terça-feira, 25/04/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “A coroa escarlate”, de Cinda Williams Chima

Resenha: “A coroa escarlate”, de Cinda Williams Chima

A Coroa Escarlate Livro: A Coroa Escarlate (#04)
Série: Os Sete Reinos
Autor(a): Cinda Williams Chima | @cindachima
Editora: Suma de Letras
Páginas: 456
Tradução: Regiane Winarski
Resenha por: Monique Marie
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Amazon + ofertas

Há mil anos, dois jovens amantes foram traídos – Alger Waterlow foi condenado à morte e Hanalea, rainha de Fells, a uma vida sem amor.
Agora, mais uma vez, o reino de Fells está à beira de se desintegrar. Para a jovem rainha Raisa ana’Marianna, manter a paz é quase impossível. A tensão entre os magos e os clãs atingiu o limite. Os reinos vizinhos veem Fells como uma presa fácil, e a maior esperança de Raisa é unir seu povo contra um inimigo em comum – mas esse inimigo talvez seja o homem por quem está apaixonada.
Emaranhado em uma complexa rede de mentiras e tênues alianças, o antigo dono de rua Han Alister agora é parte do Conselho dos Magos. Navegar pela mortal política dos sangues azuis nunca foi tão perigoso – e Han parece fazer inimigos por todos os lados. Sua única aliada é a rainha, e, apesar dos riscos, é impossível ignorar o que sente por ela.
Então Han descobre um segredo guardado há séculos, algo poderoso o bastante para unir o povo de Fells. Mas será que ele sobreviverá por tempo suficiente para salvar o reino?
Uma verdade mascarada há mil anos por uma terrível mentira vem à tona nesta emocionante conclusão da épica série de fantasia Os Sete Reinos.

ATENÇÃO! Esse livro não é o primeiro da série e a resenha pode conter spoilers! Confira nossas resenhas anteriores dessa série, clicando na capa desejada:

#01 - O rei demônio #02 - A rainha exilada #03 - O trono do lobo gris

“Política não tem nada a ver com justiça. Tem a ver com vinganças pessoais sob uma camada fina de civilização. Toda política é pessoal”.

Lembro que na resenha passada disse que seria difícil bater o terceiro livro, mas Cinda Chima é um ser incrível e conseguiu fechar com chave de diamante.

Estou a quebrar minha cabeça logo cedo para tentar escrever uma resenha, é humanamente impossível contar esse livro sem despejar spoilers, principalmente de fatos que não contei do terceiro para manter o suspense. Vou tentar mas será extremamente complicado, tenham isso em mente e me perdoem caso estrague alguma coisa.

Falando mais uma vez da narrativa ela segue o padrão dos três livros anteriores e além de uma linguagem de fácil entendimento você tem vontade de devorar o livro, algo que me acostumei nessa série. Mais uma vez milhões de histórias acontecem ao mesmo tempo, mas tenho a impressão que a mesma habilidade que a autora teve em escrever algo assim é passada para nós leitores em conseguir ler os capítulos sem misturar as histórias e já percebendo de quem se trata, ainda acho que os magos poderosos do livro lançaram algum tipo de feitiço para que isso fosse possível.

Em A Coroa Escarlate temos uma Raisa muito desconfiada e chata, confesso que em algumas partes eu fiquei com vontade que ela fosse destinada a um casamento com Lorde Bayar só para que ela vivesse infeliz, mas com o passar das páginas lembrei porque gostei dela e ela merece conseguir continuar seu reinado em paz, literalmente. Han continua o mesmo louco de sempre, okay, um pouco mais louco neste livro já que ele se mete em mais confusões que o normal e definitivamente ele não tem medo de arriscar a sua pele quando o assunto é Raisa. Felizmente Han conta com aliados para ajudar a mostrar sua inocência em tantos fatos que acontecem de ruim na conclusão da série, acredito que já imaginam que estou falando de Dançarino e sua mãe, a surpresa fica por conta de alguns que aparecem que jamais imaginariam! Prestem atenção nos detalhes!

Sabem aquela história que o fim justifica os meios? É a base do livro. Todos os grupos formados tem seus desejos e para alcançá-los não medirão esforços, mesmo que um banho de sangue seja derramado. Claro que a culpa sempre cai nas costas de Allister, fiquem calmos porque até ele já se acostumou com isso.

Raisa é usada de todas as maneiras possíveis, a culpa disso é do amor que ela sente por Han, ah o amor, aquele sentimento que nos faz cometer loucuras!

Todas as histórias que estavam inacabadas tem seu desfecho neste livro, desde quem Raisa se vê obrigada a casar (ou não!) até o Rei Demônio. Sim, o Rei Demônio vocês não leram errado!

Viagem por um mundo onde a política impera e conchavos absurdos são feitos. Feitiços antigos são descobertos e algumas histórias de séculos caem por terra, batalhas são travadas e nem sempre quem as vence ganha a guerra. Não pisquem, não parem e amem esse livro assim como eu amei, Os Sete Reinos é uma série de fantasia mas ao mesmo tempo tão real que chega a dar medo!

“A esperança é uma coisa perigosa. Quando acende, é difícil de ser apagada. Tranforma pessoa sábias em tolas”.


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Monique Marie

Publicitária frustrada com o pouco dinheiro da área e admiradora de tudo que envolve a política. Gosta de seriados que tenham serial killers, filmes infantis, fanática por futebol e F1, além de tentar competir com o Dr. Reid (Criminal Minds) quem lê mais rápido. Geralmente não gosta de ler o que está "na moda", adora indicações e ainda acredita que muitos livros se vendem pela capa. Não se separa de seu amigo rivotril e escreve no mínimo um texto por dia.

3 comentários

  1. Você acabou de fazer a resenha do meu livor predileto, e Putz, concordo com a maior parte do que você disse.
    Devo dizer que somente algumas coisas no livro me faltaram, o final foi muito (muito) bom, e o desfecho da história também, mas acredito que ele poderia ser ainda mais completo, mais fechado, claro que é um ótimo livro (não é atoa que é o meu livro predileto) mas eu sou uma pessoa que acredita que em um livro, o desfecho, o final, o jeito como a história termia, essa é a peça chave de uma grande obra, é por esse motivo que ela sera lembrada e comentada.

  2. Este foi o ultimo volume da saga?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*