segunda-feira, 18/12/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “Luta pela liberdade”, de Simon Scarrow

Resenha: “Luta pela liberdade”, de Simon Scarrow

Livro: Luta pela liberdade
Série: Gladiador
Autor: Simon Scarrow
Páginas: 352
Editora: Rocco
Resenha por: Bruna
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Fnac Extra Travessa

Roma, 61 a.C. Recrutado com um gladiador, o jovem Marcus Cornelius Primus encara uma nova vida de treinamento brutal e regras duras enquanto aprende as habilidades de um lutador de elite. Mas Marcus não pode simplesmente esquecer seu passado. O pai foi morto por soldados e a mãe, sequestrada e vendida como escrava. Marcus está determinado a buscar justiça pela morte de seu pai e libertar a mãe, embora haja em seu passado um segredo. E, caso os romanos o descubram, não haverá escapatória… No primeiro volume de sua nova série para jovens, Simon Scarrow leva o leitor a uma viagem ao Coliseu jamais vista antes.

Se esse livro dependesse da capa pra me chamar a atenção, teríamos um sério problema, eu não gostei nem um pouco dela. O que me chamou a atenção foi o tema: gladiadores na Roma antiga. Levando em consideração de um dos meus seriados históricos favoritos ser Roma, estava com altas expectativas para esse livro. E as coisas não foram bem o que eu esperava, mas não foram todas ruins.

O livro, com narrador em terceira pessoa, começa com um curto prólogo em que acompanhamos o centurião Titus Cornelius ao final de uma grande batalha. Então, dez anos depois, em uma fazenda afastada onde conhecemos a família de Titus, seu jovem filho Marcus – o verdadeiro protagonista -, o leal escravo Aristides e a mãe de Marcus, Livia. Logo nos primeiros agitados capítulos há uma grande reviravolta na vida do jovem garoto de apenas 11 anos: seu pai é assassinado e ele e a mãe são levados como escravos. Depois, Marcus é comprado e levado para uma das melhores escolas de gladiadores que existem.

“Não há segunda chance para um gladiador. Lembrem-se bem disso e serão capazes de viver. Caso contrário, certamente morrerão.”

O grande problema da narrativa é o espaço entre o sequestro dele e da mãe e a ação começar a realmente acontecer quando ele está na escola de gladiadores. O enredo parece se arrastar nessas páginas, sem muita ação. Porém, quando a história engrena é praticamente impossível de largar o livro antes de terminar “só mais um capítulo”, e quando você percebe, terminou o livro.

Como se não bastasse todos os problemas e coisas erradas que acontecem na vida de Marcus, ele encontra seu nêmesis na escola de gladiadores: Ferax, um garoto mala, que se acha o dono do pedaço e que acaba criando uma enorme rivalidade com Marcus. Nos confrontos – diretos e indiretos – entre eles o autor nos passa muitos valores daquela época, como honra e lealdade.

O segredo de Marcus só é revelado nas páginas finais do livro, deixando um enorme gancho para a continuação. Apesar dos momentos arrastados eu gostei bastante da história e espero ansiosamente pela continuação para saber quais serão os próximos passos de Marcus para vingar seu pai.


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Bru Fernández

Formada em Letras, trabalha como Revisora e Tradutora em uma agência publicitária e preenche suas horas vagas assistindo a seriados, filmes e partidas de futebol, vôlei, basquete e ice hockey, além de ouvir música, ir a shows e, claro, ler. Não curte chick-lits e prefere os thrillers, policiais, YA e fantasia. Nunca sai de casa sem guarda-chuva e um livro na bolsa, afinal nunca se sabe quando irá chover ou surgir uma fila/trânsito em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*