29 de abril de 2015
Postado por: Bru Fernández @ Arquivado em: Lançamentos

Livro: Sal (#01)
Série: Trilogia do Sal Profundo
Autor: Maurice Gee
Tradutora: Cláudia Mello Belhassof
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Folha Travessa Americanas Amazon

Quando Tarl é capturado e escravizado para trabalhar no Sal Profundo, seu filho Hari promete resgatá-lo. Corajoso e inteligente, este cruza o caminho da bela Pérola e de sua talentosa criada, Folha de Chá. Hari e Pérola logo percebem que, juntos, devem descobrir os segredos do Sal Profundo. E esta longa jornada por terras ermas se torna muito mais do que uma missão para salvar Tarl — afinal, o mundo está à beira de um terror sem precedentes.

Livro: Pequenos Deuses (#13)
Série: Discworld
Autor: Terry Pratchett
Tradutor: Alexandre Mandarino
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Folha Travessa Americanas Amazon

“Só porque você consegue explicar não significa que não seja um milagre.”

Religião é um assunto controverso em Discworld. Todo mundo tem sua própria opinião e até seus próprios deuses, que podem ser de todas as formas e tamanhos. Nesse ambiente tão competitivo, as divindades precisam marcar presença. E a melhor maneira de fazer isso certamente não é assumindo a forma de uma tartaruga. Nessas situações, você precisa, e rápido, de um assistente. De preferência alguém que não faça muitas perguntas…

A editora ainda conta com lançamentos que não fazem parte de séries, para vê-los, clique no link abaixo.

Livro: Capesius, o Farmacêutico de Auschwitz
Autor: Dieter Schlesak
Tradutora: Miriam Bettina Paulina Oelsner
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Folha Travessa Americanas Amazon

Quando vivia em Schässburg, na Transilvânia, Victor Capesius era farmacêutico e representante comercial dos produtos Bayer. Durante a guerra, foi recrutado para ocupar o prestigiado cargo de Oficial da SS como farmacêutico-chefe de Auschwitz do outono de 1943 até a evacuação do campo de concentração. Entre as suas atribuições constavam distribuir o gás utilizado nas câmaras de extermínio e selecionar os que iriam para a morte.

Certo dia, após a chegada de um trem de sua terra natal, Capesius identificou vários homens e mulheres, antigos vizinhos e conhecidos, que desembarcavam no principal campo de concentração do nazismo; pessoas que sequer imaginavam o massacre final que as aguardava. A sangue-frio, enviou muitos deles para as câmaras de gás e se apossou de seus objetos de valor.

Por meio da investigação das relações entre os vários personagens que estiveram em Auschwitz – tanto as vítimas quanto agentes que trabalharam em prol do Holocausto –, Dieter Schlesak nos apresenta uma complexa colagem de narrativas, documentos e imagens do horror nazista. Capesius, o Farmacêutico de Auschwitz é uma obra comovente, inquietante, dada a intensidade de sua pujança linguística, carregada de autenticidade.




Nenhum comentário



Deixe um comentário

Os campos marcados com * são obrigatórios.





Comentário *