segunda-feira, 16/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “After – Depois da esperança”, de Anna Todd

Resenha: “After – Depois da esperança”, de Anna Todd

Livro: Depois da esperança (#04)
Série: After
Autor: Anna Todd (@imaginator1dx)
Páginas: 352
Editora: Paralela
Tradução: Alexandre Boide e Carolina Caires Coelho
Resenha por: Bru Fernández
Comprar: Saraiva Submarino Submarino Americanas Amazon

Depois de tantos obstáculos, Tessa e Hardin estão, enfim, mais maduros como casal. As dificuldades causadas pelo gênio forte dele e pela impulsividade dela ainda existem, mas eles já não conseguem negar o amor que sentem um pelo outro. Mesmo morando em cidades diferentes, estão mais apaixonados do que nunca. Se a química entre os dois já era explosiva antes, agora que eles se entregaram de vez a essa paixão, cada encontro será mais ardente do que o anterior. Mas uma cruel reviravolta do destino trará à tona todos os fantasmas do passado de Hardin. Depois da esperança, haverá forças para enfrentar mais dificuldades?

ATENÇÃO! Esse livro não é o primeiro da série e a resenha pode conter spoilers! Confira nossas resenhas anteriores dessa série, clicando na capa desejada:

“É que já faz tanto tempo, e estamos naquele lance de merda de meio relacionamento no qual somos péssimos. E não nos vemos há um tempo, e eu senti saudade, e espero que você tenha sentido minha falta também.”- p. 31

Antes de começar a resenha acho legal falar sobre a divisão do terceiro livro que ocorreu no Brasil (e em alguns outros países): a série original de After em inglês tem somente 4 volumes, After, After We Collided, After We Fell e After Ever Happy; já no Brasil temos 5 volumes porque o terceiro livro, After We Fell, foi dividido em duas partes (After – Depois do desencontro e After – Depois da esperança). Isso aconteceu pois o terceiro volume era muito extenso e a Paralela queria publicar a série toda ainda esse ano. Para conseguir fazer isso com a mesma qualidade dos outros livros, eles optaram por dividir o livro em dois. Esse então é o “final” do livro 3.

Nesse volume Tessa e Hardin estão “separados” – entre aspas mesmo porque vocês sabem como esses dois são, não é? – por conta da mudança de Tessa para Seattle. Porém, apesar de estar vivendo seu sonho de morar, estudar e trabalhar na cidade que sempre sonhou, fica claro, até mesmo para a personagem, ela não está completamente feliz. O que me impressinou foi como o casal conseguiu lidar com essa distância de uma forma madura (tanto quanto Hardin e Tessa podem sere maduros, vejam bem). É muito bom ver que os dois estão fugindo de erros do passado e quebrando o ciclo de idas e vindas, gritarias e brigas absurdas que ficamos estranhamente acostumados a julgar como algo normal nos primeiros livros. Ambos estão mais adultos, cada um à sua maneira, e tentando manipular menos o outro.

As dificuldades agora vêm de fora, principalmente das famílias dos dois. Tessa finalmente descobre que seu pai não está apenas envolvido com álcool, mas também com drogas e isso acaba com o seu mundo e com a tentativa de reconciliação que ela tanto desejava. Infelizmente, isso é só o começo pois nesse volume uma verdade é revelada sobre o passado de Tessa que explica muita coisa e pode abalar o seu futuro com Hardin. Já na família de Hardin, sua mãe, que ainda mora na Inglaterra, anuncia que irá se casar. Como sempre, ele não reage bem à novidade e precisa daqueles inventivos que só Tessa sabe proporcionar. Mas eles não estão oficialmente juntos, então isso se torna (mais) um problema.

Apesar de tudo isso, a grande revelação do livro, apesar de bombástica e mudar toda a visão que temos da história como um todo, não foi um momento muito chocante para mim. A autora foi bem óbvia em algumas deixas ao longo da narrativa e, para mim, isso pode ter minimizado o choque do gancho final. Mas eu estou doidinha para saber o desenrolar dessa reviravolta!

Entrando na reta final da série e Anna Todd, que comecei a ler por pura curiosidade, fico impressionada (e feliz!) em perceber que a autora não está caindo na mesmice, assumindo uma narrativa bem coerente e cheia de ganchos e reviravoltas que prendem o leitor a cada página. Que venha o livro final e todos os outros que expandem o universo de After!

“Você não precisa conversar comigo, mas sei que precisa de mim aqui agora.”- p. 324


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Bru Fernández

Formada em Letras, trabalha como Revisora e Tradutora em uma agência publicitária e preenche suas horas vagas assistindo a seriados, filmes e partidas de futebol, vôlei, basquete e ice hockey, além de ouvir música, ir a shows e, claro, ler. Não curte chick-lits e prefere os thrillers, policiais, YA e fantasia. Nunca sai de casa sem guarda-chuva e um livro na bolsa, afinal nunca se sabe quando irá chover ou surgir uma fila/trânsito em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*