quinta-feira, 12/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Notícias » Resenha: “A vidente”, de Hannah Howell

Resenha: “A vidente”, de Hannah Howell

Livro: A vidente
Série: Wherlocke
Autor: Hannah Howell
Editora: Lua de papel
Páginas: 207
Resenhado por: Karol
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Cultura

Estamos no século XVIII, na Inglaterra georgiana. Como todas as gerações de sua família, Chloe Wherlocke possui habilidades especiais, e o seu dom é ver além da visão física. Em 1785 ela prevê a morte de uma mulher que acabara de dar a luz e toda uma trama para atender a motivos escusos. Ao encontrar uma criança abandonada para morrer ao lado do corpo da mãe, ela salva o bebê e o cria escondido do mundo. Fazia isso por amor, mas talvez houvesse neste gesto alguma força do destino…. Com o passar dos anos, Chloe descobriu que o encontro com a criança não havia sido uma simples coincidência, e percebeu, pouco a pouco, um desenrolar de acontecimentos que envolviam todos os membros de sua família, num jogo de traições, mentiras e assassinatos. Consciente de tudo, ela precisa ser rápida para salvar a vida do pai do menino, o conde Julian Kenwood, e avisá-lo que o filho não morreu. Mas, ao se aproximar da família Kenwood, Chloe percebe seu sentimento de proteção por Julian se transformar enquanto a cada momento tudo fica mais perigoso.

Para começar, essa sinopse não faz jus ao livro, ele é bem mais interessante do que eles apresentam. Mas vou começar a minha crítica do jeito certo: explicando como fui parar nesse livro. Não é novidade para ninguém que eu gosto de romance histórico, e um belo dia esperando uma ponte área atrasada e sem mais nada para me manter acordada no aeroporto do Rio de Janeiro, me enfiei dentro de uma livraria e comecei a mexer em tudo, eis que eu vi um livro bonitinho, com uma fitinha azul turquesa fofa (adoro azul turquesa, ponto para o livro), com uma foto que parecia de época na capa (Karol, a garota dos romances históricos, ponto para a foto) e com o título ‘A Vidente’ (qualquer pessoa que me diga que pode prever o futuro tem minha total devoção, ponto para o título). Peguei o livro na mão e então comprei. Não li! Cheguei em casa e fui procurar sobre o livro na internet e amiguinha aqui do Livros em Série, Fracky, disse que já havia lido e o definiu como ‘manual de *$*&!’, não vou usar a palavra que ela utilizou pois, esse é um site de respeito! Hahaha Essa definição me deixou meio desanimada com o novo livro e eu deixei ele de lado para ler uma outra hora, quando tivesse mais tempo. Até que um belo dia encontrei- mentira, foi a Bru Duda que encontrou- os outros dois volumes da série em promoção, e comprei! Resolvi deixar de lado o fato de ser um livro daqueles que você compra em banca de jornal, com um homem seminu na capa e com cenas apimentadas (o que não deixa de ser verdade, pois na edição americana tem um peitoral masculino na capa e outros livros da mesma autora são vendidos em bancas) e me engajei a ler o tal livro.

Chloe é uma garota que tem premonições, ao ver que a sua irmã morrerá ao dar a luz a um filho já morto, e que ela e o bebê serão parte de uma trama terrível que Lady Kenwood e seu amante estão armando, Chloe vai ao encontro de sua irmã e apesar de não conseguir mudar o destino dela, ela consegue salvar o bebê Kenwood, deixado ao lado de Laurel Wherlocke para morrer. Já metida nessa roubada até o último fio de cabelo, Chloe se junta ao seu primo Leo e dedica anos da sua vida a salvar não só o garoto, mas também o pai dele, Lorde Julian Kenwood.

O final da história é bem óbvio desde a primeira página do livro, ou melhor, desde a sinopse, afinal é um romance histórico. A graça do livro está mesmo no desenrolar da história. Apesar de saber quem são os mocinhos e os bandidos, a autora deixa um mistério no ar sempre. A vidência, bem… existe, mas apesar de ser a resposta para muitas coisas, não é o principal do livro, e sim o romance e a conspiração que envolve a família Kenwood.

Os personagens são maravilhosos. Chloe é o tipo de heroína que você espera de todos os livros que lê: uma mulher forte, com vontade própria e pronta para mudar os padrões da sociedade em que vive, caso seja necessário. Além disso, eu a achei muito engraçada e daria um dedinho do pé para interpretar um papel desses, caso virasse peça ou filme. Os diálogos são inteligentes, menos quando começa aquela melação de cueca entre o casal. Por sorte, a tal melação não acontece com muita freqüência no livro, só sexo mesmo. Outro personagem genial é o primo de Chloe, sem ser o Leo, um outro- pois existem muitos e a família dela é como coelho (piada que vocês vão entender quando lerem o livro!)- e o garotinho Anthony que, por sorte, não atendeu as meus pedidos e não se tornou real saindo do livro, senão estaria com as bochechas roxas de tanto que eu iria apertar.

