sexta-feira, 15/12/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “Depois do que aconteceu”, de Juliana Parrini

Resenha: “Depois do que aconteceu”, de Juliana Parrini

Livro: Depois do que aconteceu (#01)
Série: Depois do que aconteceu
Autor: Juliana Parrini (@julianaparrini)
Páginas: 344
Editora: Suma de Letras
Tradução:
Resenha por: Monique Marie
Comprar: Saraiva Cultura Amazon

O vazio deixado por Alex está sempre comigo, e isso é bom, porque essa dor me dá a certeza de que a sua existência em minha vida foi real. E o mais difícil nessa batalha que se estende dia após dia é ficar longe de quem você mais queria estar perto.”

Isabel passou o último ano fugindo. Depois do que aconteceu, a jovem não acredita que conseguirá ser feliz novamente. O que ela não esperava era que o destino colocaria Daniel Clark em seu caminho. A atração entre os dois é imediata e irreversível: ao voltar para casa, a carioca Isabel não será capaz de esquecer os encantadores olhos azuis daquele cara que conheceu por acaso em plena avenida Paulista.

A partir desse dia, a tristeza de Isabel perde espaço para uma paixão que mudará a sua vida. Ficar presa ao passado vale mesmo a pena? Ou é preciso seguir em frente e dar uma segunda chance ao amor?

Começo minha resenha com um destaque para a capa, se eu não reparasse no Cristo Redentor ao fundo diria que era típica de livros gringos, ou seja, não estamos devendo nada para os livros de fora. Seja pelo conteúdo (história) ou pela qualidade de impressão/capa e afins.

Primeira parte negativa que tenho a falar do livro é que em alguns momentos eu me senti como uma leitora de fan fiction e não de um livro, confesso que fiquei com medo que esse sentimento pudesse estragar a história que estava se desenvolvendo bem, mas felizmente não pensei assim durante o livro todo. Segundo e último ponto negativo é a prima Marcela: ela cabe perfeitamente no papel de megera mas acho que a mente macabra dela foi muito longe em pouco tempo, se me permitem falar chega a ficar um pouco forçado.

Sobre a narrativa, é um livro bem gostoso de ler, fácil e a autora alterna entre os dias de hoje de Isabel e lembranças de momentos que ela viveu com Alex, o que faz com que você entenda melhor o que significou para Bel esse fim de relacionamento.

“Dizem que quando a saudade não vai embora é porque resolveu ficar, e não adianta, em hipótese alguma, dizer ao coração o que ele deve fazer. Às vezes ele é cruel e nos leva para um mundo totalmente desolador. Vejo seus olhos brilharem à distância. O vento sopra em meus cabelos, enquanto corro para os seus braços o mais rápido que posso, certa de que, ao encontrá-lo, serei feliz novamente. Até perceber que estou caminhando há horas, dias, um ano, sem nunca chegar aos braços do meu amor.” – Prólogo

Agora vamos à todas as maravilhas do livro que são muitas. Isabel é uma personagem que vai criar uma empatia enorme com qualquer pessoa que já passou um término de relacionamento, principalmente se você foi a pessoa que se deu mal na história. Você entende todo o sofrimento, a vontade de se isolar do mundo e até aquela raiva em ver o sol brilhar. As gêmeas Luci e Lua são as amigas que todos precisam, ponto positivo para a autora porque em uma das inúmeras conversas entre elas e Isabel eu me vi ali, vi perfeitamente minha amiga tirando uma com a minha cara e querendo me ajudar da forma mais bizarra possível, tem como existir algo mais incrível do que personagens assim? Para ajudar ainda mais temos Alex, o amor de uma vida inteira e agora Daniel, o gato ricasso que muda sua vida da noite para o dia. Juliana Parrini você é incrível.

A autora também cria um universo onde eu acredito que muitos leitores vão pensar da mesma forma que eu, você não sabe ao certo o que aconteceu com Alex. O leitor passa mais da metade do livro se perguntando se Alex foi um sem noção ao largar a pessoa que mais lutou por ele ou se ele morreu e por isso Isabel não conseguiu grudar todos os seus pedaços novamente. Fiquem tranquilos que antes do fim do livro essa resposta vem até você.

Em uma tentativa de voltar a viver, Isabel viaja para São Paulo com seu pai e ao esbarrar com um belo estranho na Avenida Paulista ela estaria mudando completamente o rumo de sua vida. O estranho é Daniel, um publicitário americano que mora no Brasil há muitos anos e fica loucamente encantado por Bel. Por favor, frisem no loucamente, a química que acontece entre os dois é aquela típica de quem não consegue passar segundos sem um jogar o outro contra a parede e fazer tudo o que passar pela cabeça. Nada mal para quem não queria levantar da cama.

Ao voltar para sua vida no Rio de Janeiro ela tem uma surpresa não muito agradável com Daniel, que vou deixar no suspense para que vocês tenham a mesma reação de “ó meu Deus” que eu tive. Neste momento a parte chata da família faz parte de sua vida mais do que ela gostaria e suas amigas são seu porto seguro, além é claro de seu pai. Insira aqui muito drama, muita bebedeira em um bar com a turma toda e muita confusão de pensamentos.

A história segue em um rumo que ninguém espera e termina mais absurda ainda, não um absurdo ruim mas algo completamente louco e ligado à Alex. Sim, Alex.

Leiam e se travarem em algum ponto da leitura continuem! O livro vale a pena e eu fico feliz que a continuação já está em pré-venda, pois sei que logo mais poderei ler a continuação para que eu entenda esse final que ainda não superei.


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Monique Marie

Publicitária frustrada com o pouco dinheiro da área e admiradora de tudo que envolve a política. Gosta de seriados que tenham serial killers, filmes infantis, fanática por futebol e F1, além de tentar competir com o Dr. Reid (Criminal Minds) quem lê mais rápido. Geralmente não gosta de ler o que está “na moda”, adora indicações e ainda acredita que muitos livros se vendem pela capa. Não se separa de seu amigo rivotril e escreve no mínimo um texto por dia.

2 comentários

  1. Oi, Monique! Você disse que gostava de indicações, então eu vou te indicar uma trilogia: A Seleção. Li esse livro super desacreditada, acho que todo mundo começa á lê-lo dessa forma (ou talvez só eu). Bom, o livro é ótimo e recomendo á todos! Tenho certeza de que vai se surpreender com o desfecho da história e que vai gostar muito da leitura!
    Obs: suas resenhas são ótimas, sinceras e originais. Você não só apresenta um livro, você dá a sua opinião sobre ele. Parabéns e muito sucesso!

  2. Maria Socorro

    Olá, foi meu primeiro contato com os seus comentários. Como ainda não Li nada da Juliana, gostaria de ter toda a trilogia. Qual o nome do terceiro livro que está na pré venda? Adorei seus comentários. Até mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*