quarta-feira, 22/02/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “A viagem do tigre”, de Colleen Houck

Resenha: “A viagem do tigre”, de Colleen Houck

Livro: A viagem do tigre
Série: A maldição do tigre
Autor: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Páginas: 494
Resenhado por: Karol
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Folha Americanas

Em sua terceira busca, a jovem Kelsey Hayes e seus tigres precisam vencer desafios incríveis propostos por cinco dragões míticos. O elemento comum é a água, e o cenário de mar aberto obriga Kelsey a enfrentar seus piores temores. Dessa Vez, sua missão é encontrar o Colar de Pérolas Negras de Durga e tentar libertar seu amado Ren tanto da maldição do tigre quanto de sua repentina amnésia. No entanto o irmão dele, Kishan, tem outros planos, e os dois competem por sua afeição, além de afastarem aqueles que planejam frustrar seus objetivos. Em A viagem do tigre, terceiro volume da série A maldição do tigre, Kelsey, Ren e Kishan retomam a jornada em direção ao seu verdadeiro destino numa história com muito suspense, criaturas encantadas, corações partidos e ação de primeira.

Quem leu O resgate do tigre sabe o tamanho do desespero que dá na pessoa em pegar A viagem do tigre na mão e começar a ler. O segundo livro da série acabou de forma tão dramática e tão inesperada que você sente uma ânsia de saber como tudo isso vai se desenrolar nesse terceiro livro. E é exatamente assim que começa, puro drama! As primeiras páginas te envolvem e você entra em um desespero para saber o que se passa com o tão amado Ren e se ele finalmente vai se lembrar de Kelsey ou se vai continuar fazendo a pobre coitada sofrer. E acho que é exatamente ai que se desenrola a principal linha desse livro, ele é mais interessante no romance do que na aventura.

Os meus sentimentos pelos personagens principais mudaram inúmeras vezes ao longo da estória. No começo sentia uma dó horrível pela Kelsey, queria pegar ela no colo e falar ‘vai passar, vai passar’, mas ai, no final, já me peguei querendo agarrar ela pelos cabelos, dar três tapas na cara e mandar ela voltar à realidade. Quem ela pensa que é? A última bolacha do pacote?! Por Ren, comecei com uma raiva imensa, mudou para puro amor, ai a maior raiva do universo e depois uma dó de doer o coração. E Kishan, bem, sempre aquela pulga atrás da orelha, que fica falando ‘deixa de ser fura olho’ mas que ao mesmo tempo se mistura com adoração. Eu sei que pode soar estranho, e você deve tá pensando que essa é a pior resenha que você já leu na sua vida mas, é exatamente essa mudança de sentimentos que o leitor tem ao longo da trama que faz o livro ser bom. No final, parece que se passaram quinhentos anos e milhares de acontecimentos mas, na verdade, foram apenas 494 páginas.

Quanto à criatividade de Colleen, não posso falar nada! Sempre surpreendendo, com coisas novas, muitas aventuras, não só uma que se arrasta o livro todo, e todas com um bom começo, um bom meio e um bom fim. Coisas rápidas, sem aquela descrição que te faz perder o foco do que realmente está acontecendo naquela hora, além de te prender de tal forma que você sempre precisa terminar essa ‘fase’ da aventura antes de fechar o livro e ir fazer o que tiver que fazer.

Quanto a cultura indiana, que é o diferencial desse livro, senti um pouco de falta. No começo aparece, mas depois senti que poderia ser em qualquer outro país que não mudaria o que estava acontecendo na estória.

O final, por incrível que pareça, não me deixou pensando ‘o que vai acontecer agora?’ mas sim ‘como a Colleen vai resolver isso?!’. Sei que Kelsey tem mais uma aventura pela frente, e nós, dois livros; o que eu não sei é como a autora vai desfazer esse nó que ela criou na vida de Kelsey, Ren e Kishan. Sorte nossa que a continuação, O destino do tigre, já foi lançada!

Sobre Karol

Atriz ruiva tão viciada em Shakespeare que foi até parar lá no palco do Globe Theatre de Londres de tanto que encheu o saco! Sem papas na língua,que sempre dá preferência a livros históricos e com culturas diferentes. Não leu Harry Potter ou Senhor dos Anéis, jogou Crepúsculo longe no meio do segundo livro mas é capaz de devorar qualquer livro que contenha um rei, um indiano ou um espírito no meio. Estranha, usa personagens românticos como referencia quando briga com o namorado, transforma tudo em um drama histórico e deseja silenciosamente transformar todos os livros que lê em filme.

6 comentários

  1. Garota, me dê um abraço! “Eu sei que pode soar estranho, e você deve tá pensando que essa é a pior resenha que você já leu na sua vida…”, eu te entendo Karol, eu li o livro há dois meses e até hoje não consegui sequer descrever o que eu senti com esse livro em mãos, os outros foram emocionantes também, e o final do segundo me fez querer arrancar meus cabelos, só que eu fechava esse livro a todo momento para tentar respirar e eu só pensava: Minha nossa Colleen, o que raios você está fazendo comigo? Eu não aguentava mais chorar, os sentimentos mudavam constantemente e eu estava enlouquecendo, mas quando eu fechei o livro eu já estava sem fôlego e com os olhos vermelhos, como essa autora faz isso? Eu não consegui escolher um príncipe preferido, mas acho errado a Kells ficar com o príncipe errado, ela foi feita para um e apenas ele (acho que você entendeu, não quero soltar spoiler), mesmo que eu também tenho um imenso carinho pelo outro. Disseram que O Destino do Tigre fecha perfeitamente a série, não sei se estou preparada para dizer adeus, acho que essa série mexeu muito com várias pessoas e me despedir dela vai ser como chorar uma cachoeira. Ah, desculpe meu entusiasmo no comentário gigantesco, é que quando vejo uma resenha assim, tão perfeita, preciso comentar, é quase uma necessidade, parabéns pela resenha, adorei seu ponto de vista, finalmente alguém entendeu o que eu sentia, que venha o próximo livro pra Colleen poder acabar de vez com o que restou de nossos corações!
    Beijos

  2. Oi Larissa!
    Obrigada pelo comentário super fofo que vc deixou!! Fico feliz que eu tenha conseguido passar o que senti com o livro e que muitas pessoas se sentiram da mesma maneira!
    Concordo com vc sobre a escolha do príncipe! A gente acaba gostando dos dois, mas sabemos que ‘é certo’ ela ficar com um, e não com o outro. Tbm ouvi dizer que O Destino do Tigre fecha essa confusão desse livro, sem querer vi uns spoilers na página oficial da autora, e acho que vai ficar tudo bem, o problema é chegar até lá! haha Vamos chorar muito ainda. Bom tbm é saber que a autora já está escrevendo no quinto livro, e que O Destino do Tigre não é o último! hahaha
    Obrigada!!!
    bjos

  3. Oi
    Eu ainda não li o terceiro livro. Mais concordo com você, dá um desespero quando começo a ler, que fica quase impossível parar. Gostei da resenha, agora é correr pra adquirir e saborear.

  4. gostaria de saber se alguém pode me enformar se já saiu o novo livro de Colleen Houck o destino do tigre se já onde encontro para comprar

  5. O livro mais chato que já li, nem passei do terceiro capítulo. História sem graça com elementos patéticos. Só dinheiro jogado fora.

  6. maria do socorro

    Gente os livros sao um espetaculos a historia e muito envolvenda qto mais voce le mais quer ver ofinal.eu queria sabwr qdo vai sair o quarto livro porque estpu no terceiro. bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*