terça-feira, 19/11/2019
Últimas do LeS:
Capa » Top 10 de Terça » Coluna Fora de Série #4: Filmes e séries que deveriam ser livros

Coluna Fora de Série #4: Filmes e séries que deveriam ser livros

Se hoje o que nós mais vemos nas telas de cinema são centanas de adaptações de livros, está cada dia se tornando mais comum vermos também os filmes e seriados de maior sucesso no exterior serem adaptados para as páginas ou até mesmo virando uma saga com histórias totalmente inéditas com os personagens que tanto adoramos ver em nossa televisão. Por isso na coluna Fora de Série de hoje a equipe do Livros em Série selecionou alguns filmes e seriados que adoramos e que com certeza dariam ótimos livros!

Filmes:

O preço do amanhã (In Time). Esse filme estrelado por Justin Timberlake e Amanda Seyfried tem uma trama de uma sociedade futuristica que está super em alta na literatura. Aqui o tempo se tornou a maior moeda de todas e quando uma pessoa chega aos 25 anos ela simplesmente para de envelhecer e possui só mais um ano de vida, a não ser que tenha dinheiro para pagar pelo tempo extra. Após um homem estranho e rico passar todo o seu tempo para Will Salas (Timberlake), ele acaba sendo acusado de homicídio e se vê obrigado a sequestrar uma jovem (Seyfriend) para conseguir ganhar mais tempo e provar sua inocência.

Gamer. Fãs de Jogos Vorazes com certeza iriam amar se esse filme também fosse uma série de livros! Nesse filme um novo jogo de videogame é a grande febre do momento. Através dele milhões de internautas podem assistir um grupo de condenados lutando para sobreviver como se fossem personagens virtuais, sendo controlados por jogadores. Kable (Gerard Butler) é a grande estrela do jogo, sendo comandado por um adolescente. Em meio à batalha, Kable precisa usar suas habilidades para vencer o jogo e derrubar o sistema que o aprisiona.


Matrix. Um clássico de ficção que com certeza ganharia muitos fãs se fosse adaptado para as páginas. Em um futuro próximo, Thomas Anderson (Keanu Reeves), é um jovem programador de computador que mora em um cubículo escuro, e é atormentado por estranhos pesadelos nos quais encontra-se conectado por cabos e contra sua vontade, em um imenso sistema de computadores do futuro. Em todas essas ocasiões, acorda gritando no exato momento em que os eletrodos estão para penetrar em seu cérebro. À medida que o sonho se repete, Anderson começa a ter dúvidas sobre a realidade. Por meio do encontro com os misteriosos Morpheus (Laurence Fishburne) e Trinity (Carrie-Anne Moss), Thomas descobre que é, assim como outras pessoas, vítima do Matrix, um sistema inteligente e artificial que manipula a mente das pessoas, criando a ilusão de um mundo real enquanto usa os cérebros e corpos dos indivíduos para produzir energia. Morpheus, entretanto, está convencido de que Thomas é Neo, o aguardado messias capaz de enfrentar o Matrix e conduzir as pessoas de volta à realidade e à liberdade.

Homens de Preto (Men in Black). Esse com certeza também já virou um clássico de ficção científica e até ganhou seu terceiro filme esse ano, mas para quem não está familizarizado com essa ótima franquia que mistura ficção com comédia, homens de preto fala sobre uma agência secreta governamental que fiscaliza os alienígenas que já vivem na Terra, sendo que alguns são vigiados em tempo integral. James Edwards (Will Smith), um novato na organização, em parceria de K (Tommy Lee Jones), um veterano agente, tenta impedir um terrorista intergalático, que planeja assassinar dois representantes de galáxias opostas e destruir o planeta Terra.

