domingo, 17/11/2019
Últimas do LeS:
Capa » Notícias » Casa da Palavra reúne títulos infantis da LeYa

Casa da Palavra reúne títulos infantis da LeYa

A editora Casa da Palavra, do Grupo LeYa lançou um projeto infantil na última semana, no 17º Salão da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ, que aconteceu no Rio de Janeiro. A editora vai reunir, em uma caixa no formato de casa, livros infantis cujo objetivo é despertar o hábito da leitura nas crianças. Na opinião da editora, são publicações infantis essenciais para a construção de sua primeira biblioteca. Martha Ribas, editora da Casa da Palavra disse:

Mais que um selo, o Casinha da Palavra é um projeto e mais do que vender livros, queremos vender a ideia de construir a primeira biblioteca de uma criança.

O lançamento do projeto será um marco no Grupo LeYa: os poucos livros infantis da editora LeYa passarão a ser editados pela Casa da Palavra, que já reúne a maior parte dos títulos do catálogo infantil do grupo. No primeiro “movimento” do Casinha da Palavra, serão lançados cinco títulos: O Pequeno Príncipe para colorir, com base na obra de Antointe de Saint-Exupéry; Emília: uma biografia não autorizada da marquesa de Rabicó, de Socorro Acioli; Manual do defensor do planeta, de Rodrigo Medeiros; Bibliotecas do mundo, de Daniela Chindler e uma versão inédita e moderninha de Cinderela, ilustrada por Paula Kranz. Além dos livros, a caixa vem com um folder explicativo e um conjunto de giz de cerra coloridos para que o leitor possa personalizá-la. Clique no Leia Mais e tenha mais detalhes sobre o Casinha da Palavra.

Martha comentou que prepara outro “movimento” do Casinha da Palavra para a Bienal do Rio (3 a 13/09/2015). O projeto conta com a consultoria do educador João Alegria:

A Casinha da Palavra é uma proposta de metodologia para a formação do hábito de ler. Seu formato de caixinha contribui para que os livros estejam sempre em evidência, num local especial. Como existem várias Casinhas da Palavra, cada uma com um acervo diferente de livros, aos poucos se poderá formar uma pequena cidade em casa, com as várias coleções. Para os educadores e a escola, a Casinha da Palavra é uma excelente solução para as atividades pedagógicas. Facilita o transporte e o trabalho coletivo junto aos alunos.

A princípio, as Casinhas da Palavra serão comercializadas em escolas e em eventos como o Salão da FNLIJ e Bienal, mas a editora estuda a possibilidade de adaptá-las para vendas em livrarias. Os livros, no entanto, serão comercializados individualmente no varejo, com a chancela da editora Casa da Palavra.

Sobre Kinina

Formada em Hotelaria e Análise de sistema, mas trabalha com Atendimento em uma agência publicitária. Passo o tempo lendo, assistindo seriados, ouvindo música e tendo ideias malucas. Vai que um dia alguma dá certo e ela fica rica e famosa...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.