nicola Bardola
Páginas: 250
Preço: R$ 39,90
 
Sinopse
No dia 2 de junho de 2003, Stephenie Meyer, dona de casa e mãe de três filhos pequenos, acorda após um sonho incrível. Um casal está em frente a uma clareira. A garota é humana e o rapaz, um vampiro. Nasce assim a lenda de Edward e Bella, um dos casais mais belos da atualidade. Neste Almanaque o leitor encontra informações, segredos e detalhes do mundo vampiresco da saga. O Almanaque ainda traz informações sobre os personagens da série, o desenvolvimento dos filmes, a trilha sonora, os cenários, os ensinamentos presentes nos livros e um bate-papo com Stephenie Meyer, além de um dicionário com os termos mais usados nas histórias, endereços de sites e um capítulo sobre Bella e Edward – afinal, qual é o segredo do amor eterno?
 
Fonte: Folha Online

Sobre Patoka

Fotógrafa especializada em shows, já captou com suas lentes momentos dos shows várias bandas. Essa paixão por música e fotografia a levou a abrir o CFOS. Quase infartou quando suas fotos apareceram na página oficial do Black Label Society e foram descritas como “killer shots”! Já fez produção de palco em festivais musicais e eventos, mas atualmente prefere deixar isso para os profissonais.

Um comentário

  1. Eu já li esse livro,e tem um monte de coisa errada ! u.u

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.