quarta-feira, 11/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “Recordação mortal”, de J. D. Robb

Resenha: “Recordação mortal”, de J. D. Robb

Livro: Recordação Mortal
Série: Mortal
Autora: J. D. Robb (Nora Roberts)
Páginas: 475
Editora: Bertrand Brasil
Resenha por: Kinina
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Folha Americanas Travessa

Eve Dallas é uma policial durona. Deve haver mais que uma senhora de meia-idade aparentemente normal para assusta-lá. Mas quando essa senhora é Trudy Lombard, todas as apostas estão fora. Basta ver Trudy na estação que as memórias de Eve voltam aos dias quando ela era vulnerável, traumatizada jovem e preso em um orfanato com a mulher horrível que agora está sorrindo na frente dela.

Trudy afirma que ela veio todo o caminho para Nova York só para ver como Eve está. Mas marido ferozmente protetora de Eve, Roarke, suspeita de outras intenções, e uma tentativa de chantagem por Trudy prova sua suspeita correta. Eve e Roarke só querem a mulher para fora de suas vidas. Mas alguém a quer morta. E quando o assassinato acontecer, Eve e Roarke vão seguir um caminho tortuoso e perigoso para descobrir o que transformou o agressor em vítima.

ATENÇÃO! Esse livro não é o primeiro da série e a resenha contpem spoilers! Confira nossas resenhas anteriores dessa série, clicando na capa desejada:

Nudez Mortal Glória Mortal Eternidade Mortal Sobrevivência Mortal Origem Mortal

Vários casos da saga Mortal os mortos tem alguma relação pessoal com um dos personagens da história. Dessa vez Eve foi a escalada. Perto da época de Natal, a tenente Eve Dallas recebe a visita inesperada de Trudy Lombard. Trudy acolheu Eve em sua casa quando ela era criança e entrou no sistema, logo depois de ter matado seu pai.

A intenção de Trudy reaparecer na vida de Eve depois de tanto tempo é conseguir dinheiro da tenente e de seu marido milionário Roake. Depois de abordar os dois e não conseguir nada, Trudy tentar armar contra os dois se machucando para tentar chantageá-los, mas alguma coisa dá muito errado e Eve encontra Trudy morta.

Além do assassinato de Trudy e as lembranças sombrias da época que morava com ela, Eve ainda tem que lidar com Bobby e Zana, filho e nora da vítima que estavam juntos com ela em Nova York.

Eve questiona sua capacidade de lidar com o caso; ela não gostava de Trudy, mas vai fazer o que estiver ao seu alcance para fazer justiça e resolver o assassinato. Com isso, Dra Mira, psicóloga da polícia, mostra-se mais amiga do que nunca de Eve; além de dar suporte profissional, fica o tempo todo de olho na tenente para que nada desse caso e da ligação com seu passado lhe atrapalhem na investigação e em seu emocional. A médica descreve muito bem os sentimentos de Eve em relação a Trudy:

“Essa mulher fez com que você se sentisse indefesa e inútul, burra e vazia. É claro que você sabe muito bem que não é nada disso, mas é preciso sentir, provar e fazer o que for necessário para participar ativamente na resolução desse crime.” – página 165

Recordação Mortal é a história em que de maneira nenhuma conseguimos separar a policial da mulher e da menina traumatizada, porque tudo isso junto faz Eve ser tudo o que ela é hoje. Para solucionar o caso a tenete precisa recordar de parte de seu passado e ir a fundo em conhecer a vítima e seus segredos.

Esse é o vigésimo segundo livro da série. Se você só se importa com o caso a ser resolvido pode ler esta história sem ter lido os livros anteriores, mas se você quiser entender tudo o que está acontecendo comece pelo primeiro livro; além da história pessoal da tenente, este livro faz referências diretas a casos de 7 livros (Nudez Mortal, Glória Mortal, Natal Mortal, Retrato Mortal, Visão Mortal, Sobrevivência Mortal e Origem Mortal).


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Kinina

Formada em Hotelaria e Análise de sistema, mas trabalha com Atendimento em uma agência publicitária. Passo o tempo lendo, assistindo seriados, ouvindo música e tendo ideias malucas. Vai que um dia alguma dá certo e ela fica rica e famosa...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*