domingo, 22/01/2017
Últimas do LeS:
Capa » Notícias » Série “Como treinar o seu dragão” chega ao fim

Série “Como treinar o seu dragão” chega ao fim

Nesse mês de janeiro a Intrínseca publica no Brasil Como combater a fúria de um dragão, o décimo segundo e último volume da série infantojuvenil Como treinar o seu dragão, de Cressida Cowell.

Como treinar o seu dragão 12

Soluço Spantosicus Strondus III morava na pequena Ilha de Berk com um dragão de caça chamado Banguela e um dragão de montaria chamado Caminhante do Vento, em um mundo repleto de dragões. Apesar de pequeno e magricela, era um dos poucos capaz de falar a língua dos dragões. Um dia, libertou sem querer um enorme Dragão-marinho conhecido como dragão Furioso, que estava acorrentado havia mais de cem anos. Esse dragão deu início a uma Rebelião com a intenção de exterminar todos os humanos, e por isso homens e dragões entraram em guerra.

Agora o combate caminha para o seu fim. Quando os últimos raios de sol desaparecerem no horizonte, humanos e dragões travarão a Batalha Final pela sobrevivência.

Como combater a fúria de um dragão começa no Dia do Juízo Final de Yule. Alvin, o Traiçoeiro, está prestes a ser coroado Rei do Oeste Mais Selvagem na ilha do Amanhã, e ele planeja começar seu reinado de terror com a extinção de todos os dragões. Para impedir esse acontecimento trágico, Soluço precisa provar que é o verdadeiro Rei, ser coroado no lugar de Alvin, enfrentar o dragão Furioso e salvar os Vikings e os dragões. Tudo seria um pouco mais fácil se nosso Herói não tivesse perdido a memória e conseguisse lembrar quem ele é…

Garanta já o seu exemplar na pré-venda: Saraiva Submarino Cultura Amazon + ofertas.

Sobre Bru Fernández

Formada em Letras, trabalha como Revisora e Tradutora em uma agência publicitária e preenche suas horas vagas assistindo a seriados, filmes e partidas de futebol, vôlei, basquete e ice hockey, além de ouvir música, ir a shows e, claro, ler. Não curte chick-lits e prefere os thrillers, policiais, YA e fantasia. Nunca sai de casa sem guarda-chuva e um livro na bolsa, afinal nunca se sabe quando irá chover ou surgir uma fila/trânsito em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*