segunda-feira, 23/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Notícias » Resenha: “Jogos vorazes”, de Suzanne Collins

Resenha: “Jogos vorazes”, de Suzanne Collins

Livro: Jogos Vorazes
Série: Jogos Vorazes
Autora: Suzanne Collins
Editora: Rocco
Páginas: 397
Resenha por: Cine e Bruna
Comprar: Saraiva Submarino E-book

Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstra seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garota e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte!

Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido Distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garota que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade.

Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?

Quando eu peguei Jogos Vorazes para ler eu realmente nunca imaginei que a opinião da escritora Stephenie Meyer, na contra capa do livro, iria refletir exatamente o que eu passaria ao entrar de cabeça nessa história. “A história me fez passar várias noites em claro porque, mesmo quando terminava de ler, ficava acordada pensando. Jogos Vorazes é surpreendente!”

No primeiro livro da série conhecemos Katniss, uma personagem extremamente forte, madura e sarcástica para alguém de apenas 16 anos. Katniss teve que aprender a se virar sozinha em seu distrito após a morte de seu pai, e se não fosse por ela, sua família provavelmente não sobreviveria muito tempo. Aquela frase de “viva um dia de cada vez, como se fosse o último”, se aplica bem a história da personagem principal. Katniss precisa sobreviver todos os dias para sustentar sua mãe e irmã caçula, pela qual ela faz de tudo para proteger.

Além de Katniss conhecemos também Peeta que, ao contrário da protagonista, não parece ser nada forte, ágil e inteligente quando o conhecemos. Peeta não sofreu tudo o que Katniss sofreu, não precisa lutar para salvar sua família, dia após dia. Mas, sem ele, e sem tudo o que descobrimos sobre seu o personagem e sua história no distrito 12 ao longo do enredo, Jogos Vorazes não seria um livro tão bom quanto é.

A narrativa é contada em primeira pessoa, e algumas vezes, ao longo da leitura, eu desejei que não fosse. Não por não ser bem narrada, mas porque eu queria muito saber o que estava se passando na cabeça dos outros personagens, o que estava acontecendo com eles durante os Jogos Vorazes.

A história que Suzanne Collins criou é daquelas que realmente te faz querer devorar as páginas de uma vez, porque você fica com agonia, te deixa com pontinhas de esperança, esperando que algo de bom aconteça, porém no próximo parágrafo há uma reviravolta e você volta a sentir aquela angústia pelos personagens que estão ali, lutando por suas vidas.

Podemos considerar os Jogos em si, como um grande e importante personagem na história. Tudo gira em torno dos Jogos Vorazes, um torneio em que 24 pessoas – crianças e adolescentes – devem lutar pela sua vida e do qual somente uma pessoa poderá se tornar vencedor e sair vivo da arena. Os Jogos são transmitidos por toda a nação como um reality show de muito mal gosto. Chega a ser perturbador como o pessoal da Capital transforma essa atrocidade em algo majestoso, popular entre seus moradores e até mesmo normal.

A maneira com que a autora criou a nova América do Norte, é diferente de tudo o que eu podia imaginar quando comecei a ler o livro. O motivo da nação ter se dividido em doze distritos, os motivos da guerra e das revoltadas e o que as pessoas fazem em cada um desses distritos, a nova “cultura” de cada um deles, as conseqüências que sofrem se desrespeitarem alguma “lei” imposta ao seu distrito, é realmente um baque quando você pára para imaginar “e se isso fosse verdade?”.

No meio de tantos lançamentos de livros infanto-juvenis, o primeiro volume da saga de Suzanne Collins se destaca pela originalidade, em praticamente todos os aspectos. Creio que o único ponto negativo mesmo é o preço alto do livro aqui no Brasil.

Jogoz Vorazes é o início de uma série incrível, e no final tudo o que você vai conseguir pensar é “É isso? Cadê o próximo volume? Preciso saber o que vai acontecer!”. “Em Chamas” o segundo livro da série, sai no final de Abril, pela editora Rocco.

Sobre Bru Fernández

Formada em Letras, trabalha como Revisora e Tradutora em uma agência publicitária e preenche suas horas vagas assistindo a seriados, filmes e partidas de futebol, vôlei, basquete e ice hockey, além de ouvir música, ir a shows e, claro, ler. Não curte chick-lits e prefere os thrillers, policiais, YA e fantasia. Nunca sai de casa sem guarda-chuva e um livro na bolsa, afinal nunca se sabe quando irá chover ou surgir uma fila/trânsito em São Paulo.

