quinta-feira, 19/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas Fora de Série » Resenha: “Coração Envenenado”, de S. B. Hayes

Resenha: “Coração Envenenado”, de S. B. Hayes

Livro: Coração Envenenado
Autora: S. B. Hayes
Páginas: 350
Editora: Bertrand Brasil
Resenha por: Bruna Fernández
Comprar: Saraiva Cultura

Sem os pais desde a infância, Genevieve Paradis tem uma história de vida trágica. Já passou por abrigos infantis e, inclusive, precisou dormir na rua por um tempo. Suas origens aparentam ser indecifráveis, até que, em mais uma de suas idas e vindas, ela se muda para a mesma cidade de Katy Rivers. Quando a intrusa começa a transformar a vida de Katy num inferno, tentando roubar tudo o que lhe pertence, tal comportamento se torna mais do que suspeito, e ela decide, então, investigar o passado dessa misteriosa menina.

Coração Envenenado, diferentemente da maior parte de romances para jovens, apresenta uma estrutura de suspense do mais alto nível. Ao longo da história, S.B. Hayes libera diversas pistas e informações, proporcionando aos leitores a possibilidade de montar o quebra-cabeça e desvendar o complexo caso. Mesmo assim, ela aposta: “só os melhores detetives desvendarão o mistério”.

Ao fim desse livro de amor, amizade e vingança, Katy e os leitores descobrirão que nada poderia ter lhes preparado para as verdades assustadoras que estavam prestes a ser reveladas.

O título da história não me chamou a menor atenção, mas confesso que a capa (ma-ra-vi-lho-sa!) contou muitos pontos a favor do livro, mas mesmo assim não estava lá muito interessada, até que minha mãe pegou o livro e ao ler a sinopse falou: “Acho que você vai gostar desse livro”. Aí o bichinho da curiosidade mordeu e resolvi passar ele na frente da fila de livros que está na minha cabeceira.

Coração Envenenado tem uma narrativa muito fluída e gostosa de se ler, a autora te envolve na história e quando você menos percebe já leu várias páginas (e quase perdeu o seu ponto no ônibus). Ele conta a história de uma jovem chamada Katy que, logo no prólogo, vê um belo rosto – e cruel – a observando. Depois desse encontro, sua vida não é a mesma.

Katy é o típica personagem de livros juvenis: mora com apenas um do pais (a mãe), que é problemática; nunca teve muitos amigos, mas recentemente achou duas fiéis escudeiras: Nat e Hannah; jamais teve um garoto interessado nela, e de repente se vê namorando Merlin – um dos garotos mais lindos e cobiçados, de alma artística. Confesso, achei tudo muito clichê, mas a história é tão bem contada que funciona muito bem.

Porém esse universo “perfeito” de Katy acaba virando de cabeça para baixo quando uma garota recém-chegada na pequena cidade promete fazer de sua vida um inferno. Genevieve tem os mesmos interesses de Katy: adora moda, desenha absurdamente bem, tem o corpo parecido com o de Katy, mas é sempre descrita como mais magra e mais bela pela protagonista e parece muito interessada em tomar a vida de Katy para si: roubando suas amigas e seu namorado a qualquer custo. O maior problema da personagem principal é que ninguém acredita nela. Sua nêmesis é tão traiçoeira que no final das contas quem acaba passando por invejosa e amarga é ela mesma, chega a ser desesperador a forma como ninguém acredita em Katy.

De longe, o meu personagem favorito da trama é Luke, o vizinho e amigo de longa data de Katy. Ele é mais velho que ela e dá pra perceber que os dois tem um forte vínculo de amizade. Ele é agora um jornalista e acaba ajudando Katy a pesquisar sobre o passado de Genevieve, tornando-se a única pessoa em quem Katy confia completamente.

O livro tem um tom sombrio e por algumas vezes paranormal, com um quê de bruxas. Quem curte esse tipo de leitura pode se interessar. E por mais que eu tentasse adivinhar as motivações de Genevieve para querer destruir Katy e como tudo se desenrolaria, não esperava o desfecho que a autora deu para a história. Além de me surpreender, foi um final muito coerente. Em uma época em que os autores muitas vezes acabam perdendo o rumo de suas histórias ao integrar alguns componentes para se encaixar na última onda, Hayes conseguiu ser fiel à sua história até o fim, e isso tornou a leitura de Coração Envenenado muito prazerosa. Super indicado!


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Bru Fernández

Formada em Letras, trabalha como Revisora e Tradutora em uma agência publicitária e preenche suas horas vagas assistindo a seriados, filmes e partidas de futebol, vôlei, basquete e ice hockey, além de ouvir música, ir a shows e, claro, ler. Não curte chick-lits e prefere os thrillers, policiais, YA e fantasia. Nunca sai de casa sem guarda-chuva e um livro na bolsa, afinal nunca se sabe quando irá chover ou surgir uma fila/trânsito em São Paulo.

Um comentário

  1. Diferente de você, o título me atraiu, assim como a bela capa. O enredo também é a atraente. Quando você citou bruxas, fiquei ainda mais tentado a ler.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*