03 de October de 2012
Postado por: Lais @ Arquivado em: Notícias, Resenhas

Livro: A Seleção
Série: A Seleção
Autor (a): Kiera Cass
Páginas: 368
Editora: Seguinte
Resenha por: Lais
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Travessa Folha

Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.

A Seleção é um livro que você lê de uma vez só. A escrita de Kiera Cass flui muito fácil e você se vê envolto no mundo de America Singer logo. Embora o início do livro (e talvez uma parte do meio e do fim) seja bem previsível, Cass conseguiu levar a história de um jeito interessante e com personagens cativantes.

Aliás, acho que para mim o ponto alto de A Seleção foram os personagens. Senti profundidade mesmo nos mais secundários. A minha impressão é que Cass realmente pensou em todos eles, histórias, pensamentos, trejeitos, porque todos me pareceram bem construídos. Gostei dos personagens que tinha que gostar, desgostei dos que eram para serem desgostados e até criei suspeitas que imagino que foram intencionais.

A verdade é que A Seleção é um tanto quanto bobo, mas é envolvente e deixou muitos pontos interessantes levantados para os próximos livros da série. Esse livro foi focado no romance, mas tudo me leva a crer que os próximos não serão, já que Cass foi tornando a política cada vez mais importante ao longo do livro.

Gostei muito de ler uma distopia que não tem medo de ser um livro romântico. Ultimamente, tenho lido muitas que deixam o romance em segundo plano (e gosto muito desses livros, não me entendam mal), mas um romance bem construído pode ser um bom foco para um livro. E Cass aproveitou muito bem alguns clichês. Quer dizer, é muito divertido torcer para um ou outro e ver America em dúvida.

O melhor desse livro é que além de esperar a continuação, tem toda a emoção de poder virar uma série. A CW fez um piloto que foi descartado para a temporada de outono, mas outro piloto foi/está sendo gravado para ser analisado para a temporada de primavera. Então vamos torcer para A Seleção, porque tenho a impressão de que todos aqueles vestidos bonitos iam dar uma série muito legal.


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.


Uma biomédica de 23 anos que ama livros, cupcakes e gatinhos. Pottermaníaca confessa, divide seu tempo entre internet, séries, cozinhar doces, eventuais atividades de geneticista e ficar espiando pelo canto do olho se sua carta de Hogwarts finalmente chegou.




6 comentários



1. Ana Paula
5-10-2012 - 01:48:14

À primeira vista, eu não me interessei nesse livro. Achava que era uma capa bonita e só. Nem prestei muita atenção na história, e nem tinha entendido direito, tanto que só depois que fui descobrir que era uma distopia. E achei muito interessante essa coisa de distopia “inspirado” na idade média (vestidos, príncipes, o pobre não se misturar com os ricos, quer dizer, oi?). Normalmente a gente imagina aquele governo cruel, autoritário, mas cheio de tecnologias e tal. Essa distopia parece ser totalmente diferente. Apesar de amar livros com muita ação e aventura, também sou fissurada por romances clichês assim. Oh, acho que outro livro já entrou para minha lista de ‘vou ler’.


23-10-2012 - 18:06:47

Me interessei mto por esse livro, a história é bem interessante justamente por não ser uma distopia que se passa com muita tecnologia e afins, além da acapa ser lindaaaaa!!!!


26-10-2012 - 14:59:01

Amei! Entrou para a minha lista de ”vou ler siim!”


4. Gabriela280
3-11-2012 - 10:39:03

A capa é bela, Sim, Mas o livros ñ é td isso…’


5. isabela
11-11-2012 - 17:11:54

O livro me chamou atençao pela capa achei mt bela li a sinopse e gostei li ele em menos de duas horas e realmente viciante.Mas fiquei muito revoltada com o final alias queria saber como ira terminar poderiam me falar ce tem alguma continuaçao do livro? iria ser otima com certeza !!


6. Tais
27-12-2012 - 21:39:22

Eu me apaixonei pelo livro, li em poucas horas e estou maluca para ler A Elite, pena que só vai ser lançado em 2013! Recomendo a todos a ler A seleção é emocionante e estou em dúvidas se fico do lado de Maxon ou de Aspen ;)


Deixe um comentário

Os campos marcados com * são obrigatórios.





Comentário *