segunda-feira, 16/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “Inferno”, de Dan Brown

Resenha: “Inferno”, de Dan Brown

Livro: Inferno
Série: Robert Langdon
Autor: Dan Brown
Editora: Arqueiro
Páginas: 448
Resenha por: Guilherme
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Folha Travessa

Neste fascinante thriller, Dan Brown retoma a mistura magistral de história, arte, códigos e símbolos que o consagrou em “O Código Da Vinci”, “Anjos e Demônios” e “O Símbolo Perdido” e faz de Inferno sua aposta mais alta até o momento. No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado numa das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri. Numa corrida contra o tempo, ele luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o leva para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo poema de Dante, e mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.

Robert Langdon retorna para a sua quarta aventura em mais um thriller eletrizante de Dan Brown. Dessa vez o professor de Simbologia de Harvard é arrastado para o coração da Itália, mergulhando na obra O Inferno de Dante, de Dante Alighieri. Ao acordar sem memória em um hospital, Langdon descobre-se caçado por uma mulher que parece não medir esforços para matá-lo. Sem ninguém para confiar além de uma recém-conhecida, a doutora Sienna Brooks, o professor se vê emaranhado numa trama de pistas e traições, correndo contra o tempo para impedir que uma Peste Negra de proporções globais se instale no mundo.

O livro segue a fórmula que consagrou Dan Brown: fugas alucinantes, cenas de ação dignas de Hollywood, passagens por lugares clássicos e mistérios envolvendo obras de arte famosas. Logo no começo o leitor já se vê em uma montanha russa que se mantêm até o final do livro – às vezes há uma caída de ritmo, quando Dan Brown explica uma determinada obra ou a origem de determinado lugar, mas nada que prejudique o resultado final. Mesmo essas passagens menos eletrizantes se encaixam dentro da história e são necessárias para que o leitor compreenda a obra.

Os personagens também merecem atenção – dos personagens principais e vilões, passando por coadjuvantes, todos são muito bem construídos e carismáticos. Robert Langdon tem um destaque à parte: o professor é um protagonista muito bacana, e ver Langdon vencendo tropas armadas usando da inteligência e do conhecimento é impagável. Sua companheira em Inferno, Sienna Brooks, é igualmente fascinante, uma personagem que surpreende o leitor até o último capítulo.

Com Inferno, Dan Brown mostra que ainda tem muito fôlego. O livro é cheio de reviravoltas (o seu queixo vai cair durante os últimos capítulos), transformando a obra de Dante Alighieri num thriller cinematográfico até o final, onde todas as pontas são amarradas com elegância. Os fãs de Robert Langdon podem ler sem medo e, se você nunca leu uma das aventuras do professor, comece por Inferno. Uma dica? Leia com o google imagens aberto, para procurar as obras e lugares citadas ao longo da história.

Sobre Guilherme

Nasceu no Condado de Roseira e foi se perder na cidade grande de São Paulo, onde cursa o terceiro ano de Publicidade e Propaganda na Faculdade de Comunicação Cásper Líbero. Viciado em séries, música e livros, prefere passar uma noite de sábado lendo "Sob a Redoma" do que sair para balada. Escreveu um livro que - se tudo sair como deve - será publicado ainda esse ano, talvez em agosto. Vai que dá certo e ele vira um escritor famoso, né.

9 comentários

  1. joão ramalho

    Gosto muito desse tipin de literatura, pra quem sabe curtir sabe do que estou falando, recomendo e vou comprar esse livro;…

  2. Dan Brown é o melhor autor de simbologia, ele não só centraliza em assuntos fuderosos, como os mistérios religiosos, mas sim em mistérios reais.

  3. Os livros dele são extraordinarios, munidos de muito conhecimento exotérico adoro.

  4. Estou no capítulo 30 e estou curtindo bastante.

  5. leandro brittes

    Comprei o livro e completei a leitura em cinco dias.
    Completamente magnético o material produzido, nos fazendo viajar pelo mundo da história e nos fazendo refletir sobre o impacto do crescimento frenético da população mundial e sua consequência. Recomendo.

  6. ameiiiiiii
    o livro top de linha
    sqn

  7. odiei
    o livro so fala de capeta

  8. Eu comprei Inferno de Dan Brown em uma promoção nas Americanas e, como já tinha lido O Código da Vinci e O Simbolo Perdido, sabia que não iria me arrepender. De fato, a história é frenética e muito boa! Ela segue o mesmo esquema dos outros livros com Robert Langdon, o professor que resolve todos os problemas enquanto é perseguido pelo resto do mundo, mas a história consegue te prender até o fim!
    No site Gnomo da Estante (http://gnomodaestante.blogspot.com) você pode conferir as notícias mais atuais sobre Dan Brown e as novidades do filme que estão fazendo desse livro. Vale a pena passar de lá ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*