sexta-feira, 20/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas Fora de Série » Resenha: “Em casa para o Natal”, de Cally Taylor

Resenha: “Em casa para o Natal”, de Cally Taylor

Livro: Em casa para o Natal
Autora: Cally Taylor
Páginas: 350
Editora: Bertrand Brasil
Resenha por: Kinina
Comprar: Extra Saraiva – eBook Cultura – eBook Travessa

Beth Prince sempre adorou contos de fadas e acredita que está prestes a viver um final feliz: tem o emprego dos sonhos em um charmoso cinema independente e um namorado maravilhoso chamado Aiden. Ela faz parte de um grupo privilegiado de pessoas que trabalha com o que ama, e o entusiasmo pelos filmes intensifica a busca por seu próprio “felizes para sempre”. Só há um problema: nenhum homem jamais declarou seu amor por ela. E, apesar de acreditar que Aiden é o príncipe encantado, a protagonista desconfia de que ele tem medo de dizer “eu amo você”. Desesperada para escutar essas palavras mágicas pela primeira vez, ela resolve assumir as rédeas do destino — e acaba se arrependendo.

Beth Prince é uma sonhadora: acredita no relacionamento perfeito e em finais “felizes para sempre”. Mas está surtada em seu relacionamento, tentando descobrir a melhor maneira de dizer “eu te amo” para seu namorado (estão juntos a 10 meses). Trabalha em um antigo cinema independente, mas acredita ter o melhor emprego do mundo.

Matt tem uma namorada louca, e começa a história tentando terminar com ela sem que ela surte. Trabalha numa grande rede de cinemas e está sendo pressionado pela sua chefe para conseguir incorporar o cinema que Beth trabalha. Em uma visita ao cinema, a vida de Beth e Matt se cruzam e damos início uma comédia romântica espirituosa, envolvente e cheia de momentos clichês, mas que com certeza poderia acontecer com você.

A história é narrada em primeira pelo dois personagens principais, Beth e Matt, mas não apenas focados neles. Beth mora com sua amiga Lizzie, que se mete em situações extremamente embaraçosas com os homens que saem (já pensou em ficar presa na janela do banheiro do restaurante tentando fugir de um encontro chatíssimo?). A mãe de Beth não concorda com nenhuma de suas escolhas. Em vários momentos me senti irritada, assim como a Beth, com a pressão que ela para levá-la embora para a Austrália.

Ri e chorei junto com os personagens. Para quem gosta de romances, não pode deixar de ler.


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Kinina

Formada em Hotelaria e Análise de sistema, mas trabalha com Atendimento em uma agência publicitária. Passo o tempo lendo, assistindo seriados, ouvindo música e tendo ideias malucas. Vai que um dia alguma dá certo e ela fica rica e famosa...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*