terça-feira, 17/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “Cemitérios de Dragões”, de Raphael Draccon

Resenha: “Cemitérios de Dragões”, de Raphael Draccon

Livro: Cemitério de Dragões (#01)
Série: Legado Ranger
Autor: Raphael Draccon
Editora: Rocco
Páginas: 352
Resenha por: Guilherme Ferreira
Comprar: Submarino Cultura Fnac Travessa Folha Americanas Amazon

Em diferentes pontos do planeta Terra, cinco pessoas com histórias e origens completamente distintas desaparecem por motivos variados e acordam numa outra realidade. Em meio a guerras envolvendo demônios, dragões, homens-leão, seres fantásticos e metal vivo, os cinco precisam compreender os motivos de estarem ali e combater um mal que talvez não possa ser impedido. Este é o mote de Cemitérios de dragões, o novo romance de Raphael Draccon, que marca a estreia do selo Fantástica. No livro, o autor de Dragões de Éter apresenta uma versão moderna e adulta de um universo inspirado por séries queridas por toda uma geração como Jaspion, Changeman, Flashman, Black Kamen Rider e Power Rangers.

Cemitério de Dragões foi o primeiro livro de Raphael Draccon que eu li. Claro, eu conhecia outros sucessos dele – Fios de Prata, Espíritos de Gelo, Dragões de Éter – mas nunca tinha, realmente, imergido em uma de suas histórias. Como amante da literatura fantástica, eu me dava ocasionais puxões de orelha por causa disso, dizendo a mim mesmo que já havia passado da hora de ler algum dos títulos do autor.

Então, foi com bastante empolgação que recebi Cemitério de Dragões. E a primeira coisa que notei ao começar a ler foi o estilo diferente de Draccon. Ele, como alguns autores, possui uma narrativa peculiar. E isso é muito bom. Faz com que o leitor crie uma espécie de laço com o escritor, reconhecendo um livro dele apenas pela forma como ele é contado.

Embora Draccon adote uma narrativa ágil, com capítulos curtos, ele não fica devendo em nada no desenvolvimento da história. Parte disso é mérito dos personagens, todos muito bem estruturados e com características marcantes, e outra parte se deve ao modo como o livro é contado: através de vários pontos de vista diferentes (algo que funciona muito bem em outros sucessos, como Game Of Thrones). Essa tática faz com que história, embora corrida, não perca o fôlego, e ainda dá a Draccon espaço suficiente para detalhar seu mundo fantástico, sem que nada fique cansativo.

Algo que me cativou muito foi a quantidade de referências à cultura pop que é encontrada no livro. Tarantino, Harry Potter, Star Wars: está tudo lá. Em determinado momento, encontrei até uma a Power Ranges, o que fez minha criança interior entrar em êxtase. É tudo muito sutil e delicado, e sempre em sintonia perfeita com a história, sem parecer forçado.

Cemitério de Dragões é imperdível para os apaixonados por fantasia, seres sobrenaturais e ação. Dá pra sentir a proporção épica que a história vai assumir nos próximos volumes, um comichão de “o que vem por aí vai ser incrível” com o qual os fãs de Senhor dos Anéis e Game Of Thrones estão bem acostumados. O negócio agora é esperar pelo restante da trilogia e, até lá, ler outros títulos de Raphael Draccon para visitar todos os fantásticos mundos criados pelo autor. Vale a viagem.


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Guilherme

Nasceu no Condado de Roseira e foi se perder na cidade grande de São Paulo, onde cursa o terceiro ano de Publicidade e Propaganda na Faculdade de Comunicação Cásper Líbero. Viciado em séries, música e livros, prefere passar uma noite de sábado lendo "Sob a Redoma" do que sair para balada. Escreveu um livro que - se tudo sair como deve - será publicado ainda esse ano, talvez em agosto. Vai que dá certo e ele vira um escritor famoso, né.

4 comentários

  1. Parece ser muito bom! Pretendo comprar e espero gostar muito do livro, já que me interesso bastante em histórias assim. ótima resenha!

  2. Paula. Amante de literatura fantástica. Não gostei do livro.

  3. Davi Augustin

    Queria saber se este ano de 2017, será lançado a sequência após o “Mundo de Dragões”.

  4. Ainda não temos nenhuma informação oficial, Davi!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*