Conclusão: O livro é um bom romance, tem cenas apimentadas, a trama é bem desenvolvida, apesar de não ser grande novidade, e os personagens são incríveis. Achei o vídeo trailer do livro para dividir com vocês:

A série “Wherlocke” tem 4 livros lançados nos Estados Unidos- o quarto foi lançado em junho- e 3 livros lançados aqui no Brasil pela Lua de papel, todos com as fitinhas lindas que me compraram de primeira.

Sobre Karol

Atriz ruiva tão viciada em Shakespeare que foi até parar lá no palco do Globe Theatre de Londres de tanto que encheu o saco! Sem papas na língua,que sempre dá preferência a livros históricos e com culturas diferentes. Não leu Harry Potter ou Senhor dos Anéis, jogou Crepúsculo longe no meio do segundo livro mas é capaz de devorar qualquer livro que contenha um rei, um indiano ou um espírito no meio. Estranha, usa personagens românticos como referencia quando briga com o namorado, transforma tudo em um drama histórico e deseja silenciosamente transformar todos os livros que lê em filme.

17 comentários

  1. Não vou mentir que teve uma promoção muito boa desses livros, um dia desses, e eu não comprei pq só tinha lido resenha falando mal.
    MUITO OBRIGADA! Minha dívida com a livraria (qq uma delas) acaba de aumentar! auhauhaua
    =*

  2. Como já disseram aí em cima, vi muitas resenhas negativas sobre esse livro. Soube disso só depois de comprá-lo na Bienal aqui do RJ. Acho que não fizeram jus à história, pois ela me prendeu do começo a fim.

    Beijo!

  3. Olá li a se resenha e fiquei animada para ler o livro, porém não tenho fundos no momento pra comprar kkkk . Gostaria de saber onde eu posso achar ele em ebook ? E porque nas capas dos livros sempre tem um cara sem camisa ? chega a ser engraçado…Bjks

  4. Daniela Klagenberg (@DanEbeling)

    Gostei da resenha.
    Fiquei encantada com a história.
    Adoro romance histórico e é bom
    saber que se trata de uma série
    é melhor ainda.
    Vou procurar ler!

  5. Karol, o meu está aqui na minha frente, eu o tinha colocado no final do meu “monte” de livros, pq me disseram que era uma porcaria!!!
    Vou colocá-lo na minha “sacolinha de verão”, onde colocarei minha leitura em dia, e ele vai viajar com a turma.

    Obrigada por me dar um empurrãozinho nesta leitura, pois eu já tinha desanimado!

    Bjoks Karol, adoro suas resenhas, são sempre divertidas!!!

  6. Huuum, pera, xo colocar na lista. Gostei da resenha, fikei muito interessada…

  7. Que bom que curtiram!
    As resenhas que tem dele por ai, realmente, não falam muito bem, mas achei uma trama interessante e personagens bem marcantes! É super fino, então vale a pena ler :D

    Obrigada Deia :D

  8. Poxa vende um hiper mercado pertinho da minha casa com os 3 livros DA SÉRIE numa estante e o melhor divide em 6x kkkk’

    Vou comprar JÁ!

  9. então, inicialmente já me interessei… só que eu já estou mto “atrasada” em todas as outras sagas que já devia ter terminado a tempos; vou demorar um pouquinho para lê-los então mas, mesmo não tendo tempo, tenho paciência e passe o tempo que for-o menos possivel,espero-vou ler todos dessa serie… :)

  10. quero ler… quero ler… quero ler…quero ler… :( quero ler… quero ler…quero ler… quero ler… quero ler… quero ler…quero ler…!
    quero ler…quero ler…
    quero ler…quero ler…quero ler…quero ler…quero ler…
    quero ler…quero ler…
    quero ler…quero ler…
    quero ler…quero ler…!!!

  11. confesso que me interessei de primeira, adoro livros de suspense e uma pitada de ficção com romance…concerteza tá na lista de leituras…adorei a resenha.bjs

  12. li a resenha e nao gostei mas, escolhi o livro foi pela capa e meu estinto nunca falha. comprei os tres. adorooo

  13. -O primeiro livro da série que li foi A Intuitiva, gostei tanto que li em um dia. Então procurei os outros dois, amei cada parte. Agora só falta ler O Escolhido. #<3

  14. Bom,quando li,achei o comecinho um pouco chato,mas aí fui lendo mais e mais e fui viciando e me apaixonando. Adorei,e vou ler o resto da série. ;)

  15. Eu adorei esse livro. quando comecei num parava mais de ler, tinha muitas cenas de sexo mais tirando isso o livro é bom do mesmo jeito. como eu já li e gostei posso indicar esse livro pra qualquer pessoa que gosta de romance

  16. Rosenely Aline

    Eu adorei o Livro, tenho os dois primeiros, li o e-book do terceiro e estou lendo o quarto. Mas eu queria saber se alguém sabe se tem este livro em espanhol (gostaria muito de ler ele em espanhol :)) Obrigada!

  17. Amo essa série de coração, e não consegui entender por que de outras críticas tão ruins sobre ela, enfim fico feliz que vc soube retrata bem o que tem na história, por que o livro é fascinante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*