terça-feira, 19/11/2019
Últimas do LeS:
Capa » Lançamentos » Lançamentos Fábrica 231 – maio/2016

Lançamentos Fábrica 231 – maio/2016

Redenção pelo amorLivro: Redenção pelo amor (#03)
Série: Trilogia Redenção
Autor: Nana Pauvolih
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Amazon + ofertas

No último livro da trilogia Redenção, Nana Pauvolih prova que o tempo não é capaz de amenizar uma paixão e que o verdadeiro amor supera qualquer obstáculo. Em Redenção pelo amor, o protagonista é Antônio Saragoça, jovem bem-sucedido, líder exímio, orgulho da família. O destino do jovem está traçado desde a maternidade: muito desejado após anos de tentativas para engravidar, seus pais nunca tiveram dúvidas de que ele seria o herdeiro natural para assumir a Corpórea, empresa da família. Melhor ainda casado com Ludmila, filha de Walmor Venere, sócio de Arnaldo.

Vivendo um relacionamento de aparências, movido por interesses, Ludmila jamais pensou em abrir mão do casamento, mesmo sem o menor resquício de amor, carinho e companheirismo. Fria, calculista, orgulhosa e disposta a permanecer ao lado de Antônio a qualquer custo, ela aceita a indiferença do marido em troca de conforto, status e um cartão de crédito sem limites à disposição.

E assim se passaram nove anos. A rotina sem graça, no “automático”, de Antônio é interrompida quando ele reencontra Cecília Blanc, seu grande amor do passado. As lembranças, a química entre os dois, tudo volta à tona de forma intensa e visceral. O resultado é um turbilhão de emoções, aliado à certeza de que o tempo não foi capaz de amenizar os sentimentos e o desejo físico entre os dois. Não há mais dúvidas: tudo seria diferente a partir daquele momento.

Reviver o passado terá um preço alto que, ainda assim, Antônio está disposto a pagar. Arriscar tudo em nome da felicidade e deixar para trás anos de apatia, rancor e falsas aparências. Render-se definitivamente ao verdadeiro amor passa a ser então sua meta de vida. Custe o que custar.

Soppy – os pequenos detalhes do amorLivro: Soppy – os pequenos detalhes do amor
Autor: Philippa Rice
Tradução: Gustavo Figueiredo
Comprar: Saraiva Cultura Amazon + ofertas

Por meio de traços simples, nos quais predominam os tons de preto e vermelho, Philippa Rice usa a linguagem dos quadrinhos para revelar alguns momentos de intimidade, despertando a empatia dos leitores ao mostrar um relacionamento que nada tem a ver com os romances da ficção. O ato de escovar os dentes, compartilhando a pia do banheiro; a disputa por um dos lados da cama na hora de dormir; o cochilo no sofá; a hora de lavar louça e até a conversa sobre quem irá preparar o chá para os dois são flagrantes de uma deliciosa convivência, transbordante de carinho.

Mas a vida entre quatro paredes não é o único foco de Soppy. Caminhadas de mãos dadas, idas ao cinema, passeios ao ar livre, compras no supermercado e a visita a uma livraria também estão retratados no livro. A cumplicidade é tanta que, mesmo nas páginas em que não é mostrado um diálogo, a sintonia do casal é percebida com facilidade. E como nem tudo é perfeito, há brigas e momentos de tristeza, sempre contornados com palavras conciliadoras ou apenas um abraço silencioso.

A história de amor contada em Soppy não é feita de gestos grandiosos. E é exatamente isso que a torna encantadora e envolvente. É impossível não esboçar ao menos um sorriso diante de um casal que é tão real que poderia ser formado pelos leitores, seus amigos ou conhecidos. Com sensibilidade e ilustrações cheias de charme, Philippa Rice mostra que a vida a dois está longe de ser tediosa e que a felicidade pode estar nas pequenas coisas.

MaestraLivro: Maestra
Autor: L. S. Hilton
Tradução: Júlio De Andrade Filho
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Amazon + ofertas

Judith leva uma vida dupla. Das oito às cinco, se dedica a uma carreira aparentemente promissora – mas, na realidade, um bocado frustrante – como assistente em uma das mais elitizadas lojas de arte do planeta, em Londres: aprendeu a se vestir, a falar de maneira pomposa, a agir conforme o script em um ambiente masculino em excesso. Em paralelo, nas noites de quinta e sexta, trabalha na boate Gstaad, onde sua função é seduzir os clientes até convencê-los a consumir o máximo de champanhe superfaturado que forem capazes. E isso é estranhamente recompensador, um contraponto às humilhações diárias na casa de leilões. Parece que, ali, é ela quem finalmente dá as cartas.

Mas essa rotina vira de ponta-cabeça quando Judith é demitida de seu emprego diurno ao sugerir, com conhecimento de causa, que uma obra recém-adquirida pela casa de leilões – aparentemente um George Stubbs, um dos mais rentáveis pintores ingleses do século XVIII – seria uma falsificação. Naquele exato momento, ela decide responder ao insistente aceno de uma grande amiga que passou anos negligenciada, uma companheira que, na juventude, foi responsável por manter sua espinha ereta e a fazer superar brigas e insultos: a Raiva. O que vem a seguir são reviravoltas constantes que deixam um rastro de sangue e outros fluidos corporais pelas paisagens deslumbrantes da Inglaterra e da Riviera Francesa, com passagens por outros locais igualmente paradisíacos na Itália e Suíça.

Sobre Kinina

Formada em Hotelaria e Análise de sistema, mas trabalha com Atendimento em uma agência publicitária. Passo o tempo lendo, assistindo seriados, ouvindo música e tendo ideias malucas. Vai que um dia alguma dá certo e ela fica rica e famosa...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.