sexta-feira, 22/09/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “A bruxa de Near”, de Victoria Schwab

Resenha: “A bruxa de Near”, de Victoria Schwab

Livro: A Bruxa de Near
Série: A Bruxa de Near
Autores: Victoria Schwab
Páginas: 240
Editora: Planeta
Resenha por: Monique
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Fnac Travessa

Na cidade de Near não existem estranhos e a velha história da Bruxa é contada apenas para assustar as crianças. Estas são as verdades que Lexi Harris ouviu durante toda a vida. Mas quando um estranho, um garoto que parece desaparecer como fumaça, surge em uma noite do lado de fora de sua casa, ela sabe que algo não está correto. Na noite seguinte, crianças começam a desaparecer de suas camas sem deixar qualquer vestígio e o estranho é o principal suspeito. Mas quando o garoto se oferece para ajudar na busca, algo no coração de Lexi diz que ele esconde outros segredos e não é o culpado. Ela estaria imaginando ou o vento parecia sussurrar através das paredes? Quando a busca pelas crianças se intensifica, o mesmo acontece com a necessidade de Lexi de saber sobre a Bruxa que talvez não seja só uma história para dormir…

A Bruxa de Near é uma história gostosa de se ler, nada muito profundo, mas realmente gostoso. O livro me lembra algumas histórias de bruxas que li quando era criança, daquelas que mostram pequenos vilarejos assombrados por bruxas más. Esse é Near. Um vilarejo pacato que guarda segredos não tão distantes da existência de uma bruxa extremamente poderosa.

O pai de Lexi sempre acreditou na existência e no poder da grande bruxa de Near e no poder das irmãs que moram na colina perto da vila, passando para a filha todo o seu conhecimento e respeito pela sua história. Lexi continuou acreditando mesmo após anos da morte de seu pai, o que foi de fundamental importância para ajudar a descobrir o mistério sobre o desaparecimento de crianças da vila no meio da noite.

O tempo da narrativa é curto, o que não cansa o leitor e dá um dinamismo gostoso. Os personagens principais são poucos e causam um certo amor e ódio durante a leitura, principalmente pelo tio de Lexi e o Conselho. Meu personagem preferido é Cole, o estranho que aparece na vila sem qualquer explicação na noite anterior ao sumiço da primeira criança. Cole é o tipo de bruxo que confesso que sempre quis ser, seu poder é incrível e a forma como ele tem que aprender a lidar com isso é uma das coisas que vale a pena ler.

Nós leitores conseguimos entender a mecânica do mistério do sumiço das crianças facilmente, mas o livro deixa para mostrar o que aconteceu de fato apenas nas últimas páginas. O fim é gostoso e tem um leve toque de romance, o que acaba deixando a história da bruxa em segundo plano. Ah, não se enganem, a capa não é a bruxa de Near, mas dá para adivinhar logo no começo do livro!


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Monique Marie

Publicitária frustrada com o pouco dinheiro da área e admiradora de tudo que envolve a política. Gosta de seriados que tenham serial killers, filmes infantis, fanática por futebol e F1, além de tentar competir com o Dr. Reid (Criminal Minds) quem lê mais rápido. Geralmente não gosta de ler o que está "na moda", adora indicações e ainda acredita que muitos livros se vendem pela capa. Não se separa de seu amigo rivotril e escreve no mínimo um texto por dia.

Um comentário

  1. Parece ser um bom livro, mas como não tenho lido nada deste tipo há muito tempo, não acho que seria uma leitura muito recomendada pra mim.
    Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*