domingo, 22/01/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas Fora de Série » Resenha: “50 anos de Jornada nas Estrelas, Volume 1”, de Edward Gross e Mark A. Altman

Resenha: “50 anos de Jornada nas Estrelas, Volume 1”, de Edward Gross e Mark A. Altman

50 anos de Jornada nas EstrelasLivro: 50 anos de Jornada nas Estrelas Volume 1 – A história completa, não autorizada e sem censura.
Série: 50 anos de Jornada nas Estrelas
Autor: Edward Gross (@EdGross) e Mark A. Altman (@markaaltman)
Editora: Globo Livros
Páginas: 390
Tradução: Rodrigo Salem
Resenha por: Nanda
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Amazon + ofertas

Após seis séries de tv, treze longas e cinco décadas como ícone da cultura pop, Jornada nas estrelas se tornou uma das franquias mais duradouras e rentáveis de Hollywood. Na mesma época da estreia no Brasil de Star Trek: Sem fronteiras, nova adaptação para os cinemas, a Globo Livros lança o primeiro volume de 50 anos de Jornada nas estrelas. A coleção reúne histórias de bastidores narradas por pessoas diretamente ligadas à série, como seu criador Gene Roddenberry.

“Herbert F. Solow: Havia mais liberdade na televisão e havia mais roteiristas agressivos dispostos a desafiar a autoridade dos censores da emissora; ver até onde podiam ir. Isso era Gene.”

Eu sempre gostei de Jornadas nas Estrelas (Star Trek). Nunca me considerei uma Trekker fanática, mas cheguei a ver muitos episódios das séries clássicas (não acredito que tenha assistido todos), assisti aos filmes e sempre me encantei pela história.

É interessante saber que algo que completa 50 anos ainda seja tão querido e com assuntos tão relevantes para a atualidade.

Quando recebi o livro, imaginei que seria uma releitura das aventuras do Kirk e do Spock e dos legados que esses e todos os outros personagens de Star Trek deixaram para as novas gerações. Para minha surpresa, o livro é bem diferente. É um apanhado de depoimentos de pessoas que participaram ou estiveram de alguma forma ligadas à série e também depoimentos de fãs famosos. A estrutura do livro me lembrou uma palestra que fui em um auditório, na qual várias pessoas levantam a mão para falar coisas diferentes. Algumas vezes o assunto é repetitivo, mas terá sempre uma pessoa para acrescentar algo interessante e diferente.

Ao mesmo tempo que é uma leitura não convencional e não flui tão rapidamente quanto uma leitura de um livro de ficção, é surpreendente e curioso.

Os depoimentos mostram desde as dificuldades de a série ser aceita pela emissora, alguns problemas de bastidores – seja com atores, com a produção e caracterização – e também mostra a diferença que a série fez e fala um pouco das convenções de fãs e de como a série conseguiu conquistar tantos fãs. Os depoimentos também expõem defeitos – como o sexismo em alguns episódios – e qualidades – principalmente a diversidade cultural e a profundidade dos temas tratados pela série. Isso prova o quanto a série, mesmo sendo de 50 anos atrás, é bem atual.

Nem todos os depoimentos foram relevantes para mim, mas com certeza aprendi muito mais sobre a série e sobre algumas das decisões que levaram à escolha de personagens, se enredos e afins.

As partes que eu mais gostei foram as que relatavam as dificuldades na gravação e principalmente na caracterização de personagens. Tenho muito interesse pela questão do visual da série e os depoimentos contribuíram para saciar um pouco dessa curiosidade.

Claramente, esse livro é mais voltado para os curiosos de plantão (principalmente os fãs) que querem saber detalhes sobre de onde surgiram todas aquelas ideias de personagens e episódios, sobre como a série sobreviveu tanto tempo, sobre as dificuldades de manter a série etc. Por tratar mais dos elementos que rodeiam a história fora das telas do que do enredo de Star Trek, o livro não é o tipo que agrada qualquer um e assistir a série/filmes ainda é essencial para conhecer devidamente os personagens.


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Já leu "Uma garota de muita sorte"? Quantas estrelas você dá para o livro?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Sobre Nanda

Formada em Relações Internacionais e Economia, tem 25 anos, é hiperativa e adora organizar eventos (principalmente de livros). Também adora filmes, livros (principalmente aventuras infanto-juvenis, como Percy Jackson, Harry Potter e The 39 Clues), música, viagens, Disney, desenhos japoneses, maquiagem e coleções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*