segunda-feira, 16/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenhas: “Série Como treinar o seu dragão”- Vol 9, 10 e 11, de Cressida Cowell

Resenhas: “Série Como treinar o seu dragão”- Vol 9, 10 e 11, de Cressida Cowell

ATENÇÃO! Esses livro não são os primeiros da série e podem conter spoilers! Confira nossas resenhas anteriores dessa série, clicando na capa desejada:

Livro: Como roubar uma espada de dragão
Série: Como Treinar Seu Dragão
Autor: Cressida Cowell
Editora: Intrínseca
Páginas: 376
Resenha por: Bruna
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Fnac Folha Americanas

Em sua nova aventura, Soluço enfrentará o mau tempo que chegou para o Arquipélago. Desde os bosques de Berserks que foi incendiado, é quase como se o mundo fosse amaldiçoado. Dragões estão começando a se revoltar contra seus mestres. As águas subiram, inundando os campos e aldeias inteiras, até as mais distantes. Mas pior ainda, a bruxa malvada voltou. Soluço pode encontrar coisas do Rei e ganhar a competição de lutadores de espada para evitar que Alvin, O Traiçoeiro se torne Rei do Oeste?

Começamos esse volume, o nono, da série com um aviso da autora de que a partir daqui a história vai ficar mais séria e que veremos nosso Herói crescer. O que era de se esperar, afinal, a série está entrando na sua reta final.

Ao contrário dos outros livros, esse volume começa praticamente no meio de toda a ação. Soluço precisa agir rapidamente para salvar seus colegas de turma com os jovens das tribos do Arquipélago. A fim de se tornarem novos guerreiros, os jovens precisam chegar na Escola de Esgrima de Fogo Fugaz para uma competição de esgrima que tem início no começo do ano. Os adultos vão pelo Caminho Fácil, já os jovens devem trilhar pelo Caminho Árduo – uma parede vertical que deve ser escalada até o topo. As coisas pioram quando, durante a noite, os dragões resolvem atacar os humanos de surpresa. Se não fosse a rápida reação de Soluço… bem, as coisas poderiam sair bem piores.

“Você não pode se rebelar se já tem a liberdade.” – p. 321

Não é à toa que os dragões estão atacando os humanos, Soluço se lembra do juramento do Dragão Fúria Vermelha, um pequeno detalhe que ele “esqueceu” de contar ao seu pai, Chefe da Tribo dos Hooligans. Como se uma rebelião não fosse problema o suficiente, o arqui-inimigo de Soluço, Alvin, o Traiçoeiro, e a sua mãe, a Bruxa Excelsinor estão de volta nesse volume, mais perversos do que nunca e com planos conspiradores.

Quem acompanhou a série até aqui já viveu muitas aventuras com Banguela e Soluço, mas essa é a primeira vez que sentimos que o personagem precisa fazer escolhas realmente difíceis em sua jornada para se tornar Herói.

“Crescer às vezes acontece tão rápido que nos pega de surpresa.” – p. 279


Livro: Como Pegar a Joia do Dragão
Série: Como Treinar Seu Dragão
Autor: Cressida Cowell
Editora: Intrínseca
Páginas:
Resenha por: Bruna
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Fnac Folha Americanas

Na última vez em que se soube de Soluço, as coisas não estavam nada boas para o lado dele. A Rebelião dos Dragões havia começado. Malvado Melequento era o novo Chefe da Tribo dos Hooligans Cabeludos, Stoico fora banido e carregava na pele a Marca dos Escravos. Alvin, o Traiçoeiro, conseguira reunir oito das Dez Coisas Perdidas do Rei e se autoproclamara o Rei do Oeste Mais Selvagem. Mas o que Soluço poderá fazer, agora que está exilado e sozinho, sendo caçado tanto pelos humanos quanto pelos dragões? Será que ele conseguirá encontrar a Joia do Dragão, a última relíquia do Rei e única esperança de salvação da humanidade?

Mais um começo de história diferente: o décimo livro da série começa com Soluço vagando sozinho pelo mundo, somente na companhia de seus três dragões. A solidão do jovem é perceptível e, pra mim, foi impossível não fazer um paralelo desse quase-fim-de-jornada do personagem com a jornada de Harry Potter, da J. K. Rowling: ambos estão de certa forma exilados, dividindo opiniões em seu mundo e em busca de algo para combater seus inimigos.

Uma personagem que pouco apareceu ao longo da série está de volta nesse volume e é uma agradável surpresa, que promete mudar o curso da história. Mais uma vez, com a série chegando próxima de um final, é possível ver a forma como a autora fecha alguns pontos, dando algumas respostas, resolvendo questões, porém, desandando inúmeras outras. Como por exemplo, agora Alvin tem oito das dez Coisas do Rei e está em busca das duas faltantes para poder se tornar o Rei do Oeste mais Selvagem.

“Vamos dizer adeus para sempre à magia, aos sonhos e aos voos de nossa infância?” – p. 342

Uma das coisas mais legais nesse livro é que finalmente conhecemos a história da família do melhor amigo de Soluço, o desajeitado Perna-de-Peixe. Uma história emocionante, que com certeza vai agradar os fãs do personagem.

