17 de abril de 2015
Postado por: Kinina @ Arquivado em: Lançamentos

Livro: Arrasadoras (#13)
Série: Pretty Little Liars
Autor(a): Sara Shepard
Tradutor(a): Fal Azevedo
Comprar:
Saraiva Submarino Cultura Americanas Travessa Folha Amazon

A primavera chegou à sofisticada Rosewood, mas nem tudo são flores para Aria Montgomery, Hanna Marin, Spencer Hastings e Emily Fields. Em Arrasadoras, décimo terceiro volume da série Pretty Little Liars, bestseller de Sara Shepard que virou série de TV, as adolescentes estão decididas a descobrir a identidade de A e lutar contra a pessoa misteriosa que as persegue. O problema é que A, além de parecer antecipar os movimentos das jovens, pode estar mais perto do que elas imaginam. Será dessa vez que as mentiras acumuladas em torno do quarteto e de sua ex-amiga Ali serão reveladas?

Livro: Alif, o invisível
Autor(a): G. Willow Wilson
Tradutor(a): Ryta Vinagre
Comprar:
Saraiva Submarino Cultura Americanas Travessa Folha Amazon

Autora de graphic novels aclamadas e criadora da primeira heroína muçulmana dos quadrinhos, pela Marvel Comics, além do livro de memórias A leitora do Alcorão, a norte-americana convertida ao islamismo G. Willow Wilson dá vida a um jovem hacker vivendo num estado de exceção no Oriente Médio em seu premiado romance de estreia, Alif, o invisível. Primeiro lançamento de 2015 do selo Fantástica Rocco, o livro conquistou o World Fantasy Award e rendeu à autora comparações com escritores como Philip Pullman, Neil Gaiman e J.K. Rowling. Na trama, teologia islâmica, vigilância eletrônica e os acontecimentos da Primavera Árabe se mesclam para tecer uma rica narrativa, na qual o cotidiano colide com o fantástico e o mundo físico com o digital.

Livro: Timmy Fiasco: Errar É Humano (#01)
Série: Timmy Fiasco
Autor(a): Stephan Pastis
Tradutor(a): Raquel Zampil
Comprar:
Saraiva Submarino Cultura Americanas Travessa Folha Amazon

O pequeno Timmy tem certeza de que é apenas uma questão de tempo até ser reconhecido como um dos maiores detetives da atualidade… Cheio de casos dos seus colegas de escola para resolver, Timmy ruma ao estrelato. Mas algumas pedras estão no seu caminho: seu parceiro é um preguiçoso urso polar e sua concorrente nos negócios é a filha do banqueiro mais rico da cidade; Rollo Tookus, seu melhor amigo, não acredita nas suas teorias e é um zero a esquerda em matéria de espionagem; sem falar que seu único suspeito em todos os casos, Molly Moskins, cheira a tangerina e tem uma queda pelo detetive em questão.

Livro: O jogo de Sade
Autor(a): Miquel Esteve
Tradutor(a): André Pereira Da Costa
Comprar:
Saraiva Submarino Cultura Americanas Travessa Folha Amazon

Quando a vida profissional e o casamento do empresário Javier estão prestes a desmoronar, ele se envolve em uma estranha aventura que mistura sedução, pornografia, mistério e morte. Em O jogo de Sade, Miquel Esteve prende os leitores em uma trama carregada de erotismo, que remete ao espírito libertino do Marquês de Sade, escritor e aristocrata francês cujo nome deu origem ao termo sadismo – o prazer na dor física ou na humilhação infligida ao parceiro ou parceira durante o ato sexual.

Preso a um casamento infeliz e vendo o império financeiro que construiu ruir, Javier busca um jeito de fugir de seus problemas, ainda que temporariamente. Após pedir uma dica de um ambiente diferente ao garçom de seu bar favorito, ele recebe um cartão enigmático, no qual o nome “Donatien” aparece acompanhado de um número de telefone celular. No verso, uma senha, em francês: “Les infortunes de la vertu”, que pode ser traduzida como “Os infortúnios da virtude”.

Uma vez no Donatien, Javier percebe que assistirá a um espetáculo baseado em um trecho do livro Justine ou os infortúnios da virtude, do Marquês de Sade. Completamente envolvido pela atmosfera carregada de violência e erotismo, ele faz sexo com uma das mulheres presentes. A partir daí, o empresário é incluído em um jogo perigoso, que envolve atração sexual, chantagem, traição e o assassinato de Magda, além de acender a lembrança de momentos e pessoas que ficaram no passado.

Quem se esconde por trás da figura do Marquês de Sade e controla a situação? Por que Javier foi escolhido para participar? Será possível livrar-se da rede de perversão que dita as regras do jogo?

Livro: Eu, S.A.
Autor(a): Gene Simmons
Tradutor(a): Balão Editorial
Comprar: Saraiva Cultura Travessa Folha Amazon

O lucro sempre foi música para os ouvidos de Gene Simmons. Cérebro e língua à frente do Kiss, esse israelense crescido nos EUA e transformado em um legítimo self made man – figura mitológica do capitalismo norte-americano – pode ser responsabilizado pelos cem milhões de discos vendidos pelo maquiado grupo que fundou no começo dos anos 1970, ao lado de Paul Stanley, e que ainda hoje encontra-se ativo e barulhento.

Simmons, 1,88m, sempre subiu nas botas de cano altíssimo para garantir que o hard rock do seu grupo tocasse em sintonia com o barulho das máquinas registradoras. Camisetas, bolsas, bonés, bonecos, histórias em quadrinhos, jogos, filmes… o Kiss fez dinheiro em tudo em que colocou a sua inconfundível marca. Individualista assumido, Simmons foi além. E não por acaso, seu livro tem o título Eu, S.A.

Sem muitas papas no referido órgão muscular alongado, esse mestre do marketing pessoal disseca seu próprio lema – Construa um exército de um homem só, liberte seu deus interior (do rock) e vença na vida e nos negócios – em uma divertida e incorretíssima série de dicas, que chama de “13 princípios para o sucesso, para se chegar no topo. No topo de uma montanha de dinheiro”.




Nenhum comentário



Deixe um comentário

Os campos marcados com * são obrigatórios.





Comentário *