sexta-feira, 12/08/2022
Últimas do LeS:
Capa » Notícias » Conheça: “O domínio”, de Steve Alten

Conheça: “O domínio”, de Steve Alten

Por 32 anos, o arqueólogo Julius Gabriel estudou a fundo o calendário maia, um enigma místico que prevê uma data precisa para o fim do mundo: 21 de dezembro de 2012. Ele acredita que ainda há tempo para reverter a previsão do Apocalipse. Para isso, é preciso entender qual é a sua razão de ser, a partir de peças-chave espalhadas pelo mundo, misteriosas e imponentes: A Grande Pirâmide de Gizé, no Egito.
O monolito de Stonehenge, na Inglaterra. Os gigantescos desenhos nas encostas de Nazca, no Peru. O templo de Angkor Wat, no Camboja.
As pirâmides do Sol, em Teotihuacán, e de Kukulcán, em Chichén Itzá, no México.

Perseguido e ridicularizado, Julius morre antes de conseguir seu intuito. E somente seu filho, Michael, que está internado numa instituição psiquiátrica, poderá impedir a aniquilação da raça humana.

Ninguém sabe ao certo como monumentos grandiosos como Stonehenge, a Pirâmide de Gizé, os grifos no deserto de Nazca, os templos de Angkor Wat, e as ruínas maias da península de Yucatán foram construídos. Como civilizações antigas e sem recursos tecnológicos puderam erguê-los sempre foi um mistério. Assim como é um mistério saber o porque dessas construções terem sido erguidas.

A expectativa pelo que vai acontecer no dia 21 de dezembro de 2012 é o fator que gera o suspense na trama de O Domínio. As incertezas da história – O apocalipse acontecerá mesmo? Ou Mark e Dominique conseguirão salvar o mundo? – geram a tensão que prende o leitor.

Saiba mais: blog || facebook || orkut || twitter || youtube

Não deixe de visitar o blog oficial da série, pois está rolando uma super promoção por lá e você pode faturar um exemplar do livro O domínio!

Sobre Patoka

Fotógrafa especializada em shows, já captou com suas lentes momentos dos shows várias bandas. Essa paixão por música e fotografia a levou a abrir o CFOS. Quase infartou quando suas fotos apareceram na página oficial do Black Label Society e foram descritas como “killer shots”! Já fez produção de palco em festivais musicais e eventos, mas atualmente prefere deixar isso para os profissonais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Livros em Série