domingo, 22/01/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas Fora de Série » Resenha: “Depois da última dança”, de Sarra Manning

Resenha: “Depois da última dança”, de Sarra Manning

Resenha Depois da última dançaLivro: Depois da última dança
Autor: Sarra Manning (@sarramanning)
Editora: Suma de Letras
Páginas: 336
Tradução: Viviane Diniz
Resenha por: Monique Marie
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Amazon + ofertas

Estação de King’s Cross, 1943. Rose chega a Londres querendo se entregar a uma vida de romance, glamour e dança, e para isso ela escolhe o Rainbow Corner, o mais famoso salão de dança da cidade. Enquanto a Segunda Guerra Mundial entra em seu momento final, Rose se apaixona perdidamente por um piloto, mas terá que lidar com as reviravoltas do destino antes que a guerra chegue ao fim.

Las Vegas, dias atuais. Uma linda mulher vestida de noiva entra em um bar procurando alguém para se casar com ela. Quando Leo assume o papel e diz “sim”, ele não tem nenhuma ideia da situação em que está se metendo. Quem será Jane, a mulher misteriosa? Quando Jane e Rose, agora uma senhora de idade, se conhecem, a fagulha da discórdia se acende. Mas acontecimentos que elas não podem controlar fazem com que o tempo se torne um bem muito precioso. Depois da última dança conta a extraordinária história dessas duas mulheres, separadas pelo tempo mas ligadas pelo destino. Um romance que fará com que você acredite no poder do amor.

“Ela tinha deixado aquele mundo monótono e sem graça para trás – toda aquela história de se contentar com o que se tinha e guardar as coisas para uma ocasião melhor que nunca chegava. Ela mentira, roubara, fugira e abordara homens estranhos para passar por uma porta e ir parar no paraíso na Terra. Rainbow Corner.”

Tenho uma relação de amor e ódio com romances, principalmente os de época, mas algo na sinopse deste livro me chamou a atenção e fico extremamente feliz que tenha me chamado. Ele entrou para o seleto grupo de “romances que me prenderam do começo ao fim”.

Sobre a história em si não tenho muito o que contar, o básico está na sinopse e a grande questão é se/como/porque essas histórias se cruzam, mesmo que setenta anos as separem. Não esperem por momentos épicos ou fatos chocantes a serem descobertos, mas tenho certeza que todos vão amar o que a autora prepara o fim do livro.

Gostaria de destacar dois pontos importantes: o primeiro é que estamos lidando com duas histórias contadas em um único livro que se passam em épocas totalmente distintas e Sarra Manning consegue com maestria escrever na forma adequada de cada uma. Pensem que expressões e costumes mudam em cinco anos, imagem em setenta! Não se preocupem com o fato de lidar com duas histórias ao mesmo tempo, logo no começo da leitura o seu cérebro já se acostuma e você caminha facilmente com Rose e Jane.

Segundo ponto importante é que eu não sabia o que era Rainbow Corner e antes de começar o livro a autora disse que agradecia todos os amigos que entenderam o seu fascínio pelo lugar e a obsessão em escrever sobre. Não tive outra saída que não fosse o nosso querido amigo “Google” para entender o que era Rainbow Corner e conseguir entrar no universo de Rose. Poderia aqui colocar toda a história do local mas acho interessante o incentivo à pesquisa, vale a pena para quem como eu não era familiarizada ao nome.

A leitura flui facilmente como comentei e não se preocupem com a parte que se passa em 1943, mesmo sendo de época não tem linguagem rebuscada demais, apenas alguns termos, lugares e modos de agir são inseridos na história, nada que fique chato. A história atual é bem louca mas bem montada, isso poderia facilmente acontecer.

Os personagens a serem destacados são as duas mulheres e Leo, mas não deixo de lado outras figuras que ajudam a compreender o amor e sua força que não cansa de nos surpreender.

Termino dizendo que é um livro com o qual você dormirá abraçada e vai indicar para todas as pessoas que conhece. Indico para todos vocês, leiam!


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Já leu "Depois da última dança"? Quantas estrelas você dá para o livro?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Sobre Bru Fernández

Formada em Letras, trabalha como Revisora e Tradutora em uma agência publicitária e preenche suas horas vagas assistindo a seriados, filmes e partidas de futebol, vôlei, basquete e ice hockey, além de ouvir música, ir a shows e, claro, ler. Não curte chick-lits e prefere os thrillers, policiais, YA e fantasia. Nunca sai de casa sem guarda-chuva e um livro na bolsa, afinal nunca se sabe quando irá chover ou surgir uma fila/trânsito em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*