sexta-feira, 20/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Notícias » Resenha: “Destino”, de Ally Condie

Resenha: “Destino”, de Ally Condie

Livro: Destino
Série: Destino
Autora: Ally Condie
Editora: Suma de Letras
Páginas: 242
Resenha por: Patoka
Comprar: Saraiva Cultura

Cassia tem absoluta confiança nas escolhas da Sociedade. Ter o destino definido pelo sistema é um preço pequeno a se pagar por uma vida tranquila e saudável, um emprego seguro e a certeza da escolha do companheiro perfeito para se formar uma família. Ela acaba de completar 17 anos e seu grande dia chegou: o Banquete do Par, o jantar oficial no qual será anunciado o nome de seu companheiro. Quando surge numa tela o rosto de seu amigo mais querido, Xander – bonito, inteligente, atencioso, íntimo dela há tantos anos -, tudo parece bom demais para ser verdade.Quando a tela se apaga, volta a se acender por um instante, revelando um outro rosto, e se apaga de novo, o mundo de certezas absolutas que ela conhecia parece se desfazer debaixo de seus pés. Agora, Cassia vê a Sociedade com novos olhos e é tomada por um inédito desejo de escolher. Escolher entre Xander e o sensível Ky, entre a segurança e o risco, entre a perfeição e a paixão. Entre a ordem estabelecida e a promessa de um novo mundo.

Sempre fui fascinada por ficção científica, por mais branda que seja. O fato de imaginar um futuro para nosso mundo me deixa no mínimo intrigada. Veja bem: Não confundir mundo criados por fantasia e os mundos da ficção. Na fantasia podemos fabricar o que quisermos: desde plantas que falam até criaturas que de fato não existem, como fadas, dragões etc. Na ficção, precisamos adaptar nosso mundo já existente e transportá-lo a um patamar tecnológico elevado, e imaginar esse novo mundo é que me deixa extasiada. Por isso, meu coração enche de expectativa toda vez que um livro desse gênero é lançado.

Mas talvez eu tenha criado expectativas demais. O mundo que Ally Condie imagina para nós é totalmente provável. Uma Sociedade controladora, que orienta nossa vida, desde o que comeremos nas refeições até com quem iremos nos casar. Tudo é feito por computadores, as profissões se baseiam somente em qual máquina você operará pelo resto da vida e até a idade da sua morte é planejada. Nisso tenho que parabenizar a autora. Foi fácil e “entendível” imaginar esse futuro. Porém, algumas coisas no livro me incomodou. Ou estou velha demais para me ludibriar com romances bobinhos ou meu senso crítico está apurado demais.

Cássia, a protagonista é esperta e não se deixa enganar pela perfeição da Sociedade. Ela sabe que erros podem ser cometidos. Seu melhor amigo é lindo, atencioso, gentil, inteligente e o cara escolhido para a vida com ela. Só que ela também se interessa por outro rapaz, e é aí que as coisas começam a desandar. Cassia fica encantada com a possibilidade de conhecer melhor esse novo carinha, cheio de mistérios. Xander, seu melhor amigo, não tem essa vantagem. Eles se conhecem desde criança. Só que leva-se muito tempo nessa indecisão sobre com quem ficar, o que fazer e a história empaca. Faltaram ações e situações que despertassem o interesse do leitor. O final do livro dá um ótimo gancho para a continuação e gera curiosidade, mas o difícil foi chegar até lá.

Friso novamente que Ally criou um futuro plausível, construiu bem seus personagens, mas pecou no andamento. O romance dos protagonistas não me convenceu.

Sobre Patoka

Fotógrafa especializada em shows, já captou com suas lentes momentos dos shows várias bandas. Essa paixão por música e fotografia a levou a abrir o CFOS. Quase infartou quando suas fotos apareceram na página oficial do Black Label Society e foram descritas como “killer shots”! Já fez produção de palco em festivais musicais e eventos, mas atualmente prefere deixar isso para os profissonais.

7 comentários

  1. Eu tava até querendo ler esse livro, mas depois dessa resenha vou deixar ele pro fim da fila!

  2. Terminei de ler esse livro hoje, simplesmente ameii. Mas realmente levei mais tempo que o necessário para lê-lo, e realmente acho que foi por conta desse romance. Eu não teria a mínima dúvida sobre com quem eu ficaria! s2

    Ótima resenha!
    Gi
    Books Are Diamonds

  3. Pâmela Armino

    Terminei de ler este livro hoje e é demais. Adorei a historia. Um dos melhores livros que ja li e espero mais.
    Recomendo.

  4. Li o livro e sinceramente nao me empolguei em nada… Me parece um livro feito baseado naquele filme “A Ilha”…
    Me decepcionei demais…

  5. eu nao gostei muito desse livro
    eu desisti dele na metade, ele enrola demais e nao tem nenhuma acao.
    eu gostei da historia por tras do livro
    mas eu cancei de ler ele
    e queria saber do final
    algem poderia me contar???

  6. Consegui chegar até a parte que ANDA.
    Achei maçante e entediante a forma de Cássia pensar. Talvez por não ter “entrado” completamente no mundo dela, por não ter conseguido me desligar do mundo em que vivemos.
    To ansiosa pela continuação, pra ver se a ação COMEÇA no próximo livro.
    =D

  7. Gostei do livro…Consegui imaginar o mundo em que Cássia vive e entender seus medos e por isso sua falta de ação perante a situação em que se encontra…em uma sociedade em que tudo é tão controlado, rebelar-se nem sempre é tão fácil…ao perceber as “falhas” da sociedade não é só ela que está em risco mas também todos que ela ama…
    Em relação ao triângulo: no início em torci pelo Ky, bonito, charmoso e misterioso…mas do meio pro final comecei a me interessar pelo Xander, afinal apesar de estar ao lado de Cassia desde que crianças há muito nele que ela não conhece, que o faz ser mais do que um par perfeito e tedioso a um verdadeiro companheiro, com muito a oferecer…espero que no próximo livro possamos conhecer o Xander um pouco mais…
    Falando em “Crossed”, alguém sabe quando ele será lançado aqui e qual será seu título em português? Já vi a capa e está lindíssima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*