sexta-feira, 18/10/2019
Últimas do LeS:
Capa » Entrevistas » Alma & Sangue na revista Marie Claire

Alma & Sangue na revista Marie Claire

Na última edição da Marie Claire saiu uma pequena entrevista com a autora da série brasileira Alma & Sangue, Nazarethe Fonseca.
Confira abaixo:

“Alma e Sangue”: conheça a brasileira autora de livros sobre vampiros que faz sucesso nas prateleiras

 
Pode-se dizer que ela luta, quase de igual para igual, com fortes concorrentes da ficção vampiresca, com o Stephen Meyer, autora de “Crepusculo”. Apesar da predileção do mercado editorial brasileiro (e até mesmo dos leitores) por obras estrangeiras do gênero, a maranhense Nazarethe Fonseca vem se destacando e está se saindo bem com sua própria saga sobre seres de caninos afiados. Dois de seus livros – “Alma e Sangue: O Despertar do Vampiro” e “O Império dos Vampiros” – figuram atualmente na lista dos mais vendidos. Com mais uma obra da saga programada para ser lançada em agosto deste ano, a autora conversou com o site de Marie Claire sobre seu trabalho e falou um pouco do fenômeno, que parece não ter data para terminar.
 
MC – O que há nos vampiros que fascina tanto o leitor?
Nazarethe Fonseca – Acredito que seja o poder de sedução e o risco que envolve essas criaturas. Um beijo pode levar ao êxtase e também à morte.
 
MC – Como você explica esse fenômeno junto aos jovens, já que esse sucesso não aconteceu da mesma maneira com os livros de Anne Rice?
NF – Os personagens de Anne Rice tinham um apelo maior junto ao público adulto, acredito que pelas questões levantadas pela autora. Já os personagens de Stephenie Meyer são jovens e causam uma identificação direta com esse público.
 
MC – O sucesso de “Crepúsculo” ajudou a reforçar o seu sucesso?
NF – Sim, a série jogou luz sobre os livros que já haviam sido editados por aqui, como a série Alma e Sangue, e fez o público procurar por esses títulos.
 

MC – Você acha que se fosse americana teria feito um sucesso mundial anterior a Stephenie Meyer, já que seu primeiro livro sobre o assunto foi publicado em 2001 e o dela em 2005?
NF – Sim, porque o mercado estrangeiro está pronto para absorver livros do gênero, mas acredito que o Brasil está dando passos curtos e seguros nessa direção.
 
MC – Após a série “Alma e Sangue”, você pretende abordar um público mais adulto, a exemplo de “Hospedeira”, de Stephenie Meyer?
NF – Meus livros têm atingido um público heterogêneo, desde meninas e meninos mais novos, até mulheres de 40, 60 anos, que me escrevem para contar o que acharam, então pretendo seguir essa linha. Já fui sondada por algumas pessoas, acredito que pode acontecer.
 
MC – Qual o seu livro sobre vampiros preferido?
NF – O vampiro Lestat
 
MC – Qual o seu autor preferido?
NF – Jane Austen
 
MC – Você é religiosa? Acredita em Deus?
NF – Acredito em Deus como a força maior que rege o universo, mas sou muito livre para me prender a uma só religião. Meu ponto central é Deus.
 
MC – Existem planos de adaptação da série “Alma e Sangue” para o cinema?
NF – Já fui sondada por algumas pessoas, acredito que pode acontecer.

Sobre Cine

Jornalista e professora de inglês, vivendo o sonho de morar em Nova York e ainda tentando descobrir se seria possivel viver dentro de uma da Barnes and Nobles. Viciada em cultura, passa os dias tentando decidir que livros ler enquanto tenta se encontrar na vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.