segunda-feira, 24/07/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “A fúria e a aurora”, de Renée Ahdieh

Resenha: “A fúria e a aurora”, de Renée Ahdieh

A fúria e a auroraLivro: A fúria e a aurora (#01)
Série: A fúria e a aurora
Autor: Renée Ahdieh
Editora: Globo Alt
Páginas: 336
Tradução: Fabienne Mercês
Resenha por: Kinina
Comprar: Saraiva Cultura Amazon + ofertas

Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado.

Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga.

Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto.

“É um castigo merecido para um monstro. O de querer tanto algo… de se capaz de tê-lo em seus braços… e saber sem sombra de dúvida que nunca vai merecê-lo.”

A fúria e a aurora é uma releitura de uma das histórias mais famosas: a história das mil e uma noite de Sherazade. Chamei o livro de releitura porque a história está incrivelmente mais rica e mágica, sem perder sua essência.

O jovem califa (rei) de Khorasan, chamado Khalid Ibn Al-Rashid, mata uma esposa por noite. Depois de perder sua melhor amiga para o califa, Sherazade resolve se candidatar como sua noiva, mas promete para sua família e para si mesma que não vai morrer, vai vingar a morte da amiga e acabar com o monstro que ela acha que é o rei.

O motivo de Khalid matar uma esposa por noite é um mistério. O povo acha que o rei é apenas um monstro maluco e não uma maldição que o califa tem que lidar dia após dia pelo bem de seu povo. Para manter-se viva, Sharazade encanta Khalid com suas histórias intermináveis. De início, achei que leria histórias dentro da história, que essa seria a essência do livro. Mas a autora Renée Ahdieh surpreende com uma incrível aventura entre o novo casal. Apensar da sede de vingança e de precisa lidar com uma maldição, Khalid e Sharazadese apaixonam e precisam o todo todo lidar com seus sentimentos contraditórios, criando uma história de romance surpreendentemente contemporânea e mágica.

Mas a história envolve muito mais personagens além do casal. Sharezade tem um amor de infância, Tariq, que não se conforma com a decisão da moça de se tornar esposa do califa e quer salvá-la a qualquer custo antes que seja tarde demais para ela. Já no palácio, Jalal, que é primo do rei e capitão da Guarda real, torce pela casal, se preocupa com a decisão de Khalid parar de matar as moças pelo seu amor por Sherazade.

“Não estamos ais executando as filhas deles sem razão aparente.”

A fúria e a Aurora é um livro que você não quer que acabe nunca, você deseja por mais mil e uma noites da encantadora e mágica história de Sharazade e Khalid.

O que não dá para deixar de comentar é a parte editorial do livro. A capa é simples e maravilhosa. A autora usa muitas expressões árabes, o que enriquece muito a narrativa; no caso de dúvida do significado das palavras no início do livro tem um pequeno glossário para te orientar. A maldição que atormenta o califa você só descobrirá qual é no final da história, mas diferente de Sharazade, você saberá que existe uma maldição já no prefácio que te prepara para a incrível aventura das próximas páginas.


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Kinina

Formada em Hotelaria e Análise de sistema, mas trabalha com Atendimento em uma agência publicitária. Passo o tempo lendo, assistindo seriados, ouvindo música e tendo ideias malucas. Vai que um dia alguma dá certo e ela fica rica e famosa...

Um comentário

  1. Um monte de gente tá falando desse livro, dizendo que é ÓTIMO e coisa e tal, mas apesar do título me chamar atenção, nenhuma resenha tinha me convencido a pôr na wishlist até agora xD Bom post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*