quarta-feira, 11/12/2019
Últimas do LeS:
Capa » Notícias » “Nevernight” sai no Brasil pela Plataforma21

“Nevernight” sai no Brasil pela Plataforma21

Apostando em mais uma série de fantasia dark, o selo Plataforma21 traz para o Brasil ainda no primeiro semestre o primeiro livro da nova trilogia Nevernight, do autor australiano Jay Kristoff.

Nessa trilogia Kristoff conta a história de Mia Corvere, filha de um traidor executado. Em uma terra onde três sóis quase nunca se põe, Mia foge e ingressa em uma escola de assassinos em busca de vingança contra aqueles que destruíram a sua família.

Mia Corvere mal conseguiu escapar com vida da rebelião fracassada de seu pai. Sozinha e sem amigos, ela se esconde nas ruas de uma cidade construída com os ossos de um deus morto e é caçada pelo Senado e pelos ex-aliados de seu pai.

O seu talento para falar com as sombras a leva à porta de um assassino aposentado e a um futuro que ela não imaginava. Agora, ela é aprendiz do mais letal grupo de assassinos de toda a República: a Igreja Vermelha. Ela tem esperanças de fazer parte das Lâminas da Dama da Morte Abençoada e ficar um passo mais perto de conseguir a sua vingança.

Mas, para conseguir o que tanto deseja, ela precisará lidar com os segredos sangrentos de seu passado, com um sicário que está à solta nos salões da Igreja e com um sombrio plano de destruir toda a congregação.

O selo ainda não divulgou a capa final nacional, mas o livro está com lançamento previsto para junho de 2017.

Sobre Bru Fernández

Formada em Letras, trabalha como Revisora e Tradutora em uma agência publicitária e preenche suas horas vagas assistindo a seriados, filmes e partidas de futebol, vôlei, basquete e ice hockey, além de ouvir música, ir a shows e, claro, ler. Não curte chick-lits e prefere os thrillers, policiais, YA e fantasia. Nunca sai de casa sem guarda-chuva e um livro na bolsa, afinal nunca se sabe quando irá chover ou surgir uma fila/trânsito em São Paulo.

Um comentário

  1. Briana Evelyn

    Adorei a capa!! <3 <3 Tem coisas que não deveriam ser modificadas né. Por exemplo, corte de espinhos e rosas, fala sério, as capas americanas são sensacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.