sexta-feira, 24/03/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “Grey”, de E. L. James

Resenha: “Grey”, de E. L. James

Livro: Grey: Cinquenta Tons de Cinza Pelos Olhos de Christian (#04)
Série: Cinquenta Tons de Cinza
Autor: E. L. James (@e_l_james)
Páginas: 480
Editora: Intrínseca
Tradução: Adagilsa C. Silva, Julia Sobral Campos, Maria Carmelita Dias
Resenha por: Kinina
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Americanas Amazon

Na voz de Christian, e através de seus pensamentos, reflexões e sonhos, E L James oferece uma nova perspectiva da história de amor que dominou milhares de leitores ao redor do mundo.

Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio – até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas em vez disso acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Ana parece enxergar através de Christian – além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido.

Será que, com Ana, Christian conseguirá dissipar os horrores de sua infância que o assombram todas as noites? Ou seus desejos sexuais obscuros, sua compulsão por controle e a profunda aversão que sente por si mesmo vão afastar a garota e destruir a frágil esperança que ela lhe oferece?

ATENÇÃO! Esse livro não é o primeiro da série e a resenha pode conter spoilers! Confira nossas resenhas anteriores dessa série, clicando na capa desejada:

Cinquenta tons de cinza Cinquenta tons mais escuros

Não bastasse o furor que a trilogia original de E. L. James causou quando foi lançada no Brasil – e no resto do mundo! – agora o mundo literário será arrebatado pela versão da história através do olhar de nada mesmo que o próprio Christian Grey. Tenho certeza que quem leu os livros de Cinquenta Tons de Cinza ficou extremamente curiosa para ler Grey, tendo gostado ou não da história. Já para quem não leu nada, quem sabe esse possa ser um incentivo para conhecer a série.

A história do primeiro livro da trilogia original e deste é a mesmíssima, só que agora, toda contada sobre o ponto de vista de Cristian Grey. O personagem reconta toda a história dele com a universitária Ana Steele desde o momento que ele pôs os olhos nela pela primeira vez, em seu escritório. Então não há muitas novidades em relação ao enredo.

Se você está esperando mais ação ou safadeza na versão de Christian, esquece! Grey é muito mais perturbador do que revelador ou sensual. Neste livro você vai conhecer mais intimamente os problemas que Grey teve na infância e como ele lida com isso na fase adulta. Através de sonhos, Christian revela em detalhes o abuso e a vida infeliz que teve com a mãe biológica e como ele foi adotado e recebido pela família Grey.

Foi interessante fazer releitura da história não só por causa da mudança de narrador, mas para relembrar personagens e detalhes que foram deixados de lado no filme, que era minha lembrança mais recente da história, como por exemplo a relação de amizade de Grey com sua ex-dominadora e a intervenção de uma das ex-submissas de Grey.

A autora se preocupou com todos os detalhes para manter coerência com o primeiro livro: descrição de roupas, lugares, diálogos e, logicamente, a ordem dos fatos. Se você pretende começar a ler a trilogia por curiosidade pela sensualidade do relacionamento do casal, vai na ordem certa dos livros e comece por Cinquenta Tons de Cinza, a versão de Ana. Apesar de inexperiente, é muito mais sensitiva. Se você curte uma análise psicológica mais profunda de um personagem, comece por Grey.

Se eu fosse definir esse livro sob o ponto de viste de Christian, eu diria que o livro é tipo sexo baunilha. ;)

“Vai se conformar com o simples e velho sexo baunilha?
Baunilha não tem nada de simples e velho. É um sabor muito intrigante.”


Aviso Legal: Esse livro foi adquirido pela própria resenhista.

Sobre Kinina

Formada em Hotelaria e Análise de sistema, mas trabalha com Atendimento em uma agência publicitária. Passo o tempo lendo, assistindo seriados, ouvindo música e tendo ideias malucas. Vai que um dia alguma dá certo e ela fica rica e famosa...

13 comentários

  1. Eleonora Lemos

    Bom dia, Kinina!
    Li todos os livros da trilogia de E. L. James e o último “Grey”. Gostaria de saber se a autora pretende lançar os outros dois livros que falam da história do casal sob a perspectiva do protagonista Grey. Você sabe alguma coisa a respeito? É bem intrigante ver a história sob o olhar de Grey.
    Grata pela atenção,
    Eleonora

  2. Allisson Henrique

    Louco pra ler ele

  3. Olá Eleonora!
    A autora falou que vai continuar escrevendo a história sob o POV de Grey, mas ainda sem previsão de lançamentos. Assim que tivermos alguma informação postaremos por aqui ;)

  4. Comecei a ler, e estou achando muito interessante o ver como Gray vê o relacionamento com a Anastácia.

  5. Sara Beatriz Macedo

    Minha amiga já leu o livro disse que é maravilhoso!!! Louca para ler também !! :D

  6. Esse magnífico livro traz uma nova percepção a uma romântica, porém, sádica história que ganhou vários corações.
    Aqui conseguimos ver por trás do Solteiro milionário mais cobiçado, Grey. Ou Christian Trevelyan Grey se assim preferir.
    É interessante, divertido e intrigante conhecer o verdadeiro Christian Grey e as profundezas da sua vida sozinho como um “eremita na sua torre de marfim” e a vida dele ao lado da Anastácia. O mais intrigante é sentir a dor de estar sozinho depois que ela o deixa no sábado e ver o desespero dele e ter ela de volta e em pensar que ela possa estar com outro homem (cosia impossível). É uma das melhores sagas que conheci. O fato do charlatão caro Sr. Flyn estar em ambas as perspectivas é importante,pois, traz para os livros um ar profissional, psicológico e profundo a uma história de romance e depravação.

  7. Louca para ler esse livro!!!!!!

  8. Brenda Brito

    Eu já comecei a ler e gostei é interessante ver a história do ponto de vista do Christian. Recomendo e estou partipando do sorteio quero tudo!

  9. Amo! Amo! Amo! Nada se compara!! Aguardando ansiosamente para estar contigo novamente, meu Christian!!! :*

  10. Li várias resenhas estrangeiras sobre o livro e fiquei com o pé atrás com ele, mas fui a livraria e dei uma olhada nos primeiros capítulos e confesso que achei melhor do que o pessoal estava comentando. Tenho que terminar de ler para conferir.

  11. Carol Rodrigues

    Eu amo de mais esse livro, o Cristian é perfeito, mudou toda a minha concepção que possuía do primeiro livro, sou mega fã da serie e estou esperando ansiosamente pelos próximos, espero E. L. James seja bem querida escreva logo as continuações.

  12. Sarah Coelho

    Eu amei todos os livros da trilogia! Ansiosa pra ler esse <3

  13. Eu não li a trilogia de cinquenta tons de cinza, mas assisti o filme (sei que não é a mesma coisa). Eu adorei a temática e sei que no livro tudo é mais forte e mais apimentado, mas não me interessei pela trilogia, mas isso não acontece com GREY que eu estou super afim de ler e de formar a minha opinião. Adorei o seu blog, já está nos meus favoritos.

    Meu Blog: http://www.umcontainer.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*