06 de fevereiro de 2011
Postado por: Bru Fernández @ Arquivado em: Notícias, Resenhas de Série

O círculo negroLivro: O Círculo Negro (#05)
Série: The 39 Clues
Autor (a): Patrick Carman
Editora: Ática
Páginas: 176
Tradução: Renato Alarcao
Resenha por: Bruna e Nanda
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Amazon + ofertas

Uma mensagem do além vai guiar você nessa aventura.

Desilusão e mágoa. É o que Amy e Dan sentem quando chegam ao Egito à procura da próxima pista. Depois de grandes traições ma Coréia do Sul, os irmãos cada vez mais entendem que estão sozinhos na caça às 39 pistas e não deem confiar em ninguém. Seguindo a dica da deusa Sakhet, eles desafiam o tempo e os mistérios do Cairo na busca pelo tesouro, mas antes encontram uma grande surpresa: uma mensagem da falecida avó Grace. Com a ajuda da matriarca dos Cahill, Amy e Dan se arriscam e se aprofundam na caçada, cada vez mais difícil. Os inimigos continuam implacáveis, mas é a incerteza da lealdade daqueles que amam que vai envenenar seus corações.

ATENÇÃO! Esse livro não é o primeiro da série e a resenha pode conter spoilers! Confira nossas resenhas anteriores dessa série, clicando na capa desejada:

O labirinto dos ossos Uma nota errada O ladrão de espadas #04 - Além do túmulo

Mais uma vez, Dan e Amy devem continuar na busca pelas 39 pistas – graças ao testamento de sua avó, Grace, os garotos embarcaram em uma jornada ao redor do mundo para tentar colecionar as 39 pistas que levam a um dos maiores tesouros da humanidade. Nesse volume inicia com Dan e Amy ainda no Egito, porém em um hotel diferente para preservarem suas vidas, depois dos Madrigais terem atacado a fortaleza dos Ekaterina. Instalados em um novo hotel, os irmãos receberem um telegrama com algumas coordenadas e assinado misteriosamente por um “tal” NNR. Os dois irmãos resolvem seguir a pista sozinhos, sem avisar a estilosa e carismática au pair Nellie Gomez…. afinal, eles pretendem só sair para conferir a pista e logo retornar para o hotel. Mas como nós já pudemos perceber, na saga de The 39 Clues as coisas nem semprem acontece do jeito que os irmãos planejam, e os dois acabam viajando sozinhos para a Rússia, terra natal de Irina Spasky, onde conhecemos os segredos da família real russa, os Romanov. Lembram do desenho Anastasia? Então, é a mesma família!

Os volumes da saga são sempre repletos de referências históricas e em O Círculo Negro isso parece ser ainda mais recorrente. É fato conhecido que a Rússia tem uma história trágica e uma carga cultural enorme e o autor consegue passar isso para os leitores. Cada detalhe da história dos Romanov foi cuidadosamente pesquisada, e afirmo isso pois, mais uma vez, assim que terminei minha leitura, corri pra internet pra saber mais sobre a história das personalidades que são abordadas nas páginas desse volume. Patrick Carman é o responsável por esse livro. Autor de séries com o Atherton e A Terra de Elyon, o Patrick Carman consegue manter o ritmo intenso da saga dos irmãos Cahill e continua com o dinamismo de diálogos presentes nos livros anteriores. Se compararmos aos livros do próprio autor, 39 Clues é mais divertido, mais aberto à ironia e piadas. Entretanto podemos ver marcas sombrias da escrita de Carman nos momentos finais do livro.A cumplicidade dos irmãos Dan e Amy também é um diferencial, uma vez que Patrick costuma escrever sobre crianças solitárias (órfãs ou filhas únicas) e o autor conseguiu lidar muito bem com a relação entre irmãos.

Esse volume trás ainda mais segredos que os anteriores: novos códigos, novas trapaças, novos esconderijos. Uma boa sacada nesse livro é o fato de Amy e Dan estarem, pela primeira vez em toda a saga, completamente sozinhos e é interessante ver como os dois evoluíram desde o começo da caçada até os dias “atuais”. Pela primeira vez os irmãos não parecem tão preocupados em ter de “passar a perna” nos parentes. Eles fazem uma parceria com os Holt, que acaba sendo até muito saudável. Amy e Dan conseguem lidar com algumas situações com maturidade, qualidade que muitos personagens adultos não possuem no livro. Os irmãos permanecem, apesar de tudo que já passaram, incorruptíveis. Talvez o fato de não puxarem o tapete de ninguém e focarem em realmente ir atrás das pistas prevaleça, e leve Amy e Dan na trilha do sucesso.

Como já sabemos de outros livros, a Rússia é a casa da mais perigosa oponente dos irmãos Cahill: Irina Spasky. Descobrimos um pouco mais sobre a personagem, porém há um enorme nuvem de mistério que a envolve, fazendo com que cada pequena novidade não revele muito sobre Irina, apenas o suficiente para nos intrigar cada vez mais. Acabamos conhecendo também alguns segredinhos sujos da russa. Além de Irina, dos Holt, e uma rápida aparição dos Kabra não temos mais nenhuma menção sobre os concorrentes: Alistair e Bae Oh, nem de Jonah Wizard.

Cada vez mais vemos a caçada das 39 Pistas se entrelaçando à história do que realmente aconteceu aos pais de Amy e Dan… até aqui já percebemos que muitos personagens sabem mais do que deixam transparecer e que essa caçaca está ficando cada vez mais pessoal para os irmãos. Há muitas perguntas sem respostas e acho que algumas podem estar demorando demais para serem reveladas, afinal metade da série já se foi. Será que os autores tiveram uma síndrome de Lost e vão deixar tudo pro volume final? É esperar pelos próximos títulos para ver no que vai dar!




4 comentários



6-2-2011 - 19:17:43

Sempre tive interesse em ler os livros dessa série..
vou colocar mais este na minha lista do skoob!
bjoo


6-2-2011 - 19:53:29

[…] This post was mentioned on Twitter by Livros em Serie, Livros em Serie. Livros em Serie said: Resenha: “O círculo negro”, de Patrick Carman (@The39CluesBR), por @Brududa e @shinydawn || http://bit.ly/e1pLlU […]


9-2-2011 - 19:00:24

já li até o “nas profundezas” da Jude Watson… e tenho que repetir: essa série é muuuito boa !


26-10-2012 - 13:41:46

eu estava atras dest resumo a decadeas aleluias


Deixe um comentário

Os campos marcados com * são obrigatórios.





Comentário *