13 comentários

  1. Este livro me impressionou muito, quando terminei a leitura fiquei pensando por um longo tempo no jogos, no Peeta, na Katniss e esta história incrível me deixou ansiosa pela continuação. Mas “Em Chamas” está muito caro pro meu bolso, apesar de querer muito lê-lo, vou esperar o preço cair um pouquinho ou achá-lo num sebo (com preço justo, porque ás vezes eles vendem á preço de loja!)

  2. Pois é, pois é, pooois é!
    Bão dimais, né!

    Logo imaginei que “Em Chamas” seria uma “facada no crânio”. Tbm estou esperando uma promoção pra ver se consigo um precinho melhor, pois pra conseguir “Jogos Vorazes” tive que esperar um daquelas promoções em que se tem que comprar 4 livros pra conseguir um desconto de 30%. Acabei comprarndo por R$ 32,00, e ainda acho caro. Depois não adianta reclamar da gente optar por ler em e-book na net.

  3. É, os preços estão cada vez mais altos, não me surpreende ver eles assim, os livros da Rocco. SÃO um roubo, quero ler, mas se possível por e-book.

  4. Quero muuuuuito ler esse livro, mas o preço é um absurdo! Nunca entra em promoção, mas como eu não gosto de ler pela internet.. por enquanto fico sem ler a espera de um milagre (que abaixe o preço) haha

  5. O que eu ouvia de critica sobre jogos vorazes n me incentivava a lê- lo. Porem no ano passado teve um evento sobre o livro na Saraiva ( que foi MARAVILHOSO!!!!!) e a coincidentemente , eu o ganhei no sorteio! Li , amei e recomendo para todos. Fiquei tao empolgada que acabei encomendando , em ingles mesmo os outros dois volumes da série. Já comecei a ler o segundo , e ja estou sofrendo com os acontecimentos.

  6. Buno carvalho

    Bom, descobri seu site hoje, e isso me classifica como atrasado ao comentar do primeiro livro, quando o segundo já está aí para ser comprado, bom, eu já comprei e já li.

    Quero dizer que me identifiquei bastante com o que você escreveu, acho que vc conseguiu passar bem o que eu sentia ao ler o livro e agonia, com certeza é uma palavra que cabe bem aí… E como a autora sabe nos fazer ficar agoniado. Eu lembro que no primeiro livro tinha dias que por mais sono que estivesse, queria ficar ali lendo, como se uma força invisível atuasse naquele momento.

    Katniss é incrivel, é daquelas personagens que vc torce desde o inicio, e o Peeta, na minha opinião é uma das pessoas mais de bom coração que eu já vi. Torço por eles e confesso que não gosto do Gale.

    Concordo sobre os Jogos ser o personagem mais importante do livro..Acho q quando eles começam o livro fica super bonder style e vc só larga no final…

    Outro personagem que curti mto é o Cinna….

    Bom, chega de me alongar, quando vc fizer a resenha de em chamas, pode esperar comentários… até pq se jogos eu demorei uns 5 dias p ler, em chamas eu terminei em 3… Momento lia em tdo o lugar rs

    Favoritei o blog…

    :D

  7. Adorei sua resenha e sou apaixonada pela série, só que acho o “e se isso fosse verdade” não se aplica, porque se nós pararmos pra pensar, muita coisa é real, só é uma forma diferente de se ver e entender, como todos nós assistimos a tantas pessoas passar de alguma forma pelas mesmas coisas. Um abração! Tô adorando o site :)

  8. Eu gostei muito, e quero muito ler, mas a minha mãe não quer comprar por que disse que é muito violento…

  9. muito bom esse livro estou no 3 capitulo e ja estou amando!a autora saba muito bem como envolver o leitor !

  10. Maycon Manoel

    Ainda estou providenciando o livro, mas Suzanne Collins não escreveu também “Gregor, o guerreiro da superfície”?
    Por que pelo que estou lendo aqui, ela deve ter evoluído muito.

  11. Quero Muito!
    É incrível!

  12. Eu amei esse livro. Antes Harry Potter era meu livro preferido, agora é Harry Potter e Jogos Vorazes. Meu Deus, o livro é maravilhoso. Você pareceu ler minha mente: você pensou como eu pensei.
    O modo como tudo é narrado me deixava com frio na barriga, com medo, etc. Eu não queria dormir, queria ler o livro. Devorei 200 páginas em 1 dia e terminei o livro todo em 2. Recomendo este livro a todos que gostam de narrativas envolventes, personagens fortes e marcantes e livros que te surpreendem do começo ao fim. Jogos Vorazes é fantástico!

  13. Gente vale a pena comprar o livro !! eu comprei o box , e li a coleção inteira , amei !!!! Ele me prendeu do começo ao fim , desde do 1° livro até o ultimo !! SUPER recomendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*