sábado, 14/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Notícias » Resenha: Madame Terror, de Jan Guillou

Resenha: Madame Terror, de Jan Guillou

Livro: Madame Terror
Série: Os desafios de Hamilton
Autor: Jan Guillou
Editora: Bertrand
Páginas: 504
Resenha por: Laís Baptista
Comprar: Saraiva Cultura Submarino

Madame Terror, novo romance de Jan Guillou, é um thriller de aventura e espionagem que começa após o acidente ocorrido com o submarino russo Kursk.

No episódio, um submarino americano lança um torpedo contra a embarcação russa, afundando-a e matando 188 marinheiros. Mas, o que a maioria das pessoas não sabe é que, naquele momento, a Rússia estava testando uma nova tecnologia marinha, já temida por todo o Ocidente. Ao descobrir essa informação, os palestinos veem a chance de colocar as mãos num poderoso submarino russo e provocar o maior atentado terrorista já visto pela humanidade.

A missão de negociar e organizar o ataque fica com a general de brigada e espiã palestina Mouna al Husseini. Já o líder será o agente secreto Carl Hamilton, vice-almirante sueco que foi preso por crimes contra seu próprio país. Para concretizar o plano, os palestinos, com a ajuda dos russos sedentos de vingança, desenvolvem o mais moderno e mortal submarino já criado. O alvo: a base naval israelense em Haifa.

Eu comecei Madame Terror com um timing horrível. Como eu tinha uma semana mais tranquila na faculdade, achei que conseguiria começar e terminar a ler e fazer a resenha e tcha-dam, depois era voltar aos estudos de final de período. Mas acontece que o começo de Madame Terror é incrivelmente parado. Eu demorei MUITO tempo até conseguir ver uma relação entre os personagens e conseguir descobrir quem era principal e quem era só secundário. E boa parte dessa situação se extende pelo livro.

Mas depois vem a parte legal. Madame Terror é um livro de ficção (espero) que se passa mais ou menos nos dias atuais e, o melhor de tudo, envolve pessoas reais. Depois de ler esse livro, eu quase sinto como se realmente conhecesse Condoleezza Rice, George Bush, Vladimir Putin e muitos outros. A trama envolve uma operação conjunta entre a Rússia e a Palestina, de forma a criar o submarino com a tecnologia mais avançada nos mares. E a cabeça por trás de toda essa operação secreta é a general de brigada e espiã palestina Mouna al Husseini, que duas vezes escapou de tentativas de assassinatos do serviço secreto de Israel.

Considerando que eu não sei absolutamente coisa algum de espionagem (tirando o que eu aprendi em Chuck, mas acho que isso não conta) ou de submarinos, eu terminei o livro achando que sei tudo sobre o assunto! E é nesse ponto que pra mim o livro me venceu. Quando eu já estava a ponto de desistir, me vi envolvida numa caçada submarina, com brigas regadas à vodka e torpedos e sonares e escapulidas pelas costas do inimigo. E desse ponto em diante, o livro me prendeu.

É o primeiro livro da série “Os Desafios de Hamilton”, mas, como um bom início de série, a história se fecha em si. Não tem meada solta, nada que fique faltando um final. Se você quiser ler só esse e parar por aqui, não vai ficar procurando respostas aleatórias. E, por mais que no final você fique tentado a visitar um submarino só pra ver se tudo é como foi descrito, é um bom livro para quem gosta dessa literatura mais “real” (ou pelo menos mais próxima da realidade). Todos os fatos descritos poderiam acontecer, e esse é um dos atrativos do livro.

Enfim, recomendo para quem se interessa pelo assunto, ou pra quem tem um pouco de paciência com o início dos livros para se dar chance de ser envolvido pela história. Realmente a Mouna é uma mulher incrível, mesmo que, aparentemente, a série não gire em torno dela.

Sobre Lais

Uma biomédica que ama livros, cupcakes e gatinhos. Pottermaníaca confessa, divide seu tempo entre internet, séries, cozinhar doces, eventuais atividades de geneticista e ficar espiando pelo canto do olho se sua carta de Hogwarts finalmente chegou.

2 comentários

  1. A sinopse desse livro é a perfeição. Gostei bastante e nunca tinha ouvido falar. Ótima dica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*