quinta-feira, 19/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “Nevermore”, Supernatural Novels

Resenha: “Nevermore”, Supernatural Novels

Livro: Nevermore
Série: Supernatural
Autor (a): Keith R. A. DeCandido
Páginas: 352
Editora: Titan Books Ltd
Resenha por: Bruna
Compre aqui: Book Depository

Esse é um romance de Supernatural que revela uma aventura inédita dos irmãos Winchester! Há vinte e dois anos atrás, Sam e Dean Winchester perderam a mãe para uma misteriosa e demoníaca força sobrenatural. Desde então, eles cresceram aprendendo a caçar e matar criaturas paranormais que vivem nos cantos obscuros e nas estradas espalhados pelos Estados Unidos… Quando os irmãos vão para Nova Iorque para checar uma casa assombrada, eles fazem uma descoberta medonha. Uma série de assassinatos, aparentemente baseados nas histórias de Edgar Allan Poe, estão ocorrendo perto da velha casa do autor.

Simplesmente não faz o menor sentido na minha cabeça o fato da série de TV Supernatural ser o maior sucesso aqui no Brasil e, até agora, nenhuma editora teve a brilhante ideia de começar a publicar os livros da série aqui no nosso país. Não posso falar pela série toda – que deve ter uns 10 livros e alguns autores diferentes – pois só li Nevermore, mas posso afirmar aqui que o livro não me decepcionou em momento nenhum.

Vocês provavelmente não sabem, mas sou completamente viciada em séries de TV e assisto várias! Supernatural é um dos meus seriados favoritos de todos os tempos, daqueles que a gente assiste religiosamente e revê sempre que pega um episódio passando na TV, sabe? Tinha vontade de ler os livros, mas confesso que rolava um medinho de ser algo muito chato e que destoasse da série para a TV. A personalidade dos personagens, principalmente de Sam e Dean – são tão fortes e tão bem delineadas na TV que eu não queria pegar o livro pra ler e me deparar com uma coisa completamente diferente.

Mas resolvi arriscar e logo de cara ao abrir o livro me deparei com uma nota que situa o leitor em que “tempo” se passa a história contada no livro. Achei demais! Nevermore, por exemplo, conta uma história que se passa entre os episódios “Crossroad Blues” e “Croatoan”, ambos da segunda temporada. Adorei esse ‘detalhe’ que é super importante já que a série na TV já se encaminha para a sétima temporada, complicando a vida do leitor se tivéssemos que nos situar sozinhos. Essa dica temporal cai como uma luva, começou bem!

Para quem vive embaixo de uma pedra não sabe o que é Supernatural, nunca viu o programa, ele basicamente narra a história de dois irmãos que caçam demônios e outras criaturas sobrenaturais. Os irmãos Dean e Sam são órfãos de mãe, ela foi morta por um demônio quando ambos ainda eram muito pequenos. Desde então o pai dos meninos, John Winchester, não se cansa de investigar o mistério por trás da morte de sua esposa. Enquanto Dean sempre ficou ao lado do pai e colaborou com as investigações sobrenaturais, Sam deixou a casa para entrar na faculdade de direito. O desaparecimento repentino do pai, porém, promove um reencontro entre os irmãos. A partir daí, os dois irão se aventurar pelas estradas caçando os mais terríveis monstros e, aos poucos, descobrindo mais e mais sobre o passado deles. E um terrível futuro.

O começo do livro é como o início de um episódio: somos apresentados ao “monstro” em questão que será caçado pelos Winchester sem, claro, muitas informações sobre ele. Depois somos levados ao encontro dos irmãos Winchester e então seguimos na “caçada” com eles. O enredo é muito bem construído, com descrições detalhistas da maioria das passagens. O livro oscila entre toques que terror e momentos cômicos, novamente, como no seriado. Os momentos de comédia, que normalmente envolvem Dean, são um escape perfeito para o enredo. Não queria passar a resenha toda comparando o livro à série, mas é muito difícil não fazê-lo, pois ambos ficaram com estruturas muito parecidas.

Nesse livro, Sam e Dean acabam trabalhando em dois trabalhos diferentes. Vão para Nova Iorque para livrar a casa de um amigo de um amigo de um fantasma que aparece regularmente para assombrar o morador. Enquanto estão na cidade resolvem investigar algumas mortes que estão ocorrendo perto da antiga casa do famosíssimo escritor Edgar Allan Poe, pois os crimes se encaixam em mortes escritas nos livros de Poe. Adoro os contos e livros de Poe, então, para mim, isso contou como um enorme ponto positivo para a história. É muito interessante aprender mais sobre o autor junto com Sam ao longo da narrativa.

O livro é cheio de mistério e com revira-voltas impressionantes, levando o desfecho dos casos para direções que o leitor não espera. O único problema, eu acho, é que essa série talvez seja mais atrativa para quem já assiste ao seriado e está familiarizado com a história e conhece a mitologia da série. Sam e Dean acabam fazendo comentários que remetem a coisas que vimos nos episódios, falam de personagens que não aparecem no livro e sim na série, mas isso não deve diminuir o valor da leitura se você nunca viu o seriado. Você talvez perca a ideia de alguma piada, somente isso.

Entretanto foi uma ótima leitura da qual eu me arrependo de não ter começado antes. Pra quem é fã é um ótimo bônus. Pra quem não conhece é um ótimo motivo pra começar a conhecer esse mundo de Supernatural. O livro é muito bom e se você sabe inglês não aconselho a espera por um lançamento nacional não, compre e comece a ler agora mesmo!

Sobre Bru Fernández

Formada em Letras, trabalha como Revisora e Tradutora em uma agência publicitária e preenche suas horas vagas assistindo a seriados, filmes e partidas de futebol, vôlei, basquete e ice hockey, além de ouvir música, ir a shows e, claro, ler. Não curte chick-lits e prefere os thrillers, policiais, YA e fantasia. Nunca sai de casa sem guarda-chuva e um livro na bolsa, afinal nunca se sabe quando irá chover ou surgir uma fila/trânsito em São Paulo.

6 comentários

  1. Adorei a resenha! Adoro a série, acabei de comprar o pac com as cinco temporadas (não gostei da sexta) e agora fiquei louca para comprar o livro.

  2. Apesar de ser viciada¹¹²³ em Supernatural, e gostar bastante de livros inspirados em séries, games e afins … achei a leitura um pouco cansativa. O livros tem parte bem legais, mas partes em que eu simplesmente pensava: “Qual a necessidade que o autor viu em escrever isso? :S”
    Desisti da leitura no meio do livro, prentendo continuar depois só pra dar uma segunda chance ao meus lindos irmãos Winchester rsrs mas, sinceramente, esperava muito mais.

  3. Por que as editoras não lançam os livros da série de tv Supernatural aqui no Brasil? Por favor, tem alguém que está tão inconformada quanto eu e quer ter esses livros em Português com as lindas capas dos meninos? Então o que se precisa fazer para que alguma editora os publique aqui?

  4. Olha Sele, é uma boa pergunta, viu. Público eles tem, não entendo como esses livros não são lançados aqui… o jeito é ler em inglês mesmo, fazer o que?

  5. Droga, o problema é q minha leitura em inglês é horrível! eu tinha certas esperanças quando a gryphos lançou alguns livros extras sobre a série aqui, mas eu queria esses, que contam uma história deles diferentes dos episódios da série… erá que é pedir muito que publiquem esses livros? ¬¬

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*