sexta-feira, 15/12/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “O desafio de ferro”, de Holly Black e Cassandra Clare

Resenha: “O desafio de ferro”, de Holly Black e Cassandra Clare

Livro: O Desafio de Ferro #01
Série: Magisterium
Autor(a): Holly Black e Cassandra Clare
Páginas: 384
Editora: #irado | Novo Conceito
Tradução: Amanda Orlando
Resenha por: Monique Marie
Comprar:
Saraiva Submarino Cultura Folha Travessa Americanas Amazon

AMIGOS E INIMIGOS. PERIGO E MAGIA. MORTE E VIDA.

A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar.

Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior… mas falha em seu plano de falhar.

Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro.

Magisterium – O Desafio de Ferro nasceu da extraordinária imaginação das autoras best-seller Holly Black e Cassandra Clare. Um mergulho alucinante em um universo mágico e inexplorado.

“Logo abaixo dele havia as seguintes palavras: O fogo quer queimar. A água quer fluir. O ar quer se erguer. A terra quer unir. O caos quer devorar”. p. 81

Sendo muito sincera com vocês eu não sei como vou conseguir montar essa resenha sem soltar oitocentos spoilers, porque a partir do momento que Callum Hunt entra no Magisterium todos os eventos que seguem são importantes e reveladores.

O livro é super gostoso de ler, quem lê rápido acaba em um dia ou dois, é grossinho mas as letras são grandes então quando você menos assusta já passou da metade do livro. Na capa você pode ver o trio principal e um personagem estranho com uma máscara de ferro que você só entenderá quem é exatamente nos últimos capítulos.

Callum Hunt é filho de Alastair Hunt, um ex aluno do Magisterium que insiste que o filho falhe no teste para entrar nessa escola especial. Call, como é chamado o livro todo, pouco conhece sobre a história da sua vida, de como sua mãe morreu e porque tem um problema sério em uma de suas pernas. Alastair sempre fez de tudo para que Call nunca soubesse que sua mãe morreu na última grande batalha e que ele teve sua perna quase dilacerada ainda bebe.

O grande dia chega e Call conhece todos os grandes Magos e faz de tudo para falhar em todos os testes, o que consegue com louvor além de ser motivo de piada entre todos os adolescentes presentes. Para surpresa de todos o Mestre Rufus (o que apenas escolhe os melhores alunos) escolhe Aaron Stewart, Tamara Rajavi e Callum Hunt. O caos foi implantado no local, a ira de outros iniciandos foi atiçada e Alastair em um ato de desespero tentou tirar o filho a força de onde estavam.

Após essa grande confusão o livro começa de fato. Rufus começa o seu treinamento e o trio formado não gosta do que lhe fora dado, como bons jovens eles acreditaram que poderiam aprender a lutar, a voar, a usar a magia de maneiras diferentes e não apenas em usar o poder da mente para separar areia por cores em um quarto fechado por semanas e mais semanas. Call continuou se metendo em encrenca, continuou a ser o rejeitado da turma mas ainda com um motivo oculto. Com o passar da história Jasper e Celia (outros iniciantes) acabam por explicar melhor sobre o Magisterium, quem é o Inimigo da Morte que todos temem, quem são os Makaris e Call descobre sobre sua história.

Acredito que a partir daqui não posso contar mais sobre o livro pois qualquer fato poderá ser considerado como spoiler, todos os iniciantes passam por diferentes testes e até uma luta de verdade, tudo para conseguir passar do Ano de Ferro e continuar desenvolvendo a sua magia. Mil pontos positivos para a luta épica que acontece próximo ao fim do livro onde dois personagens do trio já citado (não vou contar quem são) saem atrás do outro personagem que sumiu e acabam por lutar com os piores inimigos possíveis. Cassie e Holly fizeram o impossível ao revelarem o maior segredo deste primeiro livro, tenho certeza que todos os leitores terão a mesma reação de “meu Deus isso não é possível”.

O único ponto negativo fica exatamente com o final do livro, depois de um momento tão épico eu esperava muito mais do desfecho. É claro que tem muita história por vir nos volumes seguintes mas por serem Cassandra Clare e Holly Black eu sei que elas teriam condições de escrever um final muito melhor! Fora isso fica aqui minha felicidade em saber que o personagem central da trama não é um mala, tenho certeza que todos concordarão comigo em relação ao Call <3 “As palavras do seu pai voltaram a mente de Call, fazendo com que ele sentisse um calafrio que nada tinha a ver com a baixa temperatura: Você não sabe o que você é”. p. 272


Aviso Legal: Esse livro foi adquirido pela própria resenhista.

Sobre Monique Marie

Publicitária frustrada com o pouco dinheiro da área e admiradora de tudo que envolve a política. Gosta de seriados que tenham serial killers, filmes infantis, fanática por futebol e F1, além de tentar competir com o Dr. Reid (Criminal Minds) quem lê mais rápido. Geralmente não gosta de ler o que está “na moda”, adora indicações e ainda acredita que muitos livros se vendem pela capa. Não se separa de seu amigo rivotril e escreve no mínimo um texto por dia.

3 comentários

  1. Acabei de ler o livro, apesar de ter gostado não pude deixar de comparar as semelhanças com Harry Potter e isso me incomodou um pouco enquanto lia. Não sei se você chegou a perceber isso, mas em alguns momentos ficavam muito obvio as semelhanças.

  2. Monique Marie

    Oi Djeissy tudo bem?
    Pode me chamar de louca mas eu faço parte da minoria que tentou ler HP e não gostou então para mim fica difícil ver essas semelhanças, mas acredito que elas possam existir, é meio normal alguns autores se inspirarem em grandes sagas que deram certo.
    Minha comparação fica apenas com o que li das autoras e o fim do livro me deixou bem decepcionada “/

    Beijão

  3. Adorei a resenha e o blog parabens! Comprei o livro procurando algum incentivo para ler e não havia encontrado, simplesmente não conseguia ir ate o final…Comprei o livro esperando nada mais que “perfeição” por ter sido feito por essas autoras incríveis vou insistir mais um pouquinho haha! Quando puder dá uma olhada no meu blog?
    Bjss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*