sábado, 14/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “Círculo”, de Mats Strandberg e Sara Bergmark Elfgren

Resenha: “Círculo”, de Mats Strandberg e Sara Bergmark Elfgren

Livro: Círculo
Série: Engelsfors
Autor: Mats Strandberg e Sara Bergmark Elfgren
Editora: Intrínseca
Páginas: 414
Resenhado por: Karol
Comprar: Saraiva Fnac Cultura Travessa Ponto Frio Folha

Certa noite, quando uma incomum lua vermelho-sangue preenche o céu, seis garotas vão parar em um parque de diversões abandonado, atraídas até lá por uma força misteriosa. O que elas têm em comum? Estudam na Engelsfors High School. E isso acontece logo depois que um aluno é encontrado morto no banheiro do colégio. Os boatos dizem que foi suicídio. Mas elas sabem que á verdade é outra.

Quando recebi a sinopse do livro para ler, fiquei super interessada pelo ‘Círculo’, principalmente por ter essa coisa meio sobrenatural então, quando tive a oportunidade de resenhar não pensei duas vezes. Nas primeiras páginas cheguei a achar que talvez fosse uma história já um pouco conhecida por nós, parecida com um outro livro ai, com adolescentes especiais no colégio que até chegou a virar série mas, logo depois, percebi que não tem nada a ver. Na realidade, antes esse livro tivesse virado série, ia ser mil vezes mais emocionante.

Uma coisa tenho que dizer antes de qualquer outra, os suecos sabem escrever suspense e não medem as palavras quando querem deixar a coisa baixa e tensa. O livro é sombrio, é real, e os dois autores tem uma joia nas mãos. Ele aborda diversos temas sem aquela fantasia bonitinha que alguns livros tentam colocar. Em ‘Círculo’ você vai ler palavrões, sobre droga, sobre bullying, sexo, homossexualidade e todas as milhares de coisas que passam na mente dos adolescentes mas, que poucos autores de YA tem coragem de falar. nesse livro não existe nenhum tipo de tabu. Os personagens bebem, fazem sexo e se drogam. E tudo isso sem ter aquela abordagem crítica do assunto, sem moralismo ou qualquer coisa do tipo. Os personagens são o que são, você achando errado ou não.

Voltando à história do livro, logo depois que um suicídio ocorre no colégio, seis meninas começam a ter sonhos e sensações que não são normais. Seis?! Sim, e isso no começo do livro confunde sim um pouco a sua cabeça. Até você se familiarizar com todas elas se passam algumas páginas, mas por sorte, e inteligência de alguém, na orelha do livro tem uma breve descrição sobre cada uma delas. Então se você tá no meio da história e não faz ideia de quem é a Vanessa mesmo, você vai lá, lembra e continua seu livro sem problema algum. Mas isso não fica até o final, os personagens são muito cativantes, e apesar de realmente serem muitos, você identifica cada um deles facilmente, parece que você acaba fazendo parte do grupinho e conhecendo muito bem casa um.

Se você está esperando mistério, pode ficar feliz pois o livro é cheio! Ele é razoavelmente grandinho comparado à outros, mas a história chega à você através de conta gotas, e de forma boa, não daqueles tipos de conta gotas que depois de trinta páginas você ainda não sabe no que aquela descrição toda vai te levar, ou onde aquela conversa toda vai dar. É um conta gotas de filme de suspense, aquele que vai dando um friozinho na barriga de tanta ansiedade para saber o que vai acontecer depois. E quando você acha que está começando a entender tudo e que já descobriu todo o mistério, algo surpreendente acontece e você volta a estaca zero.

Todos os personagens são amáveis, não que todos sejam uns fofos mas, são daquele tipo de personagem que você aprende a gostar e por mais que ele seja um chato na história, você vai curtir as cenas com ele e vai entender por que ele tá ali. Não existem personagem desnecessário, apesar de ser um livro cheio de gente.

Cada capítulo é muito bem montado, e o jogo entre todos os personagens é super interessante. A vida de cada uma das meninas começa a ser contada separadamente a cada capítulo, mas quando você percebe todas já estão misturadas. Talvez seja isso que deixe o livro tão bacana, esse jogo que não te cansa e que ao mesmo tempo te enrola e vai te deixando apreensivo.

Eu já estou maluca para ler a continuação!


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Karol

Atriz ruiva tão viciada em Shakespeare que foi até parar lá no palco do Globe Theatre de Londres de tanto que encheu o saco! Sem papas na língua,que sempre dá preferência a livros históricos e com culturas diferentes. Não leu Harry Potter ou Senhor dos Anéis, jogou Crepúsculo longe no meio do segundo livro mas é capaz de devorar qualquer livro que contenha um rei, um indiano ou um espírito no meio. Estranha, usa personagens românticos como referencia quando briga com o namorado, transforma tudo em um drama histórico e deseja silenciosamente transformar todos os livros que lê em filme.

8 comentários

  1. Felipe Borges

    Já havia lido outras resenha antes, mas nenhuma me deixou com tanta vontade de lê-lo como a sua! rs Ótima resenha.
    Primeiro que YA sem tabu algum é ótimo.
    Add a minha lista de próximas leituras.

  2. Sim, ótimo mesmo! Leia sim pq é mto legal o livro! Amei!

  3. Paula Siqueira

    Comecei a ler, estou gostando bastante dele :D

  4. Gostei muito deste livro. Alguém sabe quando sai o próximo?

  5. Nunca me apeguei tanto à uma história quanto a desse livro. Confesso que levei alguns dias para conseguir pegar em outro livro, me desacostumar com a Minoo, a Vanessa e às outras personagens. Se alguém tem o dom de te amarrar firme à uma história, esses dois o domam. Amei tanto que vivo tentando empurrar para minhas amigas, na esperança de ter alguém com quem discutir o quanto é revoltante que a Minoo tenha se dado tão mal no amor, ou o quanto a Linnéa consegue ser odiada e amada por mim ao mesmo tempo haha

  6. Passando por uma livraria semana passada, eu me deparei com este livro. Li a sinopse, e deixei pra lá. Mas não saiu da minha cabeça e me vi com uma vontade enorme de ler. Acabei de comprar e lendo esta resenha, fiquei com vontade iniciar a leitura imediatamente! ;)

  7. alyssa gardner

    Esse livro é simplesmente incível. estou amando esse blog!

  8. Uau amei a resenha!!! #LoucaPraLer Apesar de ler mtmt’s NA e distopias, acho que vou adorar esse. Ah Karol, sei lá, mas os indianos da sua descrição me lembraram uns lindos aii, ñ sei se na tuas viagens históricas tuchegu a conhecer a família Rajaram suhauhsush Beijos :*

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*