sexta-feira, 17/11/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “O caminho do louco”, de Alex Mandarino

Resenha: “O caminho do louco”, de Alex Mandarino

O caminho do loucoLivro: O caminho do louco (#01)
Série: Guerras do tarot
Autor: Alex Mandarino (@alexmandarino)
Editora: AVEC
Páginas: 296
Tradução:
Resenha por: Monique Marie
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Amazon + ofertas

O brasileiro André Moire deixa tudo para trás para se envolver com um grupo internacional secreto que representa os arcanos do Tarot. Dispostos a elevar a consciência da humanidade e mudar o planeta, eles lançam mão de magia, ciência, arte, técnicas hacker e até mesmo parkour e videogames para enfrentar as forças da conformidade.

Conheça o Louco, o Mago, a Sacerdotisa, o Carro, o Sol, a Imperatriz, o Imperador e vários outros arcanos maiores e menores neste thriller conspiratório com toques subversivos e sobrenaturais. Com uma trama sombria e misteriosa que ocorre em locais como Rio de Janeiro, Paris, México, Amazônia, Riviera e Inglaterra, Guerras do Tarot fará você pensar e repensar no que acredita. Comece neste livro a trilhar o Caminho do Louco.

“Seja um Colombo para novos continentes e mundos inteiros dentro de você, abrindo novos canais, não de comércio, mas de pensamento.”

Vamos por partes: a sinopse não me convenceu e acho que ela não vende direito o livro, mas como o dono da editora comentou comigo sobre o que se tratava eu fiquei com uma curiosidade sem fim para ler, acredito eu que literalmente o único ponto negativo do livro é que a sinopse poderia vendê-lo bem melhor. Espero que ao ler isso todos mudem de ideia e pensem que o livro é maravilho, porque é!

Um ponto que para vocês não fará muita diferença e foi incrivelmente inspirador pra mim é que eu jogo tarot desde pequena (acredito que poucas pessoas sabem disso) e ter um livro com uma base tão forte nas cartas é algo quase mágico para mim. Mais mágico ainda é ver que o autor conhece bem esse mundo e respeitou os reais significados de cada carta levando para a personalidade de seus personagens representantes, só por isso eu já queria abraçá-lo eternamente.

A história pode começar um pouco confusa pois muitas ações se passam ao mesmo tempo em diferentes lugares, se precisar leiam várias vezes o mesmo capítulo, mas não deixem qualquer dúvida para trás quando mudarem de capítulo, acreditem quando digo que cada vírgula desse livro é importante e a ordem dela importa para o entendimento final. Depois de um certo tempo o seu cérebro para de bugar e começa a entender o que se passa, quando menos assustar só pelo começo do parágrafo você já vai saber sobre quem ele se trata sem citar nomes ou lugares.

Por misturar o mundo mágico com tecnologia e problemas atuais, o autor toma o cuidado de explicar várias passagens para que possamos entender porque cada um toma determinadas decisões e também nos mostra um pouco mais de algumas culturas que achamos que conhecemos. Vale ressaltar que são muitos lugares visitados pelos personagens e que o melhor de cada cultura é usado para o livro.

Particularmente adorei André e acredito que vocês também sentirão esse carinho, além de muitos se enxergarem nele nos primeiros capítulos quando conta sua vida de jornalista supostamente bem sucedido. A forma como ele deixa seus medos e inseguranças de lado para dar espaço a uma vida nova cheia de descobertas é muito bem construída, já que a partir desse ponto temos de fato o start para a o que o autor quer nos mostrar. André mesmo sem saber é uma peça fundamental na Organização citada na sinopse, ele é a representação de uma das melhores cartas: O louco!

Qualquer parte além disso a ser contada pode ser tomada como spoiler e não quero estragar a leitura de vocês, apenas leiam. Essa mistura do místico com tecnologia para ajudar problemas tão antigos e tão atuais é incrível. Aviso para que deixem a cabeça aberta para lerem de tudo um pouco e até pesquisarem um pouco mais sobre as cartas do tarot, assim perceberão quão perfeito é o encaixe de cada uma com seu personagem.

Antes de terminar queria registrar que Alex Mandarino se tornou um dos meus autores preferidos com esse livro. Sua escrita é leve mas ao mesmo tempo profunda. É o tipo de livro que não deixa absolutamente nada a desejar para os grande thrillers internacionais. Já quero a continuação!


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela AVEC Store como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Monique Marie

Publicitária frustrada com o pouco dinheiro da área e admiradora de tudo que envolve a política. Gosta de seriados que tenham serial killers, filmes infantis, fanática por futebol e F1, além de tentar competir com o Dr. Reid (Criminal Minds) quem lê mais rápido. Geralmente não gosta de ler o que está "na moda", adora indicações e ainda acredita que muitos livros se vendem pela capa. Não se separa de seu amigo rivotril e escreve no mínimo um texto por dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*