segunda-feira, 16/10/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas de Série » Resenha: “O código das águias”, de Paola Giometti

Resenha: “O código das águias”, de Paola Giometti

Resenha O código das águiasLivro: O código das águias (#02)
Série: Fábulas da Terra
Autor: Paola Giometti (@paolagiometti)
Páginas: 136
Editora: Engrenagem
Tradução:
Resenha por: Monique Marie
Comprar: + ofertas

O frio e a fome oriundas do implacável inverno levou uma aldeia indígena a capturar Hankpa, um filhote de águia que mal havia provado o sabor da liberdadem para auxiliá-los na caça de alimentos. Agora ele se vê diante de um estranho tratado ancestral que o guiará a uma aventura extrema e selvagem, cheia de desafios e responsabilidades. A vida da tribo agora depende dele e do Código das Águias.

“A águia desaparecia diante de meus ohos. E eu deixei meu ninho naquelas montanhas.”

Pelo livro ser bem pequeno e o principal já ter sido colocado na sinopse eu não tenho muito mais o que escrever sobre a história sem estragar a leitura. Apenas digo que podem ler para se surpreender com o que é O código das águias e também com o modo de viver e de pensar de alguns membros dessa aldeia.

Falar então sobre outros aspectos do livro é que temos em mãos mais um livro onde acontecem mais de uma história ao mesmo tempo e que são contadas separadamente pelos capítulos. Como os nomes dos personagens são um pouco “estranhos” no começo você até pode se confundir um pouco se está lendo sobre as águias ou sobre a aldeia, mas depois acostuma. A ligação entre as histórias é bem feita e a autora não deixou com que faltasse qualquer vírgula para o encaixe perfeito, pontos máximos para tal fato.

Tenho também que parabenizar o trabalho de pesquisa que foi feito sobre as águias, imagino que não levou pouco tempo. O resultado foi muito bom, pois ela nos entrega uma história muito bonita e com fundamento, é raro de ler algo assim nos dias de hoje.

Outro ponto a ser comentado é que por parte das águias não foi colocado uma história contada simplesmente por um observador, os animais são personagens com nomes e com vidas próprias. Com isso quero dizer que em vários momentos você se pega relendo alguns parágrafos para ter certeza que não está em um diálogo de duas pessoas e sim de dois animais, outro ponto que eu considero positivo.

É um texto de fácil leitura, rápido, os parágrafos não são extensos e os diálogos não são cansativos. Não temos flashbacks e nem personagens demais, além de ser incrivelmente fácil imaginar os ambientes com a habilidade que a autora tem em descrever muito bem sem ser cansativa. Em poucas páginas, Paola Giometti consegue nos passar a sua ideia central e também acredito que a sua admiração por esses animais, já que a conduta da tribo com a captura de um deles é o ponto central para que o livro aconteça.

Termino então dizendo que vocês devem procurar por essa leitura, que devem conhecer mais desse universo que particularmente eu desconhecia e que também vão se surpreender com as ilustrações encontradas no livro! Cabe aqui uma nota seria 4 de 5 estrelas.


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Já leu "O código das águias"? Quantas estrelas você dá para o livro?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Sobre Monique Marie

Publicitária frustrada com o pouco dinheiro da área e admiradora de tudo que envolve a política. Gosta de seriados que tenham serial killers, filmes infantis, fanática por futebol e F1, além de tentar competir com o Dr. Reid (Criminal Minds) quem lê mais rápido. Geralmente não gosta de ler o que está "na moda", adora indicações e ainda acredita que muitos livros se vendem pela capa. Não se separa de seu amigo rivotril e escreve no mínimo um texto por dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*