terça-feira, 17/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “O andarilho das sombras”, de Eduardo Kasse

Resenha: “O andarilho das sombras”, de Eduardo Kasse

O andarilho das sombrasLivro: O andarilho das sombras (#01)
Série: Tempos de sangue
Autor: Eduardo Kasse (@edkasse)
Editora: Draco
Páginas: 384
Tradução:
Resenha por: Monique Marie
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Amazon + ofertas

O Andarilho das Sombras, romance de Eduardo Kasse, conta uma história instigante de como as escolhas, os caminhos tortuosos e uma maliciosa promessa criaram um grande mal.

Harold Stonecross, protagonista do livro, é carismático, sedutor e fatal. Sempre envolto em mistérios enquanto caminha pelas ruelas escuras e imundas das cidades e vilas medievais da Inglaterra, Irlanda e França dos séculos XI e XII.

Toda a narrativa é permeada e entrelaçada com fatos históricos e pessoas reais, com uma visão ficcional sobre o que poderia ter acontecido – ou aconteceu…

Uma saga de deuses esquecidos, dogmas e mitos em que Harold narra as passagens da sua longa existência, repletas de conexões com tempos passados, presentes, imemoriais, vida humana e renascimento.

O mundo se tornou o seu palco. Homens, mulheres, nobres ou religiosos, não importa: sempre haverá um rastro de sangue após as cortinas baixarem.

Porque as teias do destino há muito tempo foram trançadas…

Essa é a vida do homem que, por desespero e na iminência da morte, recebeu um dom e ao mesmo tempo uma maldição…

Para ele e para a humanidade.

“Dinheiro e medo. São as únicas chaves capazes de abrir quaisquer portas e silenciar todas as bocas. E eu podia usar os dois.”

Sabe aquele livro que tudo que você contar da história se tornará spoiler? Então vou tentar comentar com cuidado sobre o que li sem fazer com que vocês saibam de tudo e não leiam o livro.

Disse em minha última resenha ligada a vampiros que não seria a última vez que comentaria sobre o fator Crepúsculo, acho que a partir de agora já posso parar de citar esse fator vez que todos os livros que tenho pego sobre o tema voltaram com o clássico e as mudanças feitas são apenas, apenas para serem adequadas a época em que se passa a história ou em algum tema especial, nada que mude o fato de precisarem de sangue, de ter muita morte e por aí vai. Ufa!

Na sinopse o nosso protagonista Harold é descrito como sedutor, não sei se essa seria a melhor palavra para ele, enigmático cairia melhor. O ar de quem não liga para nada que está acontecendo, suas vestes de nobre mas sempre muito fechado acaba por despertar a curiosidade das pessoas e isso inclui as mulheres, o que para elas geralmente é uma cilada. Harold é muito esperto, soube achar um local para descansar o tempo que precisou e consegue transformar o dinheiro que arruma em mais dinheiro, o que ajuda a ter casa, empregados e vestes de um nobre para poder andar onde bem entende nas cidades que chega.

A história se passa na Idade Média e o autor consegue descrever bem alguns costumes e locais para que possamos criar em nossas mentes o ambiente correto, senti a falta de melhores descrições de algumas histórias do passado de Harold, mas acredito que teremos essas respostas nos próximos livros.

O livro usa de flashbacks, nada que faça você se confundir com o que está lendo, ele serve para que você entenda melhor o universo em que Harold foi construído e que conheça algumas pessoas que são extremamente importantes para ele, talvez esse vampiro tenha algo de bom em seu coração.

Pontos positivos a se destacar é que O Andarilho das Sombras é uma leitura fácil, você lê rapidamente e se interessa pelo que está lendo. Além de termos muitas mortes (acredito que para quem gosta de vampiros isso seja um ponto positivo) e algumas situações que chegam a ser engraçadas em que o nosso protagonista se mete para poder conseguir a sua fonte de vida. Vale a leitura para conhecer a caminhada tortuosa que Harold é obrigado a passar desde que se tornou imortal.

Antes que me esqueça, a melhor qualidade de Harold é sua ironia, eu sou apaixonada por personagens irônicos, já estou a espera da continuação dessa jornada.


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Monique Marie

Publicitária frustrada com o pouco dinheiro da área e admiradora de tudo que envolve a política. Gosta de seriados que tenham serial killers, filmes infantis, fanática por futebol e F1, além de tentar competir com o Dr. Reid (Criminal Minds) quem lê mais rápido. Geralmente não gosta de ler o que está "na moda", adora indicações e ainda acredita que muitos livros se vendem pela capa. Não se separa de seu amigo rivotril e escreve no mínimo um texto por dia.

Um comentário

  1. Muito obrigado pela resenha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*