sexta-feira, 18/08/2017
Últimas do LeS:
Capa » Resenhas Fora de Série » Resenha: “#Fui”, de Vivi Maurey

Resenha: “#Fui”, de Vivi Maurey

#FuiLivro: #Fui
Autora: Viviane Maurey (@vivimaurey)
Editora: Globo Alt
Páginas: 360
Resenha por: Monique Marie
Comprar: Saraiva Cultura Amazon

Lully vai viajar!

E não é uma viagem qualquer: ela vai passar quatro meses em um intercâmbio nos Estados Unidos e mal pode aguentar tanta ansiedade. Vai ser a primeira vez que ela vai passar tanto tempo longe de casa, ver neve e aproveitar todas as maravilhas que o País do Cheesebúrguer pode oferecer… A única parte difícil é esconder toda essa animação de seu namorado, Eric, que está compreensivelmente enciumado e nada satisfeito com o fato de a namorada ir viver tanta coisa nova longe dele.

Logo nos primeiros dias em Lake Tahoe, Lully já descobre qual será sua rotina: MUITA neve no hotel onde vai morar, MUITA neve na estação de ski onde vai trabalhar e MUITA neve para gelar as cervejas das festas que os novos amigos não cansam de organizar. É tudo muito diferente da
vida que levava no Brasil, mas, apesar de às vezes parecer difícil se adaptar, Lully está se dando muito bem.

Mas isso é só até ela se ver obrigada a fazer uma escolha determinante para o resto de sua vida. A viagem acaba revelando o quanto suas certezas e seguranças podem ser frágeis, e que quem parte em uma grande jornada, dificilmente voltará a ser a mesma pessoa de antes…

“…Eu não sei agir diferente. São poucos os que conseguem me enxergar. Na vida tudo é assim, né? São poucos os amigos verdadeiros, são poucos os que conseguem ver quem realmente somos, são poucos aqueles que se importam com você de verdade… são poucos os temperos que fazem a diferença e pouquíssimos os chocolates pelos quais venderíamos a perna. E isso não é ruim.”

Guardem bem esse trecho do começo do livro, até mais que a sinopse ele é o resumo do livro.

O livro é bem gostoso de ler, bem rápido de ler, segue o padrão fofo da Globo Alt em folhas mais grossas, fontes maiores e alguns desenhos ou algo parecido pelo livro. Fofo, bem fofo. A autora tem um local bem conhecido da grande maioria dos leitores que é o Rio de Janeiro e o segundo (que na verdade é o principal) já é desconhecido da mesma maioria, uma estação de esqui nos Estados Unidos. Não sei porque e nem como, mas ela não passou páginas e páginas tendo que descrever o local para que pudéssemos imaginar o apartamento, as baladas e a estação de esqui. Apenas a forma como ela escreveu a história já foi o suficiente para que eu pudesse criar um minifilme na minha mente.

Lully é uma personagem legal, nada rasa, mas aqui entra minha crítica a personagem e ao livro: Lully não é uma adolescente, é uma adulta! Não é o fato de ser geek, mas uma pessoa que está no último ano da faculdade geralmente não escreve da forma que Lully escreve, se eu não me lembrasse o tempo todo que ela tinha mais de 21 anos eu acharia que era um livro de um intercâmbio no colegial (ainda se fala colegial?).

Tirando essa crítica o livro no todo é muito bom, ela passa por perrengues que acredito que muitas pessoas passam e ao mesmo tempo ela se vê no meio de tudo que sempre quis: lugar novo, pessoas novas e o trabalho dos sonhos. Mas será que essas pessoas novas ficarão em sua vida? Será que o emprego dos sonhos mudará sua faculdade? E sua relação com Eric? Será que ela pode conhecer alguém ou simplesmente perceber que estava acomodada? São mil perguntas e todas com suas devidas respostas, algumas claras e outras nas entrelinhas, mas dá para entender perfeitamente.

Além de Lully prestem atenção em Eric, em Johnny, em Blue e claro em Rivero porque eu quero um amigo como ele! Pra mim são esses os melhores (menos o Eric, mas ele é importante) personagens do livro, 5 estrelas pra eles.

Confesso que já tinha matado o final na metade do livro e fiquei feliz que foi esse, eu reclamaria muito se fosse diferente rs. Se eu acho que deveriam ler? Sim, deveriam, mas tenham em mente a minha única reclamação, esse é um livro que parece de adolescente mas os personagens são adultos!


Aviso Legal: Esse livro foi cedido pela editora responsável pela publicação no Brasil como cortesia para o Livros em Série.

Sobre Monique Marie

Publicitária frustrada com o pouco dinheiro da área e admiradora de tudo que envolve a política. Gosta de seriados que tenham serial killers, filmes infantis, fanática por futebol e F1, além de tentar competir com o Dr. Reid (Criminal Minds) quem lê mais rápido. Geralmente não gosta de ler o que está "na moda", adora indicações e ainda acredita que muitos livros se vendem pela capa. Não se separa de seu amigo rivotril e escreve no mínimo um texto por dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*