quarta-feira, 14/11/2018
Últimas do LeS:
Capa » Lançamentos » Lançamentos Rocco – maio e junho/2018

Lançamentos Rocco – maio e junho/2018

Sangue infernalLivro: Sangue infernal (#03)
Série: A Ordem dos Sanguíneos
Autor: James Rollins e Rebecca Cantrell
Tradução: Ana Deiró
Comprar: Saraiva Amazon

A arqueóloga Erin Granger, o sargento Jordan Stone e o padre Rhun Korza são os escolhidos – a Mulher do Saber, o Guerreiro do Homem e o Cavaleiro de Cristo – e têm pela frente o maior desafio de suas vidas: Legião, um demônio ancestral está a solta, e fará tudo para libertar Lúcifer dos seus grilhões e dizimar a humanidade. Este é o mote de Sangue infernal, capítulo final da série A ordem dos Sanguíneos, de James Rollins e Rebecca Cantrell. A busca pela salvação e pela verdade leva Erin e os outros em uma viagem através do mundo e dos séculos – das empoeiradas prateleiras dos arquivos secretos do Vaticano a laboratórios perdidos de antigos alquimistas – em uma corrida contra o tempo para desvendar os mistérios do Evangelho de Sangue e salvar a humanidade.

Mas não será tão simples assim. O trio conta com a ajuda de Cristian e outros poucos sanguinistas, seguidores da Ordem dos Sanguíneos, e da relutante Condessa Elizabeth Bathory, uma strigoi (seres selvagens, sem almas, forjados de assassinatos e sangue, também chamados de vampiros), que foi salva por Rhun, enquanto a horda de Legião e de seus strigois aumenta a cada dia. Caçados por criaturas ferozes e astuciosas, só resta ao grupo se manter em movimento e decifrar as pistas que se apresentam. De ruínas ancestrais a montanhas geladas, Erin descobrirá que a vitória só virá através de um sacrifício impossível, que destruirá não só ela, mas tudo que ela ama.

Sangue infernal é o final alucinante de uma série única. James Rollins e Rebecca Cantrell combinam ciência, mitologia e religião para criar um mundo de tirar o fôlego, onde milagres assumem um novo significado e a luta eterna entre o bem e o mal é muito mais complicada do que parece. Sangue infernal leva o leitor até a entrada do inferno, para responder à pergunta definitiva: o que você está disposto a fazer para encontrar a verdadeira salvação?

Avenida dos MistériosLivro: Avenida dos Mistérios
Autor: John Irving
Tradução: Léa Viveiros de Castro
Comprar: Saraiva Amazon

Avenida dos Mistérios é o mais recente romance do veterano escritor e roteirista John Irving, autor, entre outros, de O mundo segundo Garp, levado para o cinema com Robin Williams no papel principal, e As regras da Casa de Sidra, que deu origem ao filme Regras da vida e lhe rendeu o Oscar de roteiro adaptado. Ambientado entre o México e os Estados Unidos, o livro conta a história de um escritor, Juan Diego, que passou a infância num lixão em Oaxaca, até ser adotado por um casal gay e levado para os EUA. No cenário árido de sua infância, o garoto aprende sozinho a gostar de literatura, lendo livros abandonados em inglês e espanhol, enquanto Lupe, sua irmã mais nova, que possui o dom de ler mentes, vislumbra o futuro dos dois. Já mais velho e famoso, numa viagem às Filipinas, onde vai divulgar um de seus livros, JD ainda pensa no destino vislumbrado por Lupe e em toda a cadeia de eventos que o fizeram chegar até ali.

Os hóspedesLivro: Os hóspedes
Autor: Sarah Waters
Tradução: Léa Viveiros De Castro
Comprar: Saraiva Amazon

Em 1922, a Inglaterra ainda vive à sombra da Primeira Guerra Mundial. Maridos, irmãos e primos jamais retornaram dos campos de batalha. A casa dos Wray, na elegante Camberwell, ao sul de Londres, antes habitada por uma grande família e seus criados, agora abriga apenas Frances, solteira por opção, e sua mãe, viúva. Afogadas em dívidas, elas não veem saída a não ser alugar os quartos do primeiro andar. É quando entram em cena os Barber, casal que vai transformar por completo a rotina daquela velha residência. Em Os hóspedes, Sarah Waters, autora três vezes finalista do Man Booker Prize, constrói um romance histórico de texturas góticas repleto de mistério, tensão e erotismo que conquistou da imprensa internacional ao escritor Stephen King.

