quinta-feira, 26/05/2022
Últimas do LeS:
Capa » Primeiras Impressões » “Morning Star”, primeiras impressões

“Morning Star”, primeiras impressões

“O Ceifeiro chegou. E trouxe o inferno com ele.”

Há tempos uma série não me conquistava tão intensamente quanto Red Rising conseguiu. Um universo detalhado com uma narrativa intensa permeada de críticas sociais e crueldade crua e personagens pra lá de carismáticas – ou pra lá de irritantes.

Os dois primeiros livros foram incríveis – o segundo inclusive com um final devastador -, então vocês conseguem imaginar o alvoroço dos leitores da série para o lançamento do livro final dessa trilogia de estreia de Pierce Brown? Quais reviravoltas nos aguardam? O que será de Darrow? O que o futuro guarda para o Chacal e Cassius? Tantas alternativas, tantas saídas… poderia passar o dia todo aqui especulando sobre os acontecimentos desse tão aguardado desfecho.

Morning Star será lançado nos Estados Unidos no dia 09 de fevereiro e deve ser lançado no Brasil ainda esse ano pela Globo Alt, mas nenhuma previsão certa de data.

Já leu Fúria Vermelha e Filho Dourado? Então leia abaixo o prólogo de Morning Star traduzido por mim. Ah, e tente controlar sua ansiedade ;)

ATENÇÃO! O trecho abaixo pode conter spoilers se você ainda não leu os livros anteriores.

PRÓLOGO

Desperto na escuridão, longe do jardim que eles regaram com o sangue de meus amigos. O Dourado que matou minha esposa está morto ao meu lado na plataforma de metal frio, sua vida apagada pela mão do seu próprio filho.

O vento do outono açoita meus cabelos. A nave burburinha abaixo. Na distância, chamas rasgam a noite com um laranja brilhante. Os Telemanus descendem da órbita para me resgatar. É melhor que eles não o façam. É melhor deixar a escuridão me levar e permitir que os abutres lutem pelo meu corpo paralisado.

As vozes de meus inimigos ecoam atrás de mim. Demônios grandiosos com rostos de anjos. O menor deles se curva. Acaricia minha cabeça enquanto olha para seu pai morto.

— A história sempre iria acabar assim — ele me diz. — Não com seus gritos. Não com a sua fúria. Mas com o seu silêncio.

Roque, meu traidor, senta-se no canto. Ele era meu amigo. Um coração muito amável para sua Cor. Agora ele vira a cabeça e vejo suas lágrimas. Porém elas não são para mim. São para ele. Pelo o que ele perdeu. Por aqueles que já tirei dele.

— Não há Ares para salvá-lo. Nem Mustang para te amar. Você está sozinho, Darrow. — Os olhos do Chacal estão distantes e tranquilos. — Como eu. — Ele levanta uma máscara preta fechada com uma focinheira e a prende ao meu rosto. Escurecendo minha visão. — É assim que termina.

Para me despedaçar, ele matou aqueles que eu amo.

Mas há esperança naqueles que ainda vivem. Em Sevro. Em Ragnar e Dancer. Penso em todo o meu povo aprisionado na escuridão. Em todas as Cores de todos os mundos, algemados e acorrentados para que os Ouros possam governar, e sinto a raiva queimar no vazio escuro que ele esculpiu em minha alma. Eu não estou sozinho. Eu não sou sua vítima.

Então, que ele faça seu pior. Eu sou o Ceifeiro.

Eu sei como sofrer.

Eu conheço a escuridão.

Não é assim que acaba.

Sobre Bru Fernández

Formada em Letras, trabalha como revisora e tradutora e preenche suas horas vagas assistindo a seriados, filmes e partidas de futebol, vôlei, basquete e ice hockey, além de ouvir música, ir a shows e, claro, ler. Não curte chick-lits e prefere os thrillers, policiais, YA e fantasia. Nunca sai de casa sem guarda-chuva e um livro na bolsa, afinal nunca se sabe quando irá chover ou surgir uma fila/trânsito em São Paulo.

5 comentários

  1. Ola, já temos data para o livro traduzido chegar as lojas??

  2. Segundo a GloboAlt, o livro sai em junho desse ano, Renato! ;)

  3. Obrigado pela atenção!! e que tristeza! falta muito.

  4. Junho desse ano???? Pare com isso q meu coração não sabe lidar com ilusões. VOCÊ JURA????? *-*

  5. Foi a previsão dada pela Globo Alt! Esperamos que saia mesmo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Livros em Série