sexta-feira, 14/12/2018
Últimas do LeS:
Capa » Notícias » “A casa torta”, de Agatha Christie, vai virar filme

“A casa torta”, de Agatha Christie, vai virar filme

Publicado originalmente em 1949, o mistério de A casa torta é um dos títulos favoritos da própria Rainha do Crime.

A adaptação para os cinemas ainda não tem data definida para a estreia, mas terá um elenco de peso com Glenn Close, Christina Hendricks e Gillian Anderson. A direção será do francês Gilles Paquet-Brenner (diretor de Lugares Escuros) e o roteiro de Julian Fellowes (criador de Downton Abbey) e de Tim Rose Price.

A casa torta é uma história clássica de mistério na qual o detetive Charles Hayward tem a missão de descobrir quem foi o responsável pela morte do milionário Aristide Leonides, patriarca idealizador da famosa “casa torta”, curiosa moradia que dividia com filhos, netos, noras, cunhada e sua jovem esposa.

A casa torta

Aristide Leonides é um octogenário grego riquíssimo imigrado na Inglaterra. Construiu a “casa torta” para habitar com toda a família: sua esposa, cinquenta anos mais jovem; dois filhos; duas noras; três netos; e uma cunhada, irmã da sua primeira esposa.

A casa era assim chamada não só pela sua particular arquitetura, como também pelas características dos seus habitantes. A neta mais velha, Sophia, é namorada do filho do inspetor chefe da Scotland Yard e, quando o avô é assassinado com uma injeção letal de um veneno de efeito quase instantâneo, o casal se empenha em investigar para descobrir o culpado. O principal suspeito, naturalmente, é a jovem viúva.

Toda a família deseja que ela seja mesmo a culpada… Mas o que acontecerá se o responsável pelo crime for um deles?

Além desse projeto, estão atualmente em desenvolvimento novas adaptações de Testemunha de Acusação e Assassinato no Expresso Oriente, que já foram transformados em filmes clássicos anteriormente.

Fonte: Blog L&PM

Sobre Bru Fernández

Formada em Letras, trabalha como Revisora e Tradutora em uma agência publicitária e preenche suas horas vagas assistindo a seriados, filmes e partidas de futebol, vôlei, basquete e ice hockey, além de ouvir música, ir a shows e, claro, ler. Não curte chick-lits e prefere os thrillers, policiais, YA e fantasia. Nunca sai de casa sem guarda-chuva e um livro na bolsa, afinal nunca se sabe quando irá chover ou surgir uma fila/trânsito em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.