quinta-feira, 12/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha de Lançamento: “Trocada”, de Amanda Hocking

Resenha de Lançamento: “Trocada”, de Amanda Hocking

Livro: Trocada
Série: Trylle
Autor(a): Amanda Hocking
Páginas: 326
Editora: Rocco
Resenha por: Bruna
Lançamento: 04/03/2013
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Fnac Folha Travessa

Quando Wendy Everly tinha seis anos, sua mãe foi convencida de que ela era um monstro e tentou matá-la. Onze anos mais tarde, Wendy descobre que sua mãe poderia estar certa. Ela não é a pessoa que ela sempre acreditou ser, e toda a sua vida começa a ser desvendada. Tudo por causa de Finn Holmes. Finn é um cara misterioso e parece estar sempre olhando para ela. Cada encontro deixa Wendy profundamente abalada. Mas não é muito antes de ele revela a verdade: Wendy é uma changeling que foi trocada ao nascer e ele veio para levá-la de volta para casa. Agora Wendy sobre a viagem a um mundo mágico que ela nunca soube que existia, um que é ao mesmo tempo bela e assustadora. E onde ela deve deixar sua antiga vida para trás para descobrir qual será o seu destino.

Não sabia exatamente o que esperar de Trocada. Não conhecia a autora, apesar de ela já ter outras obras publicadas aqui no Brasil, e a sinopse não revela muito, somente que o livro é sobre changelings, que nada mais é que uma criança trocada (o que já explica o título do livro). É a prole de uma fada, troll ou outra criatura lendária que foi deixada secretamente em troca de uma criança humana.

Quem narra a história é Wendy, a protagonista. Logo de cara ela (Wendy) nos leva de volta ao aniversário de seis anos dela, em que ela briga com a mãe por ela ter comprado um bolo de chocolate para o seu aniversário e ela não gosta de chocolate. Nesse primeiro instante só me passava pela cabeça: “que mimada, esse livro vai ser um saco se continuar assim”. Mas logo depois, a mãe de Wendy afirma que ela não é a filha dela e tenta tirar a vida da garota, afirmando que ela matou seu filho mais novo. Voltamos então para o tempo presente em que Wendy mora com seu irmão mais velho, Matt, e sua tia, Maggie. Os três vivem se mudando pois a protagonista é sempre expulsa dos colégios em que estuda.

Se no comecinho do livro eu tive uma má impressão de Wendy, aos poucos a personagem conseguiu ir me conquistando e tirou a má impressão. Wendy é como uma jovem qualquer, apenas tentando se encaixar no mundo em que vive, mas sem achar uma brecha. A maior diferença está no fato de que ela consegue induzir as pessoas a fazerem tudo o que ela quer. Nessa nova escola ela está decidida tentar a mudar e acaba fazendo uma amizade com Finn Holmes, um misterioso garoto. Aos poucos ela descobre que Finn sabe muito mais sobre quem ela realmente é do que ela mesma.

Depois de ser atacada perto de sua casa por um homem e uma garota (os Vittra) que tentam sequestrá-la, Finn resolve levar Wendy de volta para sua verdadeira casa: Förening.

O livro foi uma boa surpresa: o enredo, apesar de simples, é instigante e tem detalhes que nos fazem questionar o que realmente está acontecendo ao redor do novo mundo de Wendy. Fazia tempo que eu não pegava um livro que me fazia virar as páginas tão rapidamente e pensar o tempo todo: “só mais um capítulo”. O livro tem um ritmo perfeito, sem desníveis. Apesar de ter como tema o sobrenatural, Hocking inovou falando de criaturas novas e criando um mundo diferente do que eu tenho lido por aí, esse é o primeiro livro sobre changelings que eu leio e tenho na minha estante. Pra quem gosta de livros YA, é um prato cheio e renovado.

Comecei a ler Trocada torcendo o nariz para a personagem principal e terminei torcendo demais por ela. A autora trabalhou muito bem o crescimento da personagem e foi impossível pra mim não me apegar à Wendy e me preocupar com as escolhas dela, torcendo a cada virada de página. Existem outros personagens muito bons ao longo da leitura: Rhys (o meu preferido!), Elora, Tove, Willa… infelizmente é complicado falar deles na resenha sem dar spoiler. Vocês terão que ler pra entender do que estou falando, haha ;)

O mais legal no entanto é chegar ao final do livro e… dar de cara com um conto bônus! Os Vittra atacam é um conto que mostra o lado do “inimigo”, os Vittra. Posso dizer que o conto só atiçou mais a minha curiosidade em torno da personagem principal e o que ela realmente representa para o mundo de Förening. Ótima iniciativa da Rocco de incluir o conto no livro! Bem melhor do que lançar ele separado em formato e-book, na minha opinião.

Em tempo: os direitos de adaptação dos livros para o cinema foram vendidos em fevereiro de 2011. Teremos mais uma adaptação vindo por aí?!

Sobre Bru Fernández

Formada em Letras, trabalha como Revisora e Tradutora em uma agência publicitária e preenche suas horas vagas assistindo a seriados, filmes e partidas de futebol, vôlei, basquete e ice hockey, além de ouvir música, ir a shows e, claro, ler. Não curte chick-lits e prefere os thrillers, policiais, YA e fantasia. Nunca sai de casa sem guarda-chuva e um livro na bolsa, afinal nunca se sabe quando irá chover ou surgir uma fila/trânsito em São Paulo.

11 comentários

  1. Me lembrou um pouco o Asas, por causa das fadas e da criança trocada. Tudo bem que em Asas não há crianças trocadas, apenas uma menina que é deixada no mundo humano e adotada por uma família. Mas me lembrou um pouco.
    Eu gostei da resenha, mas não me senti tão louca pra ler o livro. Vou colocar na lista, mesmo assim.

  2. Essa história me lembrou Asas, pelo menos no começo pela história de filhos de criaturas serem trocados por humanos e depois terem de retornar a seu mundo de origem!

    Pela resenha parece legal!!

  3. Yasmin Carli

    É proibido postar antes do dia 09 e vocês postaram! Isso é injustiça!

  4. A editora nos passou que as resenhas deveriam ser a partir do dia 5 :)

  5. Estranhamente, lendo a resenha pensei imediatamente em O substituto, acho que por causa desse tema de troca e tal… parece um bom livro, mas aí quando dizem “trilogia” eu já desanimo, só de pensar em todas as séries que nem vou chegar a completar, aiai. :\

  6. Adorei sua resenha, faz um tempo que eu quero ler esse livro, me parece ser uma história bem legal.

    http://thebooksmylife.blogspot.com.br/

  7. Esse livro lembra o que eu estou lendo atualmente, O Rei de Ferro da Julie Kagawa, mesma situação, criança trocada, só que no caso a Meghan vai buscar o irmão nessee novo mundo. Assim que der lerei esse livro também. Valeu a dica.

  8. É indicado para uma criança de 11 anos?

  9. Adorei!!!
    a serie é bem interessante,,, sai do esperado!!!
    fica a dica!!

  10. Olá! Estou lendo Trocada e gostei muito. Será que essa trilogia não poderá virar um filme?

  11. Estou lendo o livro e estou gostando muito!!
    Também achei que seria chato, mais no segundo capitulo mudei de ideia. Super recomendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*