Séries

Awkward. Esse é um seriado que se encaixa perfeitamente no gênero de chick lit ou romances contemporâneos com uma pitada de muito bom humor. A série conta a história de uma estudante invisível, Jenna Hammilton. Após sofrer um acidente bizarro, todos começam a pensar que Jenna é uma garota suicida, e assim, começa a ganhar um certo de tipo de popularidade. Mas o problema é que Jenna se apaixonou pelo garoto mais popular da escola, Matty McKibben, e ele para não ser ridicularizado, namora com ela às escondidas. Além disso, Jenna também precisa descobrir quem é o autor de uma carta maldosa que recebeu, enquanto lida com os problemas que sua fama lhe traz.

Once Upon a Time. Esse é um dos seriados mais elogiados desde a sua estreia no ano passado e se encaixaria perfeitamente no gosto de fãs que adoram fantasia e aventura com muitos mitos. Na história Henry Mills é uma criança que acredita que os contos de fadas são reais em sua pequena cidade de Storybrook, em Maine. Adotado pela prefeita da cidade, um dia o menino foge com o seu favorito livro de contos, em busca de sua mãe biológica, e acaba a encontrando justamente em seu 28º aniversário. Movida pela honestidade da criança – que ela percebe ser o seu filho – decide levá-lo de volta para a sua mãe adotiva e no caminho, o jovem lhe explica que vive num conto de fadas, onde a rainha má é sua madrasta e que todos os habitantes da cidade são personagens dos contos de fada que perderam a memória, numa terra em que o tempo parou e que somente Emma poderá salvar a todos.

Grimm. Mais outra série que é baseada em contos, só que dessa vez todos os contos criados pelos famosos Irmãos Grimm. A diferença é que aqui a fantasia se mistura com bom humor e suspense, numa história onde Nick Burkhardt, um detetive de homicídios que tem sua vida transformada ao descobrir que é descendente de uma sociedade secreta, conhecida como Grimm. Sua missão, assim como a de seus antepassados, é manter o equilíbrio entre a vida real e a mitologia. Essa ligação com o mundo das fábulas oferece alguns perigos ao detetive e seus entes mais próximos, em especial sua noiva Juliette Silverton e seu parceiro de trabalho Hank Griffin. Porém, quanto mais Burkhardt tenta se afastar, mais se aproxima de suas raízes e inimigos do passado. Com a ajuda de Monroe, um Blutbad renovado e seu confidente, ele terá de lutar contra estranhas criaturas, conhecidas como Wesen, que o perseguem e fazem mal às pessoas do mundo real.

E para vocês, quais filmes ou seriados de TV que deveriam também ser adaptados para livros?

Sobre Cine

Jornalista e professora de inglês, vivendo o sonho de morar em Nova York e ainda tentando descobrir se seria possivel viver dentro de uma da Barnes and Nobles. Viciada em cultura, passa os dias tentando decidir que livros ler enquanto tenta se encontrar na vida.

6 comentários

  1. Ia amar ver Gamer e Grimm no formato livro! Nossa… que sonho <3

  2. mt boa essas escolhas, com certeza eu leria todos!! once upon a time e grimm seriam os primeiros, adoro as series!

  3. Natal Negro e Pânico na Ilha (Fear Island e não Club Dread)dariam ótimos livros de terror e suspense. Os filmes em si não são bons pq não captam o potencial das histórias que contam. A direção técnica que não ajuda, mas eu vi personagens e tramas bem profundas u_u Seriam Best Sellers.

  4. Concordo que o filme do Justin Timberlake e Amanda Seyfried deveria ser uma serie de livros, tanto q depois q eles se encontram e fogem o filme cai de qualidade virando um cliclê só, tipo ‘bonnie e clyde’ ali ele perde o rumo definitivamente e fica #boring faltando a mão do escritor.É um filme de roteristas com uma boa ideia mas sem boa execução no fim do enrendo.

    ps: Um filme q faltou na sua lista foi Daybreakers. Ele é superdistopico.

  5. Marialina Fernandes

    Jogador N.º 1 me lembra demais Gamer. Apesar de não ser série, vale muito a pena ler.

  6. Ai Cine, eu não tenho boas experiências em filmes adaptados para livros, alias meus favoritos são adaptações de Comics *-* Mas eu compraria os livros das séries que você citou, cm certeza

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.