sexta-feira, 24/03/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “A rainha exilada”, de Cinda Williams Chima

Resenha: “A rainha exilada”, de Cinda Williams Chima

Livro: A Rainha Exilada (#02)
Série: Os Sete Reinos
Autor: (@CindaChima)
Editora: Suma de Letras
Páginas: 456
Tradução: Ana Resende e Regiane Winarski
Resenha por: Monique Marie
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Americanas Amazon

Assombrado pela perda de sua mãe e irmã, a jornada de Han Alister rumo ao sul começa com seus estudos na Academia Mystwerk em Vau de Oden. Mas partir de Fells não significa que o perigo ficou para trás. Han é caçado a cada passo do caminho pelos Bayar, uma poderosa família de magos decidida a reaver o amuleto que Han roubou deles. E a Academia Mystwerk apresenta seus próprios perigos. Lá, Han conhece Corvo, um mago misterioso que concorda em ser seu tutor nas artes negras da feitiçaria – mas a barganha que eles fazem pode levar Han a se arrepender. Ao mesmo tempo, a princesa Raisa ana’Marianna foge de um casamento forçado em Fells, acompanhada de seu amigo Amon e seus cadetes. Agora o lugar mais seguro para Raisa é a Academia Wein, a academia militar de Vau de Oden.

ATENÇÃO! Esse livro não é o primeiro da série e a resenha pode conter spoilers! Confira nossas resenhas anteriores dessa série, clicando na capa desejada:

#01 - O Rei Demônio

Antes de começar a resenha em si, acredito que quem leu a sinopse sem ter lido o primeiro livro já ganhou um spoiler sem precedentes, então qualquer fato da resenha não será nada perto do que já foi falado, além de terem resumido tudo o que poderia ser dito!

Fiquei muito feliz com a continuação não ter perdido o encanto que O Rei Demônio teve, a autora conseguiu manter o nível do livro e acredito que a série toda deva ser assim. Lembram que comentei que era extremamente detalhado mas não em um nível Tolkien de detalhes? Esqueçam isso, nesse segundo livro Chima consegue ser ainda mais detalhista com os lugares que os personagens passam e com o que os personagens fazem, o que torna o livro ainda mais interessante.

“Depois de uma tênue visita de três meses a Vau de Oden, o inverno voltou para o norte e deixou para trás flores se abrindo, como fogos de artifício de despedida” – pág 356

Os personagens principais são mantidos assim como suas aventuras pessoais, o ódio ao jovem Bayar aumenta (pelo menos para mim) e caso alguém se lembre de um fato que morri de curiosidade na primeira resenha, teremos muito mais desse encontro neste livro. Vale a pena dar uma olhada no que indaguei e morram de curiosidade.

A autora mantém a história contada pelos pontos de vistas dos diferentes personagens e dos diferentes lugares, algo que acho incrível pois parecem várias histórias em um único livro que se cruzam.

Em A Rainha Exilada talvez tenhamos um envolvimento amoroso de fato de Raissa mas jamais revelarei se isso é verdade e se for, quem é o felizardo.

Infelizmente não há muito mais que contar sobre o livro pois acabaria com toda a graça e mantenho o que disse no primeiro: por favor leiam! São várias aventuras de tirar o fôlego, uma escrita gostosa e personagens que vão fazer com que você tenha diferentes sentimentos durante a leitura. Terminei falando que queria o segundo e agora já quero o terceiro!

Para finalizar deixo claro que: alguns rumos que parecem certos não serão tão certos assim!


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Monique Marie

Publicitária frustrada com o pouco dinheiro da área e admiradora de tudo que envolve a política. Gosta de seriados que tenham serial killers, filmes infantis, fanática por futebol e F1, além de tentar competir com o Dr. Reid (Criminal Minds) quem lê mais rápido. Geralmente não gosta de ler o que está "na moda", adora indicações e ainda acredita que muitos livros se vendem pela capa. Não se separa de seu amigo rivotril e escreve no mínimo um texto por dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*