De forma simples, porém dura, a autora aborda nesse volume a questão da escravidão. Pode parecer um tema pesado para um livro infantil, mas, na minha opinião, foi muito bem abordado e discutido, com os diálogos entre os personagens. Uma das conversas mais belas e emocionantes é entre Stoico e Soluço, quando o pai não faz ideia de que está falando com o próprio filho.

Não botava muita fé no fechamento da série, mas me impressionou a forma como a autora amarrou detalhes de todos os livros que agora mostram perfeitamente o enredo que nos trouxe até aqui. Ansiosa demais pelo desfecho da série, apesar de estar aflita com os anúncios de que nem-tudo-sempre-dá-certo que o próprio Soluço dá o tempo todo para seus leitores.


Livro: Como Trair O Herói de Um Dragão
Série: Como Treinar Seu Dragão
Autor: Cressida Cowell
Editora: Intrínseca
Páginas:
Resenha por: Bruna
Compre: Saraiva Cultura Folha

Soluço Spantosicus Strondus III foi o mais grandioso herói já visto em todo o território Viking. Notável esgrimista e encantador de dragões, ele era corajoso, impetuoso e muitíssimo inteligente. Mas até mesmo os grandes heróis podem ter dificuldades no começo, principalmente se têm como companheiro um dragãozinho teimoso e mal-educado…

Soluço precisa ser coroado Rei do Oeste Mais Selvagem. Será que ele vai se livrar dos Dragões-espiões Vampiros da bruxa e conseguir as Coisas Perdidas do Rei antes do Juízo Final de Yule? E há mesmo um traidor no acampamento de Soluço que, no fim, trairá todos?

Se me pedissem para resumir o penúltimo livro da série Como Treinar o Seu Dragão em duas palavras, com certeza seriam: revelador e emocionante.

Revelador pois são contadas ao leitor informações de suma importância: descobrimos mais sobre o passado de Barbadura, o Terrível; descobrimos a raça de Presa de Odin, e, consequentemente, de Banguela – e essa informação é inesperada! Mas, de certa forma, revigorante! Que reviravolta!

E emocionante pois temos que acompanhar Soluços se provando a todo momento, para tantas pessoas e tomando inúmeras decisões difíceis e tendo que lidar com as consequências delas. O livro aborda também a questão da confiança e da traição, é possível perdoar e confiar em alguém que já lhe fez mal uma vez? Uma belíssima lição, não só para os pequenos leitores, mas também para os adultos.

“Todos nós cometemos erros. Todo o mundo precisa de segundas chances, e até mesmo de terceiras, quartas e quintas.” – p. 304″

Como todo bom penúltimo volume – e penúltimo episódio de uma temporada – ficamos com várias perguntas no ar, mas algumas delas são respondidas nesse livro mesmo. Alguns personagens-vilões terão sua redenção? Quais? Quem será que vai trair a confiança de Soluço? (Confesso que essa última, me surpreendeu).

O único ponto ruim desse livro foram algumas páginas com desenho que possuem o fundo preto e o texto em branco que ficaram muito ruins de ler. A impressão que temos é que a fonte afinou, prejudicando a leitura. Ainda bem que são poucas as páginas assim.

Cressida nos deixa com um desfecho carregado de emoção e tudo o que eu queria era já ter o volume final da história desse jovem Herói viking em mãos para poder saber como Alvin será derrotado e que fim levarão os dragões desse curioso universo. Como já afirmei tantas vezes em outras resenhas dessa série: esses são livros infantis que não só podem como DEVEM ser lidos por adultos.

“(…) talvez o Destino saiba mesmo o que faz, no fim das contas. Você não é o Rei que queríamos, mas talvez seja o Rei de que precisamos.” – p. 305

O último livro da série ainda não foi publicado lá fora e nem teve seu título revelado, mas deve sair esse ano, no mais tardar, começo de 2015. É segurar a ansiedade e esperar!


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Bru Fernández

Formada em Letras, trabalha como Revisora e Tradutora em uma agência publicitária e preenche suas horas vagas assistindo a seriados, filmes e partidas de futebol, vôlei, basquete e ice hockey, além de ouvir música, ir a shows e, claro, ler. Não curte chick-lits e prefere os thrillers, policiais, YA e fantasia. Nunca sai de casa sem guarda-chuva e um livro na bolsa, afinal nunca se sabe quando irá chover ou surgir uma fila/trânsito em São Paulo.

7 comentários

  1. ola, adorei seu texto!
    alguma noticia de qdo será lançado o ultimo livro?

  2. Bruna Fernández

    Oi Germana, obrigada!
    Ainda não há previsão de lançamento do último livro da série nem lá fora. Assim que soubermos de algo, avisaremos por aqui! :)

  3. Oiiiii já foi lançado o último livro lá fora, alguma noticia aqui no Brasil?

  4. Bru Fernández

    Ainda não, Inajara!

  5. vai lancar o utimo livro en 2016 ?

  6. ja tem o ultimo livro aqui no brasil?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*