domingo, 17/12/2017
Últimas do LeS:
Capa » Notícias » Resenha: “Calafrio”, de Maggie Stiefvater

Resenha: “Calafrio”, de Maggie Stiefvater

Livro: Calafrio
Série: Os lobos de Mercy Falls
Autor (a): Maggie Stiefvater
Páginas: 384
Editora: Agir
Resenha por: Patoka
Comprar: Saraiva Cultura Folha Travessa Amazon

Quando chega o inverno, Grace é atraída pela presença familiar dos lobos que vivem no bosque atrás de sua casa. Ela espera ansiosamente pelo frio desde que fitou pela primeira vez os profundos olhos amarelos de um dos lobos e sobreviveu ao ataque de uma alcatéia. Esses mesmos olhos brilhantes ela encontraria mais tarde em Sam, um rapaz que cresceu vivendo duas vidas: uma normal, sob o sol, e outra no inverno, quando vestia a pele do animal feroz que, certa vez, encontrou aquela garota sem medo.

Tudo o que Sam deseja é que Grace o reconheça em sua forma humana, e para isso bastaria que trocassem um único olhar. Mas o tempo de Sam está acabando. Ele não sabe até quando manterá a dupla aparência e quando se tornará um lobo para sempre. Enquanto buscam uma maneira para torná-lo humano para sempre, têm de enfrentar a incompreensão da cidade, que vê nos lobos um perigo a ser combatido.

Primeiro livro da série Wolves of Mercy Falls, Calafrio é a história de dois jovens que aceitam correr todos os riscos pelo amor, até mesmo o de deixarem de ser quem são.

Pela primeira vez eu estou completamente sem saber por onde começar uma resenha. Maggie Stiefvater criou uma história tão bonita e ao mesmo tempo tão desprovida de drama que é difícil comentar as sutilezas contidas nesse livro.

Os personagens principais são tão reais que chegam a ser palpáveis. Problemas reais e emoções tão comuns que não é de se admirar que essa história tenha se tornado uma das preferidas dos leitores, já que a identificação e aceitação é imediata!

Sam e Grace, os dois protagonistas, têm a pressa dos jovens, aquele amor urgente. Porém, eles têm mais um motivo para pensar que todo instante pode ser o último e a expressão “amor de verão” assume um tom triste e sombrio.

O casal vive um relacionamento que você, leitor, com certeza irá invejar! Veja bem … não é uma promessa de amor eterno, coisas que não vemos na vida real. Mas sim uma relação de comprometimento, amizade e amor. E para a história ficar interessante, claro, um tom sobrenatural fecha a fórmula.

Mas por incrível que pareça, esse não é o foco do livro. As atenções estão todas voltadas para Grace e a sua descoberta de sensações e sentidos. A autora descreve tão bem os medos, cheiros, sentimentos e pensamentos da personagem, que você entra na história e não sai nem mesmo quando fecha o livro. Me peguei, várias vezes durante a semana, tentando guardar na memória as emoções que os diversos momentos do dia me traziam.

Não consigo pensar em nada negativo para acrescentar nesse depoimento. Maggie escreve bem demais. O humano para ela não é mistério. Ela descreve magistralmente o que não conseguimos perceber em nós mesmos. E nas cenas de ação e diálogo ela mantêm o ritmo com arte. O maior trunfo da autora, talvez, tenha sido fazer o livro com as narrativas dos dois personagens. Assim conseguimos captar as nuances da história por dois pontos de vista diferentes.

É perfeito para você que procura um livro leve, mas sutilmente profundo, com pitadas de romance, amizade e comprometimento, mas sem o drama tão irreal das histórias atuais! As suas preciosidades estão nos olhos de quem lê.

Sobre Patoka

Fotógrafa especializada em shows, já captou com suas lentes momentos dos shows várias bandas. Essa paixão por música e fotografia a levou a abrir o CFOS. Quase infartou quando suas fotos apareceram na página oficial do Black Label Society e foram descritas como “killer shots”! Já fez produção de palco em festivais musicais e eventos, mas atualmente prefere deixar isso para os profissonais.

10 comentários

  1. Ai que linda sua resenha Toka!
    Realmente, a perfeição da escrita da Maggie é tão… tão… incrível! *_*
    Calafrio é um dos meus livros favoritos, e Sam já ganhou um espacinho ao lado do Edward aqui! HAHAHAHA
    =*

  2. Caraca, fiquei louca de curiosidade agora!
    Ai, meu bolso…

  3. a história é linda *-*
    parece aquele tipo de livro que faz você se emocionar, chorar e ficar curiosa com o desfecho, e até se colocar no lugar dos personagens!
    to anciosa pra leeeer *_*

  4. Carol Mamoru

    Eu tou lendo Calafrio, o livro é tão palpavel que dá uma dor de ele ta acabando, a tempos nao gostava tanto de um livro a ponto de sentir dor q ele ta acabando. O sam e a Grace tem o tipo de amor real e mais puro daqueles q vc queria um dia poder encontrar na vida, compreensao, afeto, confiança e amor, tudo junto. Tudo q sonhamos um dia encontrar sem querer fingir q a vida é um conto de fadas, eles sao reais oq faz com q vc se identifique e queira ainda mais algo assim. Sonhando com um sam p mim um dia, ai ai. amo esse livro…

  5. Uma das coisas que me me chamou a atenção em Shiver foi que os personagens Sam e Grace, apesar de jovens, são bastante maduros… talvez por que ambos passaram por situações trágicas quando mais novos. Isso me fez acreditar ainda mais na seriedade do relacionamento e no comprometimento de um com o outro. A narrativa em primeira pessoa, apresentando dois pontos de vista distintos, também foi essencial para entender a angústia que eles vivem. E a maneira quase poética da Maggie descrever sensações e situações me encantou profundamente. Virei fã da autora!
    Além disso tudo, o Sam é um fofo, sensível, bem diferente dos mocinhos de alguns livros YA.

  6. Sou super fã da Maggie Stiefvater, ela escreve divinamente!

    Já li a continuação, o Linger, é ótimo, mas você fica na maior espectativa para ler Forever assim que lê a última frase.

    Bjs

  7. Entao, eu comprei calafrio na maior expectativa pq todo mundo dizia ser tao bom … mas acabei me decepcionando um pouco com o livro. Nao que eu nao tenha gostado mais acho que eu esperava mais. Outro ponto é que eu achei o Sam um pouco meloso demais em certos momentos … mais ao final do livro fiquei bem curiosa para o proximo, apesar de que nao coloco calafrio entre os meus favoritos vou ler a continuaçao e qm sabe ele nao me conquista no proximo livro :D
    bjus !

  8. Gente. A continuação Linger já tem traduzido? Já ta nas livrarias? (yn) . Ainda não terminei de ler, mas eu já quero guardar o próximo pra poder ler! haha .

  9. Cacau Campos

    Nayá:

    Caraca, fiquei louca de curiosidade agora!
    Ai, meu bolso…

    —–
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Somos duas, Nayá!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*