segunda-feira, 18/12/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “Perfeitos”, de Scott Westerfeld

Resenha: “Perfeitos”, de Scott Westerfeld

PerfeitosLivro: Perfeitos (#02)
Série: Feios
Autor: Scott Westerfeld
Editora: Galera Record
Páginas: 382
Tradução: Rodrigo Chia
Resenha por: Cine
Comprar: Saraiva Cultura Submarino

Tally agora é perfeita – deslumbrante e avoada. As festas nunca acabam em Nova Perfeição, e os feitos de seus dias de feira deram a Tally uma reputação inigualável. Agora, ela precisa ser aceita entre os Crims, um grupo de perfeitos que se diverte testando os limites da cidade.Mas isso não deve demorar muito – com seu histórico de rebeldia e com Zane, o líder do grupo, ao seu lado…

Mas nem tudo corre de acordo com o esperado na grande festa dos Crims – um enfumaçado entra de penetra e isso traz de volta lembranças esquecidas há tempos, em uma certa mesa de cirurgia…

A Fumaça, apesar do golpe aplicado pelos Especiais, não está derrotada. Das imensidões desertas longe das cidades, os enfumaçados continuam a lutar e se rebelar contra as imposições da Divisão de Circunstâncias Especiais. E, de repente, Tally se vê forçada a escolher entre viver na ilusão de felicidade em Nova Perfeição, ou enfrentar a realidade e se juntar à Fumaça… mais uma vez.

ATENÇÃO! Esse livro não é o primeiro da série e a resenha pode conter spoilers! Confira nossas resenhas anteriores dessa série, clicando na capa desejada:

Feios

Depois de ter lido Feios, Scott Westerfeld automaticamente acabou entrando na lista de meus autores favoritos, por ter conseguido criar uma história tão genial e tão bem escrita, onde não deixou quase nenhuma dúvida no ar, ou com explicações sem sentido.

O final de Feios me deixou extremamente ansiosa para ler Perfeitos e assim como o primeiro volume da série, só consegui ficar mais apaixonada por esse novo mundo criado por Westerfeld.

No livro vemos Tally como uma perfeita, e todas aquelas coisas que ela desejava fazer quando ainda era uma feia. É interessante poder estar dentro daquele mundo dos Perfeitos, que eu tinha muita curiosidade para conhecer. Acontece que eu não achei que ele foi tão bem representado da maneira que poderia. Talvez pela narrativa só se focar sempre em tudo ao redor de Tally e, obviamente, ela não acaba sendo uma perfeita comum.

Mas o enredo do livro foi tão bem desenvolvido quanto em Feios. A narrativa de Scott Westerfeld não perde o ritmo em nenhum momento, e nesse volume conseguimos conhecer um pouco mais sobre o que acontece nesse futuro criado pelo autor. Como ele é comandado e até onde as autoridades vão para que tudo seja exatamente como eles querem.

O autor conseguiu responder nas horas exatas algumas questões que tinha deixado em branco ou mal explicadas em Feios, como por exemplo, a cirurgia que é feita nos jovens para se tornarem Perfeitos.

Apesar de ter amado o livro, quase nada me surpreendeu, e todas as questões respodidas sempre tem explicação plausível que às vezes eu sinto falta em outros livros que abordam uma temática de ficção como essa.

Falando um pouco dos personagens, no mundo dos perfeitos eu achava que Peris, por ser o melhor amigo de Tally, iria ser mais explorado, o que não aconteceu, mas ele não me deixou com uma má impressão como Shay, que na verdade eu não simpatizo desde o primeiro livro.

Além desses personagens já conhecidos do primeiro volume da série, temos alguns novos como Zane, que eu realmente espero que continuem até o final da série. Aliás Scott Westerfeld conseguiu me deixar com dois corações ao final do livro e mais ansiosa ainda por Especiais.

Para quem leu e gostou de Feios, com certeza vai se sentir satisfeita com o rumo de Perfeitos e ansiosa para o terceiro volume da série, Especiais. Agora, quem leu Feios e achou que a narrativa é um pouco parada e muito focada em pensamento de Tally, Perfeitos não tem muito progresso em relação a isso, também tem aquela narrativa focada somente em Tally e seus pensamentos, temores e sentimentos, por diversas páginas.


Aviso Legal: Esse livro foi adquirido pela própria resenhista.

Sobre Cine

Jornalista e professora de inglês, vivendo o sonho de morar em Nova York e ainda tentando descobrir se seria possivel viver dentro de uma da Barnes and Nobles. Viciada em cultura, passa os dias tentando decidir que livros ler enquanto tenta se encontrar na vida.

5 comentários

  1. A resenha está bem borbulhante ;D Eu também nunca gostei da shay sempre achei ela meio imprevisível. Não vejo a hora de ler Especial.

  2. amo essa série *-* estou louca pra ler Especiais !

  3. Fernanda Araújo

    ^^
    Eu já li o primeiro livro, mas ainda n li o segundo e já me espantei que vai ter um 3º
    Ou seja, Submarino, pelo amor de Deus, façam uma promoção, kkkkkkkkkk
    Adorei a resenha e obrigada por compartilhar suas impressões XD

  4. Sara Xavier Gonçalves

    Oi !!!!!! Gostei do que você falou do livro , como Paulo disse ficou borbulhante.Também não fui com a cara de Shay , mas , isso nem conta . se você tiver e-mail ou msn me passa , ok ???? Podemos conversar e discutir mais a respeito dos livros . Eu li FEIOS e PERFEITOS os outros ainda não .

  5. aaaaaaaaah eu simplesmente ADORO essa coleção. não vejo a hora de ler especiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*