sábado, 14/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Notícias » Resenha: “Os Carlyle”, de Cecily von Ziegesar

Resenha: “Os Carlyle”, de Cecily von Ziegesar

Livro: Gossip Girl: Os Carlyle
Série: Os Carlyle
Autora: Cecily von Ziegesar
Editora: Galera Record
Páginas: 304
Resenha por: Lais Baptista
Comprar: Saraiva Cultura Submarino

Peguem suas canetas Montblanc, suas bolsas Chloè e seus suéteres de cashmere: o ano está começando no Upper East Side e os Carlyle, trigêmeos, estão tomando Nova York como um vendaval. Será mais um ano incrível e cheio de maldades, e a Gossip Girl estará a postos para revelar as melhores fofocas.

Os Carlyle gira em torno da família que se muda para o antigo apartamento de Blair Waldorf, de Gossip Girl. A família, que consiste nos trigêmeos Avery, Baby e Owen e a mãe deles, vem da ilha de Nantucket após o falecimento de Avery Carlyle, matriarca da família, benfeitora renomada e famosa entre o círculo do Upper East Side.

A mudança não é encarada por todos os irmãos da mesma forma. Enquanto Avery mal pode esperar para estudar na Constance Billard e virar a rainha do UES, Baby está arrasada por ter que deixar seu lar e seu namorado. Owen, o único homem da família, está feliz desde que tenha onde nadar (e desfilar com suas sungas e seu corpo de nadador), mas uma pequena aventura amorosa no verão faz com que ele veja a mudança para NY com bons olhos.

Escrito no mesmo estilo da série Gossip Girl, Os Carlyles é uma oportunidade para a Gossip Girl (e a escritora Cecily Von Ziegesar) voltar a falar do bairro mais rico e glamouroso de NY. É dinâmico assim como a primeira série da escritora, um livro fácil de ler e de assimilar os personagens e situações.

Eu pessoalmente não tinha achado os trigêmeos tão cativantes quando os personagens da série original (principalmente o fato de Avery ser loira e Baby morena, que me lembrou Serena e Blair absurdamente). Mas, agora, depois de ter terminado o livro, vejo que eles são mais bem escritos, mais reais. O drama que Owen passa durante o livro pode não ser algo que acontece todos os dias, mas a reação dele foi muito crível. A mesma coisa com as histórias de suas irmãs.

No final, fiquei curiosa sobre as continuações, principalmente sobre o futuro da Jack (que seria a inimiga de Avery, mas conquistou meu coração com sua bitcheza), do Owen e da Baby. É, eu não fui muito com a cara da Avery, mas acho que isso é mais por minha revolta com as protagonistas loiras perfeitinhas do que culpa dela. Quem sabe ela não melhora nos próximos livros e se solta um pouco?

Para quem gosta de uma vida com glamour e só um pingo de realidade, Os Carlyles é um ótimo livro. Para quem procura um leitura leve, também. É um livro chicklit com orgulho, do alto dos seus saltos.

Sobre Patoka

Fotógrafa especializada em shows, já captou com suas lentes momentos dos shows várias bandas. Essa paixão por música e fotografia a levou a abrir o CFOS. Quase infartou quando suas fotos apareceram na página oficial do Black Label Society e foram descritas como “killer shots”! Já fez produção de palco em festivais musicais e eventos, mas atualmente prefere deixar isso para os profissonais.

2 comentários

  1. eu adorei o livre é super perfeito *-*

  2. Oh!
    Amei muuuito esse livro! Estou aguardando anciosamente pelo segundo livro!
    xoxo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*