Lilian e Leonard Barber são crias de um novo mundo, “os colarinhos-brancos”, trabalhadores emergentes de classe média que “parecem mansos, falam manso, mas, por baixo das capas de sofá e das toalhinhas de crochê, ainda são uns grosseirões”. Frances, no entanto, logo se dá conta de que, mesmo sem um pingo de cultura, eles sabem viver com conforto. Sua presença parece ter deixado a casa mais colorida e, ecoando o som do gramofone que trouxeram, cheia de vida. Porém, se ao abrir a porta aos inquilinos, Frances pensava em termos puramente financeiros, logo aquela estranha proximidade ganha outros tons – e, à noite, ela não consegue tirar da cabeça que apenas uma parede a separa da nudez da Sra. Barber.

A única históriaLivro: A única história
Autor: Julian Barnes
Tradução: Léa Viveiros De Castro
Comprar: Saraiva Amazon

Aos 19 anos, durante as férias, talvez na esperança de que por lá conhecesse uma moça de tendências conservadoras confiáveis, a mãe de Paul sugeriu que ele entrasse para o clube de tênis da tradicional e afluente zona residencial ao sul de Londres ondem viviam. Sua parceira dentro e fora das quadras, no entanto, foi Susan, uma mulher casada e quase trinta anos mais velha. Mas o encontro não foi um simples interlúdio de verão: Paul e Susan ficariam juntos por mais de uma década.

Naqueles intensos anos 1960, o relacionamento se tornou duplamente proibido. Enquanto as normas sociais dominantes consideravam imoral um caso entre pessoas com tamanha diferença de idade – eles logo seriam expulsos do clube de tênis –, os novos mandamentos que começavam a surgir em meio àquilo que os jornais chamavam de Revolução Sexual – uma época de amores livres e prazeres imediatos, sem culpa – viam qualquer tipo de compromisso emocional como algo ofensivo e degradante. Contra tudo e todos, no entanto, o jovem Paul tinha certeza de que o amor era incorruptível e à prova de manchas.

Mas quem é capaz de controlar o quanto ama? Você prefere amar mais e sofrer mais ou amar menos e sofrer menos? Décadas depois, essa é para Paul a única e verdadeira questão. Ciente das falhas, filtros e surpresas da própria memória, ele reconstrói o início daquela paixão e tenta entender como, gradualmente, após estar certo de ter libertado Susan de um casamento abusivo e de que, juntos, viveriam a única história – tanto a sua quanto a dela –, tudo desmoronou. De algo, porém, Paul ainda não tem dúvidas: o primeiro amor marca uma vida para sempre. Ele pode não superar os que vêm depois, mas estes serão sempre afetados por sua existência. Pode servir de modelo, ser o contraponto, ofuscar amores subsequentes ou, por outro lado, torná-los mais fáceis, melhores. Embora, às vezes, cauterize o coração e faça com que só haja cicatrizes.

Correio para MulheresLivro: Correio para Mulheres
Autor: Clarisse Lispector
Tradução:
Comprar: Saraiva Amazon

Dois livros em um. Correio para mulheres traz os conselhos e as dicas de Clarice Lispector publicados em diferentes colunas e veículos da imprensa ao longo dos anos 1950 e 1960 e organizados pela professora Aparecida Maria Nunes, doutora em Literatura Brasileira pela USP, nos volumes Correio feminino (2006) e Só para mulheres (2008). Agora num único livro, os textos, assinados sob pseudônimos como Tereza Quadros e Helen Palmer, ou ainda como Ilka Soares, famosa atriz de quem Clarice foi ghost writer, mostram a faceta de jornalista feminina da escritora, entrevendo-se, aqui e ali, pequenas pérolas literárias do estilo clariceano, além de traçar um singular retrato da sociedade da época.

Sobre Kinina

Formada em Hotelaria e Análise de sistema, mas trabalha com Atendimento em uma agência publicitária. Passo o tempo lendo, assistindo seriados, ouvindo música e tendo ideias malucas. Vai que um dia alguma dá certo e ela fica rica e famosa...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.