terça-feira, 17/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “Dividida”, de Amanda Hocking

Resenha: “Dividida”, de Amanda Hocking

Livro: Dividida
Série: Trylle
Autor(a): Amanda Hocking
Editora: Rocco
Páginas: 360
Resenha por: Monique
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Fnac Travessa

Segundo volume da trilogia Trylle, do fenômeno da autopublicação Amanda Hocking, Dividida traz de volta a jovem “changeling” Wendy Everly, uma criança troll trocada secretamente logo após o nascimento por uma humana normal. Se em Trocada, primeiro livro da série, ela descobre sua verdadeira origem e é levada para o mundo mágico de Trylle, agora Wendy se depara com uma rival e se pergunta qual é realmente o seu lugar. Dividida entre dois mundos, a protagonista da série de maior sucesso de Amanda Hocking tem que decidir entre o amor e a obrigação, abordando questões caras aos jovens numa emocionante trama de fantasia.

ATENÇÃO! Esse livro não é o primeiro de uma série e pode conter spoilers! Confira nossas resenhas anteriores dessa série, clicando na capa desejada:

Confesso que escrevi essa resenha mil vezes e em todas eu carreguei no nível de spoiler. É muito difícil contar fatos desse livro sem descrever o que vai acontecer mais para frente. A narrativa segue o mesmo padrão de Trocada e é um livro que você acaba lendo muito rápido.

Alguns personagens que aparecem em Trocada são levados mais a fundo em Dividida e outros deixado um pouco de lado. Não esperem por tanta emoção como no primeiro, esse volume serve para tirar muitas dúvidas sobre quem Wendy é na verdade.

Em Dividida o leitor compreenderá melhor sobre a vida dos Vittra e o que eles desejam de fato. Finn aparece menos e é até um pouco sem sal, bem diferente do primeiro volume, já a rainha Elora resolve se abrir um pouco mais com Wendy fazendo com que ela entenda melhor sobre seu provável futuro reinado.

Loki é um personagem essencial para esse livro, ele de fato rouba a cena. Mas tenham cuidado para não pensarem em outro Loki famoso, esse é bem diferente.

Assim como no primeiro volume você encontrará em Dividida um conto ao final do livro que leva o nome de “Um dia: Três Caminhos”. Esse conto relata pontos de vista dos pretendentes ao coração de Wendy, é gostoso de ler.

Espero que o próximo volume tenha mais ação e que Amanda Hocking nos brinde com um fim interessante para Wendy e seu dilema de com quem ficar. Vale a pena a leitura, mas eu esperava um pouco mais, pois me empolguei com o primeiro livro.

Sobre Monique Marie

Publicitária frustrada com o pouco dinheiro da área e admiradora de tudo que envolve a política. Gosta de seriados que tenham serial killers, filmes infantis, fanática por futebol e F1, além de tentar competir com o Dr. Reid (Criminal Minds) quem lê mais rápido. Geralmente não gosta de ler o que está "na moda", adora indicações e ainda acredita que muitos livros se vendem pela capa. Não se separa de seu amigo rivotril e escreve no mínimo um texto por dia.

3 comentários

  1. Amorzinho qual o nome do 1° livro? E tem outros livros além desses 2°??

  2. Bruna Fernández

    Lari, é uma trilogia e todos os livros já foram lançados aqui no Brasil. O primeiro livro se chama Trocada.

    Você pode encontrar todas as informações da série aqui: http://livrosemserie.com.br/sagas/t/trylle/

    Bjs

  3. Muito obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*